Um cão bem-falante

Terminado o almoço, peguei um cafezinho, sentei-me na poltrona, liguei a televisão… e não houve tempo para mais nada. A campainha do portão da rua soou. Ora, quem viria incomodar um pacato idoso em uma hora destas? Espiei pelo olho mágico (o visor da porta da rua), e não vi ninguém. Havia ali apenas um cachorro. Essa criançada apronta, pensei.

Continue lendo “Um cão bem-falante”

Caridade não tem idade

Tão pequenas, aquelas crianças passavam horas na rua, em dias muitos quentes, às vezes frios, abordando motoristas de carros parados no farol. “Compra, moço, compra, dona”. Ofereciam garrafas de água. Era como um esmolar, de resultado difícil. Em um dia destes, tiveram uma boa surpresa. Um motorista comprou todas as garrafas que tinham. Como ficaram contentes os pequenos, e o irmão mais velho, que os vigiava… Puderam voltar cedo para casa.

Continue lendo “Caridade não tem idade”

Canseira, Sô!

Não sei quanto a vocês, mas eu estou bem cansada das redes sociais. A todo momento aparecem na tela cenas da guerra entre Israel x Hamas que nos deixam cada vez mais pra baixo e, pior, cada vez mais descrentes da humanidade. Depois de chorar litros pelos soldados queimados vivos ou por homens vendados massacrados em uma vala, a gente fica sabendo que eram vídeos fakes. 

Continue lendo “Canseira, Sô!”

Carta Zambelli!

Em meio aos horrores da guerra, e pior, aos horrores saídos das bocas de internautas e de alguns chefes de Estado, externando seus lados mais podres em relação aos conflitos, ainda se consegue garimpar alguma notícia que renova nossas esperanças de um mundo melhor. (Atenção! Essa afirmativa contém ironia.) Continue lendo “Carta Zambelli!”

Cabo de guerra

Em represália ao STF, a bancada ruralista no Congresso empurrou goela abaixo do Senado uma lei ordinária vinda da Câmara para afrontar o Supremo Tribunal e a Constituição vigente. O presidente Lula disse prontamente que vai vetar, total ou parcialmente. E os ruralistas já murmuram que vão vetar o veto. Continue lendo “Cabo de guerra”

Só que não!

Certo dia de há muito tempo… A Prefeitura de São Paulo anunciou que a praça à frente da antiga Estação Rodoviária, a Júlio Prestes, seria remodelada. Naqueles dias, este que vos escreve cuidava da pauta de reportagens da editoria de Geral, cobrindo férias do titular. Eis o que concebeu. Continue lendo “Só que não!”

Raciocinol!

Desde o último domingo está repercutindo, e muito mal, a mais nova fake news lançada pelo pseudojornalista (jornalista sério não se sujeita a esse tipo de coisa) Alexandre Garcia. Continue lendo “Raciocinol!”

Preguiça das Brabas!

Dá uma preguiça das brabas escrever num feriadão modorrento como este do 7 de setembro, dia em que D. Pedro II assinou a Lei Áurea, que aboliu a escravatura no Brasil. Seria muito melhor estar na praia da Avenida Paulista, curtindo um sol, pegando uma onda, do que estar escrevendo pra coluna.
Epa! Tava pesquisando as informações no material didático do governo de São Paulo encomendado pelo governador Tarcísio de Freitas. Vou procurar outra fonte. Achei! Sete de Setembro é o nosso Independence Day, só que sem aquele espetáculo pirotécnico dos gringos. Continue lendo “Preguiça das Brabas!”