A virada do século

Ao dar um passo inexorável para o fim do bloqueio a Cuba e para a normalização das relações entre os EUA e o país caribenho, o presidente Barack Obama contribuiu enormemente para a humanidade deixar o século XX. Finalmente o mundo vai ingressar no terceiro milênio.

De fato estamos diante de um marco temporal, muito provavelmente a ser realçado por historiadores daqui a 30 ou 40 anos.  O século XX só começou a partir da Primeira Guerra Mundial. E o novo milênio se inicia agora, com a implosão da última casamata da Guerra Fria.

O século passado foi marcado por avanços fantásticos. O homem conquistou o espaço. A cibernética e a informática contribuíram para o planeta ser verdadeiramente uno, uma grande aldeia global.  E nos seus últimos anos a democracia se afirmou como o grande e vitorioso valor.

Mas teve também suas grandes tragédias, entre elas a divisão do mundo em dois grandes blocos separados, literalmente.

Estivemos na iminência de um holocausto nuclear em outubro de 1962, com a crise dos mísseis de Cuba. Ali a humanidade esteve por um fio.

O Muro de Berlim caiu, o odiento regime do apartheid da África do Sul foi deixado para trás, mas o bloqueio a Cuba e o anátema entre os EUA e o país dos irmãos Fidel e Raúl Castro atravessaram o século.

Esse bloqueio não fez bem aos Estados Unidos, pois, como disse o próprio Obama, ele não funcionou, não contribuiu para a paz mundial e serviu de justificativa para o regime cubano se fechar em copas.

Faltava, pois, romper esse cordão umbilical com um passado sombrio que em nada engrandeceu a humanidade.

O que estamos assistindo é isto. É a história acontecendo à nossa frente. Nela Obama está ingressando da melhor maneira possível.

Não pela cor de sua pele. Não pelo fato de ser o primeiro presidente negro em um país cujos direitos civis só foram estendidos aos seus afrodescendentes na década de 60, após memoráveis jornadas contra o racismo.

Mas por ter dado uma enorme contribuição para colocar fim a um anacronismo absolutamente injustificável e que já deveria estar enterrado há muito tempo.

Mais precisamente desde o século passado, quando a Guerra Fria terminou. Finalmente essa página da história está sendo virada.

Este artigo foi originalmente publicado no Blog do Noblat, em 18/12/2014. 

Um comentário para “A virada do século”

  1. O Alquéres disse: “Finalmente o mundo vai ingressar no terceiro milênio”
    Na verdade, o século atual iniciou-se em setembro de 2001, quando os yankees se deixaram atacar por três aviões sem fazer nada (o Pentágono, “desarmado”, foi ferido neste dia).

    Disse ainda: “O século passado (…) nos seus últimos anos a democracia se afirmou como o grande e vitorioso valor.”
    Onde isso? Só se for no norte da Europa e na Commonwealth*”

    * Setor desenvolvido da Commonwealth: Canadá, Austrália, Nova Zelândia.

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.