Pablos!

Pablo, em português Paulo, é um nome de origem latina e, segundo o dicionário, uma variação espanhola de Paulus, que significa pequeno ou humilde.

Dos Pablos que conhecemos, alguns merecem destaque pelo lugar que ocuparam ou que ocupam na história. Continue lendo “Pablos!”

A volta da normalidade

É visível o esforço da cadeia de comando para despolitizar as Forças Armadas e trazê-las para o leito natural de suas obrigações constitucionais. Nesse escopo enquadra-se a sinalização de que os militares não se opõem à reinstalação da Comissão dos Mortos e Desaparecidos no período da ditadura militar. Continue lendo “A volta da normalidade”

Água fria na venda da Sabesp

A autorização da Câmara Municipal para que os serviços de água e esgoto da cidade de São Paulo possam ser operados pela iniciativa privada está longe de fechar a polêmica sobre a venda da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), tão desejada pelo governador Tarcísio de Freitas e, por óbvio, rechaçada pela esquerda. Embora cada lado tenha o legítimo direito de defender suas crenças, ambos insistem em manter o debate na rasura de um pires, sem ir a fundo na conveniência ou não de privatizar a empresa. Continue lendo “Água fria na venda da Sabesp”

Copacabana

Um especialista reservado a que tenho acesso informa que a oposição parlamentar em Brasília sentiu o balde de água fria que veio da minguada manifestação bolsonarista em Copacabana, dois domingos atrás.  Continue lendo “Copacabana”

Terraplanismo

Muito divertido, mas preocupante,  saber que 8% dos bolsonaristas acreditam que a Terra é plana. Não deviam ter nascido. Não merecem esta Terra redonda como um biscoito de fubá e bela como a Shirley MacLaine em Irma la Douce, a Silvana Mangano em Teorema, a Norma Bengell em Os Cafajestes, a Monica Vitti em La Notte, a Odete Lara em Noite Vazia e na primeira fila da Passeata dos Cem Mil… Continue lendo “Terraplanismo”

Chuchu no cardápio

Improvável candidato a vice do presidente Lula, a quem já chamou de ladrão em disputas eleitorais passadas, Geraldo Alckmin conquistou o petista. E agora passou a ser visto como trunfo para desembaraçar os nós na atrapalhada relação do governo com o Congresso, o que pode estar por trás do pito que o ex-tucano tomou de Lula ao pedir que seu vice e ministro de Desenvolvimento da Indústria, Comércio e Serviços seja “mais ágil” na lida com parlamentares. Continue lendo “Chuchu no cardápio”

Diversões

Os folguedos bolsonaristas em Copacabana, domingo passado, tiveram um momento que nos cobre de vergonha perante o mundo civilizado. Não é que armaram uma escadinha feita com sarrafos de caixotes na qual o devoto subia para posar de papagaio-de-pirata tendo ao lado um cartaz de bajulação ao Elon Musk? E ainda pagava 5 pilas para fazerem a foto com ele de bobão lá em cima? E levava o vexame para mostrar em casa para a família, os amigos, os vizinhos?   Continue lendo “Diversões”

As ruas

O evento que juntou devotos num trecho de duas quadras da Avenida Atlântica, em domingo ensolarado no Rio de Janeiro, para adorar seu santo guerreiro mostra dois fatos muito importantes. 

Continue lendo “As ruas”

Um Estado disfuncional

Embates entre Executivo versus Legislativo versus Judiciário e vice-versa não são incomuns nas democracias. Fora a Justiça, que deveria se manter longe dos holofotes e só se manifestar nos autos, as discordâncias entre Parlamento e governo são bem-vindas e, em tese, até indispensáveis para aprimorar as políticas públicas. Em tese. Por aqui, o bem público passa longe de quem deveria zelar por ele, com disparatadas medições de forças e poder, malcriações e muita falta de juízo. Continue lendo “Um Estado disfuncional”

1 Bilhão

A conta do desatino extremista começa a ficar cara. A Defensoria Pública da União cobra do bilionário e desperdiçado Elon Musk a quantia de R$ 1 bilhão como reparação coletiva ao povo brasileiro por seus ataques às instituições e à democracia em nosso país, por incitação ao ódio, a golpe de estado e por propagar mentiras sobre a Suprema Corte e o sistema eleitoral.  Continue lendo “1 Bilhão”

O PT na onda antiocidental

A presidente do Partido dos Trabalhadores Gleisi Hoffmann encantou-se com a China em sua visita oficial ao país de Xi Jinping. Ela viajou para participar de um seminário realizado em Pequim do qual o PT participou com uma delegação de nada menos do que 28 integrantes. Gleise liderou o animado grupo, defendeu a “democracia chinesa” e a definiu de “efetiva” Continue lendo “O PT na onda antiocidental”