Palavras ao Vento!

Se as eleições fossem hoje e tivéssemos que escolher um candidato à Presidência da República pelo que andaram dizendo por aí, ia ser difícil lacrar um número nas urnas eletrônicas. Vamos conferir. Continue lendo “Palavras ao Vento!”

Sudoku!

Nesta tarde fria e chuvosa de primavera (primavera?) resolvi jogar Sudoku em vez de escrever o texto da semana.

Comecei pelo nível fácil e levei ou pouco mais de 5 minutos pra resolver. Me entusiasmei que nem o Paulo Guedes e parti logo para o nível Expert. Continue lendo “Sudoku!”

Na Torre de Pizza

A Torre de Pizza de Bolsonaro tem elevador. Passageiros a bordo, porta fechada, começa a subida. O ascensorista vai informando. Primeiro andar, mozarela, segundo calabresa, terceiro quatro queijos…  Tudo muito diferente da Torre de Pisa, que ele visitou, em sua estada na Itália – e que acabou em pizza, quando a chamou por esse nome durante entrevista. Continue lendo “Na Torre de Pizza”

Carão!

Falar daquela canalhice sem tamanho do presidente da República na semana passada é gastar vela com defunto ruim. A live em que Bolsonaro aparece associando as vacinas à aids passou de todos os limites do mau-caratismo e já recebeu todos os comentários merecidamente desairosos por mais esse ato insano e claramente intencional, já que ele sabia muito bem o tamanho da mentira que estava jogando no ventilador. Continue lendo “Carão!”

Vai demorar tanto assim na China!

Em uma hora dessas eu gostaria de ser um faquir. Teria minha cama de pregos… não vou dizer confortável, mas disponível. O que tenho hoje é um sofá velho, sempre suficiente para minhas necessidades. No entanto, com súbita crise de dor nas costas, tomei duas providências. Busquei os serviços de uma fisioterapeuta e tratei de comprar um sofá novo. Uma dessas empreitadas deu problema. Qual? A simples compra de um sofá.

Um amigo, que trabalha no ramo, logo veio com o book de fotos de sofás, e o mostruário de tecidos para o revestimento, para eu escolher.  Tratei de escapar. “Não precisa disso, compro um ali nas casas…” Nem pensar. O episódio logo teve o apoio da família. A situação requer um bom sofá, foi o veredito.

Afinal, qual é o problema para a compra? A entrega demora 40 dias! A situação tem a ver com a importação dos tecidos à China. Estes, pelo que entendi, vêm em containers, e por complicações econômicas provocadas pela pandemia há embaraços.

Não me esmerei em apurar a situação toda, porque tudo o que quero é um sofá. Enquanto não chega, sou um sem assento. Não posso sentar no velho, tampouco em outro sofazão que temos, muito fofo, você senta e é engolido, ótimo para pessoas sãs. Temos duas poltronas, também inadequadas.

A opção que me restou foi uma singela cadeira, por sorte com um design que me é favorável. Mas a situação, em seu contexto, é ridícula. Precisa de um sofá? Espera sentado…

Outubro de 2021

De Médico e de Louco…

Apesar dos esforços em provar que no ditado “de médico e de louco, todo mundo tem um pouco” há um fundo de verdade, até agora o presidente Jair Bolsonaro só conseguiu provar que, em relação a ele, apenas a segunda parte da frase é verdadeira. Continue lendo “De Médico e de Louco…”

Patrulha!

No último dia 4/10, o ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, acabou virando notícia por ter usado um termo agora considerado racista, em entrevista a duas jornalistas negras da GloboNews. Continue lendo “Patrulha!”

Hangover!

Hangover, palavra inglesa que significa “ressaca”.

Lembrei dela por causa do Hang, o Véio da Havan, que deixou o país de ressaca nesta quinta-feira, depois do porre que foi sua apresentação burlesca na CPI da quarta. Continue lendo “Hangover!”

Surreal!

Tive de procurar no dicionário uma palavra que definisse bem os fatos ocorridos nesta semana e achei essa que caiu como uma luva. Surreal: aquilo que se encontra além do real, que denota estranheza, transgressão da verdade sensível, da razão ou que pertence ao domínio do sonho, da imaginação, do absurdo.  Continue lendo “Surreal!”