São Paulo é um estado majoritariamente petista

Dizer que Massachusetts é “um estado majoritariamente republicano” equivale a dizer que o Estado de São Paulo é um estado majoritariamente petista. Ou que o Nordeste é uma região majoritariamente tucana, ou bolsonarista.

Pois o Estadão cometeu essa asneira, esse erro crasso, primário, absurdo. Em editorial!

E o que é ainda pior: não se corrigiu!

“Como fiel assinante há muitos anos” (exatamente da maneira com que muitos leitores se descrevem ao enviar cartas para o jornal), mandei um e-mail ontem, quinta-feira. Muito educado, creio:

“Prezados Senhores,

O editorial “Freio de arrumação”, desta quinta-feira, 8/11, cometeu um equívoco, um engano um tanto grave, sério. Afirmou Massachusetts é ‘um estado majoritariamente republicano’.

Nem digo que foi um erro. Foi uma distração do redator, porque é claro que ele está cansado de saber que é bem o contrário: Massachusetts é um Estado majoritariamente democrata.

Como fiel assinante desse jornal há várias décadas, espero que a edição de amanhã traga uma nota corrigindo o equívoco.”

***

Quando li a frase no editorial, ontem, me ocorreu, por um momento, a dúvida: meu Deus do céu e também da terra, será que eu estive enganado a vida inteira, e o Estado de John F. Kennedy. Robert Kennedy e Edward Kennedy na verdade é majoritariamente republicano?

O susto durou pouco.

Na página com os resultados da eleição de meio de mandato agora, o New York Times diz: “Massachusetts, one of the bluest states in the country…” (Azul é a cor dos democratas – lá, o vermelho é dos republicanos.) E mostra os números para o Senado: Elizabeth Warren, a candidata democrata, teve 60,3% dos votos. Geoff Diehl, o candidato republicano, teve 36,3%.

A página sobre a política em Massachusetts da Wikipedia começa assim: “A The Commonwealth of Massachusetts é em geral considerada como socialmente progressiva e liberal.”

(Vivendo e aprendendo: o nome oficial do estado é “The Commonwealth of Massachusetts”. Não poderia haver nada mais Nova Inglaterra do que isso.)

Mais adiante, o texto informa que Massachusetts tem nove cadeiras na House of Representatives, a Câmara dos Deputados. Todas elas são ocupadas por democratas, e os dois senadores do Estado são democratas.

Uma tabela com números oficiais de agosto de 2018 mostra que o Estado tem 1.492.399 eleitores filiados ao Partido Democrata. O Partido Republicano tem 465.952.

O texto indica também alguns curiosidades. Na eleição presidencial de 1972, apenas o Distrito de Columbia e um único dos 50 Estados deu seus votos eleitorais a George McGovern, o candidato democrata que concorria com Richard Nixon: Massachusetts, é claro. Depois que Nixon renunciou, para escapar do que seria o inevitável impeachment pelos crimes do escândalo de Watergate, tornou-se muito popular a frase: “Não me culpem, eu sou de Massachusetts”.

***

Vejo o Estadão hoje e… Neca de pitibiribas. Nada. Niente.

Não me importa coisa alguma a minha cartinha não ter sido publicada. Não é isso.

O apavorante, o alarmante é que, se não houve correção, é porque o descuido não foi notado por ninguém na equipe de editorialistas, nem por ninguém na redação.

O descuido que não é notado por ninguém da redação vira um erro medonho. Espetacular. Jupiteriano.

Quando achava um erro horroroso no jornal, o dr. Ruy costumava chamar alguém, fosse o diretor de redação, fosse o editor de opinião, e dar um esporro descomunal. Enquanto dava o esporro, amassava um exemplar do jornal com as duas mãos, triturava o pobre coitado e o arremessava contra a parede.

Seguramente fez isso no túmulo ontem.

9/11/2018

Um comentário para “São Paulo é um estado majoritariamente petista”

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.