Um subversivo perigoso na Presidência

Quando ainda usava farda, Bolsonaro era terrorista. Planejou estourar bombas em quartéis. Preso e julgado pela Justiça Militar, passou para a reserva.

Na presidência, mostra-se um subversivo radical.

Subverte o papel das instituições nacionais – AGU, GSI, Abin, PGR. Transforma instituições de Estado em instrumentos de defesa de sua famiglia.

Tem trabalhado incansavelmente para destruir a boa reputação que as Forças Armadas vieram adquirindo desde a redemocratização.

Demite general. Expõe general de ativa ao mais absoluto ridículo.

Nem todos os brasileiros que lutaram contra a ditadura militar durante 21 anos conseguiram ser tão terroristas e subversivos quanto o capitão da reserva Jair Bolsonaro.

24/10/2020

Este post pertence à série de textos e compilações “Fora, Bolsonaro”. 

A série não tem periodicidade fixa.

O governo Bolsonaro é o nadir. O contrário do apogeu. O ponto mais baixo. O fundo do poço. (28)

Três textos publicados no mesmo dia demonstram como a diplomacia de Bolsonaro é contra o Brasil. (27)

A maior das crueldades do bolsonarismo: uma portaria ilegal e desumana protege o criminoso e pune a vítima. (26)

2 Comentários para “Um subversivo perigoso na Presidência”

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.