Arquivos da Categoria: Sérgio Vaz

A primeira lição de casa

Marina teve não uma, mas duas experiências inéditas, na semana que passou: aos 5 anos e 2 meses, fez a sua primeira lição de casa e jogou o primeiro jogo de tabuleiro. Ler Mais »

O som de Renato e Almir é pura alegria

Não dá para saber, é claro, se ele se lembra, mas houve uma vez em que Renato Teixeira deu um show para menos de 20 pessoas. Eu me lembro: estava lá. Eu, Regina, Fernanda, Inês. Fiquei chocado, apavorado, em pânico, morrendo de vergonha por ele. Renato Teixeira era um dos meus grandes ídolos havia já alguns tempo, e eu não conseguia admitir que aquele pesadelo estava acontecendo de fato. Ler Mais »

“Do que nós vamos brincar?”

– “Do que nós vamos brincar?”

É um bordão da Marina – mas não é sempre que ela o usa. Há muitos dias em que, ao chegar na minha casa, ela vai até o quarto, olha os brinquedos, escolhe um deles e leva para a sala, onde em geral a gente fica. Também na casa dela acontece isso de ela já saber o que quer fazer. Ler Mais »

Insana, parte do país pede o pior

Vivandeiras rondam os quartéis – e não é como antigamente. Hoje, as vivandeiras não têm vergonha alguma. Clamam pelo que chamam de “intervenção militar” abertamente, às escancaras. Ler Mais »

Ela saltita feliz

Juntei essas duas fotos e tive a absoluta certeza de que tinha feito uma maravilha. Ler Mais »

Os Bossa Nova, privilégio puro

Que imenso privilégio ver, juntos, num palco – e no palco de uma maravilha de teatro, o Paulo Autran do Sesc Pinheiros, em São Paulo –, João Donato, Carlos Lyra, Roberto Menescal e Marcos Valle. Ler Mais »

Marina e Amber, Rubble, Chase, Rainbow Dash, Fluttershy…

A camiseta era nova, tinha uma grande roda-gigante. Falei: – “Nossa, Marina, não conhecia essa camiseta, ela é linda, tem a roda-gigante que parece aquela… a Eye, de Londres…” Ler Mais »

Veja errou sobre Nara – e errou feio

A revista Veja desta semana afirma, na seção Veja essa, que “o clássico ‘O Barquinho’, de Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli, foi eternizado na voz de Nara Leão”.

É uma afirmação errada. Ler Mais »

Marina troca figurinha

Marina teve neste sábado, na festa de aniversário da Luísa, uma experiência inédita: trocou figurinha.

Literalmente. Ler Mais »

Mau jornalismo

Um título jornalístico pode, ao mesmo tempo, expressar uma verdade mas transmitir uma idéia completamente errada dos fatos. Ler Mais »

Marina fotografa!

Marina sabe fotografar.

Marina tem 5 anos e nem sequer um mês, e já sabe fotografar. Ler Mais »

O país tomou um susto com a coerência

Na madrugada da quarta-feira, 4/4, postei um texto garantindo que o Supremo Tribunal Federal concederia o habeas corpus a Lula. Errei redondamente. Ler Mais »

O STF lobo, os brasileiros cordeirinhos

O Supremo Tribunal Federal deverá fazer hoje com boa parte do povo brasileiro o que o lobo fez com o cordeiro, na belíssima fábula de Esopo. Vai passar por cima de todos os argumentos, de toda a lógica, de todo o sentimento geral da nação expresso nos últimos dias em artigos nos jornais e revistas e também, magnificamente, nas ruas de dezenas cidades. Ler Mais »

O golpe do ativista da causa negra

Davi Zambetti é militante do que se chama “causas negras”.

Chegou ao balcão do Burger King de Vila Nova Conceição – onde já trabalhara – fez seu pedido e deu o nome de identificação de “Macaco”. Ler Mais »

STF, tradutor esquizofrênico da Constituição

A esquizofrenia é um transtorno psiquiátrico complexo caracterizado por uma alteração cerebral que dificulta o correto julgamento sobre a realidade, a produção de pensamentos simbólicos e abstratos e a elaboração de respostas emocionais complexas. Ler Mais »