Senna, o herói

Trinta anos atrás eu estava em minha casa em Londrina-PR, assistindo pela televisão à corrida de Ímola. Parei para tomar um café e ouvi o Galvão Bueno dizendo: Senna bateu, bateu forte! Continue lendo “Senna, o herói”

Terraplanismo

Muito divertido, mas preocupante,  saber que 8% dos bolsonaristas acreditam que a Terra é plana. Não deviam ter nascido. Não merecem esta Terra redonda como um biscoito de fubá e bela como a Shirley MacLaine em Irma la Douce, a Silvana Mangano em Teorema, a Norma Bengell em Os Cafajestes, a Monica Vitti em La Notte, a Odete Lara em Noite Vazia e na primeira fila da Passeata dos Cem Mil… Continue lendo “Terraplanismo”

Chuchu no cardápio

Improvável candidato a vice do presidente Lula, a quem já chamou de ladrão em disputas eleitorais passadas, Geraldo Alckmin conquistou o petista. E agora passou a ser visto como trunfo para desembaraçar os nós na atrapalhada relação do governo com o Congresso, o que pode estar por trás do pito que o ex-tucano tomou de Lula ao pedir que seu vice e ministro de Desenvolvimento da Indústria, Comércio e Serviços seja “mais ágil” na lida com parlamentares. Continue lendo “Chuchu no cardápio”

Diversões

Os folguedos bolsonaristas em Copacabana, domingo passado, tiveram um momento que nos cobre de vergonha perante o mundo civilizado. Não é que armaram uma escadinha feita com sarrafos de caixotes na qual o devoto subia para posar de papagaio-de-pirata tendo ao lado um cartaz de bajulação ao Elon Musk? E ainda pagava 5 pilas para fazerem a foto com ele de bobão lá em cima? E levava o vexame para mostrar em casa para a família, os amigos, os vizinhos?   Continue lendo “Diversões”

As ruas

O evento que juntou devotos num trecho de duas quadras da Avenida Atlântica, em domingo ensolarado no Rio de Janeiro, para adorar seu santo guerreiro mostra dois fatos muito importantes. 

Continue lendo “As ruas”

Um Estado disfuncional

Embates entre Executivo versus Legislativo versus Judiciário e vice-versa não são incomuns nas democracias. Fora a Justiça, que deveria se manter longe dos holofotes e só se manifestar nos autos, as discordâncias entre Parlamento e governo são bem-vindas e, em tese, até indispensáveis para aprimorar as políticas públicas. Em tese. Por aqui, o bem público passa longe de quem deveria zelar por ele, com disparatadas medições de forças e poder, malcriações e muita falta de juízo. Continue lendo “Um Estado disfuncional”

1 Bilhão

A conta do desatino extremista começa a ficar cara. A Defensoria Pública da União cobra do bilionário e desperdiçado Elon Musk a quantia de R$ 1 bilhão como reparação coletiva ao povo brasileiro por seus ataques às instituições e à democracia em nosso país, por incitação ao ódio, a golpe de estado e por propagar mentiras sobre a Suprema Corte e o sistema eleitoral.  Continue lendo “1 Bilhão”

O PT na onda antiocidental

A presidente do Partido dos Trabalhadores Gleisi Hoffmann encantou-se com a China em sua visita oficial ao país de Xi Jinping. Ela viajou para participar de um seminário realizado em Pequim do qual o PT participou com uma delegação de nada menos do que 28 integrantes. Gleise liderou o animado grupo, defendeu a “democracia chinesa” e a definiu de “efetiva” Continue lendo “O PT na onda antiocidental”

Ponto final

Parece que agora acertaram a dose de Gardenal. Mas por via das dúvidas, deram-lhe também um charuto de cannabis, que ele aproveitou até o talo, deixando-se inclusive fotografar com um resto do artefato entre os dedos.  Continue lendo “Ponto final”

Lula acerta no veto

Um dos mais acertados vetos do presidente Lula – o que restabelece a saída temporária de presos do semiaberto – está sob a mira do Congresso Nacional, que se articula para derrubá-lo. Aprovada em 20 de março, a lei proibindo a chamada “saidinha” é mais uma daquelas panaceias populistas que em vez de resolver agudizam os problemas que fingem corrigir. Prática, diga-se, recorrente no Parlamento. Continue lendo “Lula acerta no veto”

Onde está Lula?

O governo Lula está como aquela música de Chico Buarque: “Carlos amava Dora que amava Pedro que amava tanto que amava a filha que amava Carlos que amava Dora que amava toda a quadrilha”.

Mas o sinal está trocado, porque todos parecem se odiar Continue lendo “Onde está Lula?”

Algo de podre

Há algo de podre no reino de Elon Musk. Se não no império, à moda Hamlet, dentro da cabeça dele. Autista e bipolar, o bilionário está vendo a Tesla e o X irem de mal a pior. Talvez sejam momentos passageiros (às vezes sou um otimista desvairado), mas os portadores dessas condições não distinguem o presente do futuro. Subitamente, soltou seus cachorros e fantasmas na cúpula do Judiciário brasileiro, vendo ali a causa de seus males. Continue lendo “Algo de podre”

Tiros no pé

As besteiras foram maiores antes, mas por serem agora em menor número e gravidade não quer dizer que desapareceram. Refiro-me às besteiras (e malfeitos) do PT e dos governos Lula e Dilma, 1 e 2. As doses foram, então, cavalares e responsáveis pelo retrocesso igualmente cavalar que tivemos em 2018.  Continue lendo “Tiros no pé”