Arquivos da Categoria: Sérgio Vaz

Veja errou sobre Nara – e errou feio

A revista Veja desta semana afirma, na seção Veja essa, que “o clássico ‘O Barquinho’, de Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli, foi eternizado na voz de Nara Leão”.

É uma afirmação errada. Ler Mais »

Marina troca figurinha

Marina teve neste sábado, na festa de aniversário da Luísa, uma experiência inédita: trocou figurinha.

Literalmente. Ler Mais »

Mau jornalismo

Um título jornalístico pode, ao mesmo tempo, expressar uma verdade mas transmitir uma idéia completamente errada dos fatos. Ler Mais »

Marina fotografa!

Marina sabe fotografar.

Marina tem 5 anos e nem sequer um mês, e já sabe fotografar. Ler Mais »

O país tomou um susto com a coerência

Na madrugada da quarta-feira, 4/4, postei um texto garantindo que o Supremo Tribunal Federal concederia o habeas corpus a Lula. Errei redondamente. Ler Mais »

O STF lobo, os brasileiros cordeirinhos

O Supremo Tribunal Federal deverá fazer hoje com boa parte do povo brasileiro o que o lobo fez com o cordeiro, na belíssima fábula de Esopo. Vai passar por cima de todos os argumentos, de toda a lógica, de todo o sentimento geral da nação expresso nos últimos dias em artigos nos jornais e revistas e também, magnificamente, nas ruas de dezenas cidades. Ler Mais »

O golpe do ativista da causa negra

Davi Zambetti é militante do que se chama “causas negras”.

Chegou ao balcão do Burger King de Vila Nova Conceição – onde já trabalhara – fez seu pedido e deu o nome de identificação de “Macaco”. Ler Mais »

STF, tradutor esquizofrênico da Constituição

A esquizofrenia é um transtorno psiquiátrico complexo caracterizado por uma alteração cerebral que dificulta o correto julgamento sobre a realidade, a produção de pensamentos simbólicos e abstratos e a elaboração de respostas emocionais complexas. Ler Mais »

Impedir a prisão até a quarta instância é crime

É uma excrescência, um absurdo, impedir que seja presa uma pessoa que já foi condenada em duas instâncias.

Só no Brasil uma pessoa condenada em duas instâncias pode continuar apelando em liberdade para a terceira e a quarta instâncias. Ler Mais »

Parece que foi ontem

Parece que foi ontem.

Disse isso pra Marina, no domingo agora. Ler Mais »

De quanto foi o prejuízo que Lula e Dilma deixaram?

Absolutamente nada que possua uma unidade é incontável. Amor de mãe não dá para contar – mas o número de grãos de areia da praia de Copacabana, por exemplo, não é incontável. Se há uma unidade – um grão –, dá para contar. Ler Mais »

Marina e a Fortuna (2)

Há males que vêm pra bem, há malas que vêm de trem, Deus escreve certo por linhas tortas, Garrincha dribla certo com as pernas tortas, e então, duas semanas depois que gorou minha ida com Marina ao Sesc Pompéia para ver o novo show da Fortuna, ela foi – junto com cinco amigos da escola. Ler Mais »

C.q.d. E agora o compilador descansa

C.q.d. Melhorou – e agora descanso. Ler Mais »

Melhorou mesmo. Acabou a recessão

Agora é oficial: acabou a recessão.

O Produto Interno Bruto do Brasil cresceu 1% em 2017, segundo o IBGE divulgou na quinta-feira, 1º/3. Ler Mais »

A cegueira ideológica contra a intervenção

No meio de tantas demonstrações de insensatez, insanidade, ignorância ou má-fé a respeito da intervenção federal na segurança do Estado do Rio, dois textos publicados nestes últimos dias confortam com análises lúcidas, calmas, claras. Ler Mais »