Indiana Jones contra Gleisi Narizinho

Está sendo um dia cheio, este 24 de janeiro – mas não dá para deixar passar a delícia que foi a resposta do Grupo Globo à nota oficial do PT assinada por Gleisi Hoffmann, a presidente do PT que faz o ex Rui Falcão ficar parecendo um filósofo grego, um poço de sabedoria.  Continue lendo “Indiana Jones contra Gleisi Narizinho”

Como pode um pai aguentar esse linchamento da filha?

Fiquei pensando hoje – o pensamento me surgiu na cabeça de repente, um tanto à toa, e foi ficando, ficando: como é possível que um pai possa permitir uma exposição da filha a tanta crítica dura, a tamanho linchamento, por tanto tempo? Continue lendo “Como pode um pai aguentar esse linchamento da filha?”

No clichê abaixo…

Adoro a expressão: “No clichê acima, um aspecto de…” tal e tal coisa.

Coisa antiquíssima. Pouquíssima gente hoje sabe o que isso significa; pode-se até dizer ninguém, no lugar de pouquíssima gente. Continue lendo “No clichê abaixo…”

“Do you ever read the books you burn?”

A pergunta é feita por uma das duas personagens interpretadas por Julie Christie, a musa, a deusa, ao protagonista da história, o bombeiro-queimador de livros feito por Oskar Werner, em seu segundo filme sob a batuta de François Truffaut, apenas quatro anos após Jules et Jim. Continue lendo ““Do you ever read the books you burn?””

A atração fatal entre o PT e dinheiro vivo

Um milhão, cento e trinta e quatro mil reais. Esse foi o total de dinheiro vivo apreendido pela Justiça Eleitoral em Parauapebas, no Pará, na semana anterior à eleição municipal. Segundo a Polícia Federal, o dinheiro seria usado na campanha do PT à Prefeitura. Continue lendo “A atração fatal entre o PT e dinheiro vivo”