Arquivos da Categoria: Sérgio Vaz

A mulher imperseguível

Não sei o que pensava Camões, mas eu estou farto de mudança: invoco um tempo definitivo.  Não quero que nada mude. Num filme, Baisers Volés, de Truffaut, havia um detective que anunciava esse tempo sempre igual, perene. Ler Mais »

Tinha mesmo que fazer a intervenção

É correta a decisão do governo Temer de promover a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro. Ler Mais »

Carnaval, desengano

É absolutamente fantástico, incrível, inacreditável como o lulo-petismo ainda consegue enfeitiçar tanta gente tida como intelectual e artista – nessas categorias incluídos também carnavalescos e chefões de escolas de samba –, conforme demonstraram os desfiles da Marquês de Sapucaí e os histéricos aplausos dos seguidores da seita à Tuiuti e à Beija-Flor. Ler Mais »

Lauro Machado Coelho: cultura e integridade

Quando adolescente, em Belo Horizonte, ele tinha a fama de chegar às reuniões de um cineclube com um exemplar do Cahiers du Cinéma debaixo do braço. Isso na década de 60, numa cidade ainda bastante interiorana. Discutia as tendências da Nouvelle Vague, falava sobre qualquer diretor de vanguarda… Ler Mais »

Mas que estão inquietos, lá isso estão

Ouço bando de fogos ao longe, não muito longe. Digo: “Ih, chegou droga boa!” Mary, embora enfiada na produção de seu artigo de domingo, esclarece: “Não, é o carnaval!” Ler Mais »

Novos velhos suportes físicos

Não faz nem três meses que botei fora uma montanha de suportes físicos. Livros, DVDs, CDs, papéis, papéis, papéis – quilos e mais quilos e mais quilos de suportes físicos foram retirados de dentro do apartamento, como efeito colateral do tsunami que foi a descupinização e pintura da casa, que descrevi em diversos capítulos aqui. Ler Mais »

O triplex, o sítio e as provas

No mesmo dia, a quinta-feira, 2 de fevereiro, os cariocas (por direito e espírito, embora não de nascimento) Ruy Castro e Nelson Motta publicaram textos preciosos, precisos, perfeitos – além de bem-humorados, o santo bom humor carioca – sobre o triplex do Guarujá e o sítio de Atibaia. Ler Mais »

Dr. Michel Jekyll e Mr. Temer Hyde

O apelido “mordomo de filme de terror” pegou em Michel Temer desde que foi usado pela primeira vez, ainda em 1999, por ACM, Antônio Carlos Magalhães, por sua vez conhecido como o “Toninho Malvadeza”. Apelidos sarcásticos são das coisas que pegam na política brasileira – e a verdade é que em Michel Temer tudo o que é ruim pega, gruda, não sai. Ler Mais »

Irresponsible news

O jornalista Ancelmo Gois afirmou nesta sexta-feira na sua coluna em O Globo que “a participação do presidente Michel Temer em Davos, na Suíça, passou quase despercebida”. Ler Mais »

Pobre, pobre, pobre Temer!

Pobre, pobre, pobre Michel Miguel Elias Temer Lulia! Tadinho dele, meu Deus do céu e também da terra. As ninfas, as fadas, as musas, as deusas não o agraciaram com a sorte. Ler Mais »

Indiana Jones contra Gleisi Narizinho

Está sendo um dia cheio, este 24 de janeiro – mas não dá para deixar passar a delícia que foi a resposta do Grupo Globo à nota oficial do PT assinada por Gleisi Hoffmann, a presidente do PT que faz o ex Rui Falcão ficar parecendo um filósofo grego, um poço de sabedoria.  Ler Mais »

Como pode um pai aguentar esse linchamento da filha?

Fiquei pensando hoje – o pensamento me surgiu na cabeça de repente, um tanto à toa, e foi ficando, ficando: como é possível que um pai possa permitir uma exposição da filha a tanta crítica dura, a tamanho linchamento, por tanto tempo? Ler Mais »

De novo: a economia melhorou. E muito

Míriam Leitão afirma que a inflação baixa de 2017 – 2,95%, o menor índice desde 1998, abaixo do piso da meta, que é de 3% – “foi um momento breve de conforto para o governo na segunda semana do ano”. Ler Mais »

A sabedoria do desapego, a arte do bom humor

Agora, se fosse para falar sério, como na canção doída e linda de Chico do disco de 1970 …

(“Dou um chute no lirismo / Um pega no cachorro / E um tiro no sabiá / Dou um fora no violino / Faço a mala e corro / Pra não ver a banda passar.”Ler Mais »

A economia melhorou. E muito

Os últimos dias de 2017 foram pródigos em boas notícias da economia – novos dados que apontam que está ficando para trás a maior recessão da História do país, resultado dos 13 anos, 4 meses e 12 dias de governo lulo-petista. Ler Mais »