Crimes em série

Não importa se é para (re)inaugurar um viaduto já entregue no ano passado, como ocorreu em Alagoas, ou uma ponte de madeira em uma estrada de terra do Amazonas, que custou infinitamente menos do que se gastou para chegar lá. O vale tudo eleitoral do presidente Jair Bolsonaro começou no primeiro dia de mandato e se acelera na proporção da queda de sua popularidade. E sem qualquer contestação sobre a autopromoção, proibida pela Constituição, e a flagrante campanha extemporânea, cuja regulação precisa deixar de ser tão troncha. Continue lendo “Crimes em série”

Motos e ditadores, uma dupla antiga

Este é um dos desfiles de motocicleta do ditador Benito Mussolini, com sua Moto n° 1.

Assim como “o Mito”, Il Duce adorava esses eventos, ocasião em que fazia propaganda da superioridade do regime ditatorial sobre a democracia, celebrando a virilidade e o patriotismo dos fascistas. Continue lendo “Motos e ditadores, uma dupla antiga”

A vez do populismo de esquerda

Nosso continente repete a tradição de se movimentar de forma pendular. Ora para a direita, ora para a esquerda. A mais recente guinada aconteceu no Peru, com a eleição por estreita margem de votos do ultra esquerdista Pedro Castillo. A mesma onda levou ao retorno dos peronistas ao poder, com a eleição de Alberto Fernandes na Argentina, e do MAS de Evo Morales na Bolívia. Continue lendo “A vez do populismo de esquerda”

Lira toca a boiada

Imbatível na capacidade de cuspir pelo menos um absurdo por dia, o presidente Jair Bolsonaro atrai todas as atenções para a sua metralhadora de disparates enquanto seus escudeiros praticam barbaridades. De Augusto Aras, que mais parece defensor do presidente do que procurador-geral da República, ao advogado-geral da União, André Mendonça, todos se curvam às vontades do chefe, mesmo às mais imorais. Movidos, exclusivamente, por interesses pessoais. Mas os mais perigosos não são os sabujos, e sim aqueles que dão cartas com ares de independência. É nessa seara que o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (Progressistas-AL), reina. Continue lendo “Lira toca a boiada”

Tirar a máscara é insanidade

Mais uma vez, Jair Bolsonaro não entendeu nada. A vacina pode proteger uma pessoa contaminada por coronavírus de adquirir, na forma grave, a doença Covid-19. Mas não impede que os imunizados repassem o vírus para as pessoas ainda não vacinadas, que hoje constituem a imensa maioria da população, pouco menos de 90% dos brasileiros. Continue lendo “Tirar a máscara é insanidade”

Cem Anos de Podridão!

Estava aqui pensando em como existem ainda algumas pessoas tão longevas com toda esta vida doida que a gente leva. Tem de ter um coração muito forte pra aguentar todo o estresse do dia a dia ou um gene dos bão, como dizem por aí. Continue lendo “Cem Anos de Podridão!”

Revolução global

Não é exagero definir como histórico o acordo dos países do G 7, grupo que reúne as economias mais desenvolvidas, para criar uma tributação global sobre multinacionais. É uma quebra do paradigma de um século. Até hoje as empresas internacionais são tributadas em seus lucros apenas no país sede. Com o pacto a ser estendido para o G 20, gigantes tecnológicas como Google, Apple, Amazon e Facebook serão tributadas em todos os países onde operam. Continue lendo “Revolução global”

Escárnio, caos e retrocesso

Que o presidente Jair Bolsonaro não tem qualquer apreço por regras, normas, leis é algo sabido. Há mais de 30 anos, a indisciplina colocou fim à sua curta carreira militar lançando-o nos lucrativos braços da política do baixo clero, para a qual carreou a sua prole. De mau militar no passado se tornou um mau político e mau presidente, que insiste em dar maus exemplos. Continue lendo “Escárnio, caos e retrocesso”

É preciso parar Bolsonaro

Os três maiores jornais do Brasil condenaram, com vigor, veemência, e unanimemente, a assombrosa, apavorante decisão do comandante do Exército Brasileiro de não punir o general da ativa Eduardo Pazuello por participar de ato político junto com Jair Bolsonaro no Aterro do Flamengo, no dia 23 de maio. Continue lendo “É preciso parar Bolsonaro”

Depois da reunião de pauta…

Naqueles tempos sem pandemia…

Dia de trabalho começando nas redações dos jornais. Os pauteiros de cada editoria, da política aos esportes, se reúnem e “cantam”, cada um à sua vez, os fatos que serão notícia durante o dia. Decidem como se fará a cobertura deles. No entanto… Diz antigo jargão que notícia não tem hora para acontecer. Continue lendo “Depois da reunião de pauta…”

Piadas de Caserna!

Em novembro do ano passado, o Exército  Brasileiro se manifestou contra mais uma bobagem expelida pelo presidente Jair Bolsonaro quando resolveu abrir sua bocarra pra dizer: “Apenas a diplomacia não dá, né Ernesto? Quando acaba a saliva, tem de ter pólvora, senão não funciona”, achando que estava abafando e fazendo o Biden, que ameaçava entrar com sanções econômicas contra o Brasil por causa dos desmatamentos na Amazônia, tremer de medo. Continue lendo “Piadas de Caserna!”

Assim reagiram os jornais neste dia nacional da vergonha

Jamais poderia imaginar que viveria para ver o dia em que o Comando do Exército Brasileiro se ajoelharia diante de um capitãozinho insubordinado, mau militar, terrorista, que jamais respeitou hierarquia e planejava explodir bombas em quartéis. Continue lendo “Assim reagiram os jornais neste dia nacional da vergonha”

Uma vida bem vivida

Difícil acreditar mas aconteceu. Um dia Fernando Henrique Cardoso esteve sob a suspeita de ser trotskista e foi obrigado a se explicar quando foi intimado a depor em 1975 na famigerada Operação Bandeirante-Oban, o truculento centro de investigações criado no II Exército em São Paulo. Continue lendo “Uma vida bem vivida”