Dilma mente, a campanha de Dilma mente

Então ficamos sabendo, pela entrevista de Dilma Rousseff ao Jornal Nacional no dia 9 de agosto,  que o Brasil é um dos países com maior crescimento econômico do mundo, e ao mesmo tempo não cresce mais por culpa do governo FHC, que acabou há quase oito anos; que a inflação em 2003, quando Lula assumiu, estava “descontrolada” e o país vivia em instabilidade. E, de quebra, que a Baixada Santista fica no Rio de Janeiro.

E imediatamente começaram a pipocar nos blogs dos petistas ataques furibundos a William Bonner e Fátima Bernardes. Claro, claro: onde já se viu jornalista fazer pergunta? Coisa mais absurda, siô!

Está certo que, além das mentiras (ou “inverdades”, como se disse nos jornais do dia 10), dos tropeços, da gagueira, do sorriso forçado, Dilma não foi um desastre total, nem no debate da Band, nem nas entrevistas ao Jornal Nacional e ao Jornal das 10 da Globo. Assim propriamente um desastre total, não foi. Como disse um deputado do PMDB dilmista, Henrique Eduardo Alves: “Não foi uma derrota por nocaute, longe disso”.

Verdade. Não foi um desastre total, não foi uma derrota por nocaute. Como disseram vários colunistas e comentaristas políticos, Dilma demonstrou estar “bem treinada”.

“Bem treinada” é bacana. Supimpa. Dilma está bem treinada. Cachorros, cavalos, araras também podem ser bem treinados.

A candidata do lulo-petismo está bem treinada. Que legal. Mente, falta com a verdade, diz inverdades, diz falsidades – mas está bem treinada. Aleluia.

Em brilhante artigo no Globo do dia 11 de agosto, “Em nome dos fatos”, Miriam Leitão identifica e descontrói, uma a uma, as mentiras de Dilma na entrevista dada dois dias antes. “Inflação fora de controle quem enfrentou foi o Plano Real. O acumulado em 12 meses estava em 5.000%. Quando a inflação subiu em 2002, no último ano do governo Fernando Henrique, pela incerteza eleitoral criada pelo velho discurso radical do PT, ficou em 12%. Ela foi reduzida pelo instrumental que o PT havia renegado. Isso é a História. O resto é propaganda e manipulação.”

Aqui vai a terceira edição de um quadro com as mentiras e as asneiras de Dilma e de sua campanha. Peço ao eventual leitor que, se possível, me ajude a lembrar de outros casos que ainda não estão aí.           

            Dilma e sua campanha mentem

A data da mentira A mentira A realidade
9/8/2010, em entrevista ao Jornal Nacional Dilma afirmou, sem ficar vermelha de vergonha, que quando Lula assumiu, em, 2003, a inflação estava “descontrolada”. Como se sabe, o Plano Real, combatido e criticado pelo PT, controlou a inflação. Nos meses que antecederam a eleição de Lula, houve aumento dos índices em função dos temores do mercado de que o governo do PT promovesse mudanças na política econômica.
9/8/2010, em entrevista ao Jornal Nacional Dilma afirmou, sem ficar vermelha de vergonha, que o Brasil está entre os países que mais crescem no mundo Entre 2003 e 2009, cresceram mais que o Brasil, só na América |Latina, Panamá, Argentina, Uruguai, Peru, Venezuela, República Dominicana, Costa Rica, Colômbia, Honduras, Equador, Bolívia, Chile e Guatemala. Fonte: Cepal.
9/8/2010, em entrevista ao Jornal Nacional Lula disse que os ministros reclamavam para ele que Dilma os maltratava. Ela:“O presidente não falou em maltratar, o presidente falou que eu era dura.” William Bonner: “Não, ele disse isso. A senhora me perdoe, mas o discurso está disponível”.
9/8/2010, em entrevista ao Jornal Nacional Dilma afirmou, sem ficar vermelha de vergonha, que o governo Lula investiu R$ 270 milhões em saneamento na Rocinha. Estão programados para a Rocinha investimentos em saneamento no valor de R$ 80 milhões (30% do que disse Dilma) – e isso juntando verbas federais e estaduais.
5/8/2010, no debate da Rede Bandeirantes Dilma afirma que o salário mínimo teve aumento real de 74% no overno Lula, entre 2003 e 2010. O aumento real do mínimo no período foi de 53,67%, segundo dados oficiais do Dieese reproduzidos em O Globo
5/8/2010, em entrevista Dilma negou ter relação com a contratação pelo governo da mulher de Olivério Medina, membro das Farc. Documento assinado por Dilma autoriza a cessão funcional da mulher do membro da narcoguerrilha para a então Secretaria da Pesca
7/2010, em entrevista à TV Brasil “Nos EUA, quando um presidente democrata é eleito, todos os cargos de chefia e comando ocupados por republicanos são substituídos.” Mentira de Dilma. Como lembrou Elio Gaspari, Obama nomeou 7 mil pessoas, de um total de 15 milhões de servidores públicos.
Junho de 2010, em entrevista à Veja “Nós recebemos um governo sem estabilidade, com apenas US$ 36 bilhões de reservas. O endividamento do Brasil crescendo, a inflação ameaçando sair de controle.” Lula encontrou um país com economia estável, conforme reconheceu várias vezes o então ministro da Fazenda, Antonio Palocci, que manteve exatamente a mesma política econômica de FHC.
13/5/2010, no programa de TV que deveria ser institucional do PT e foi descarada e ilegal propaganda eleitoral de Dilma. O governo Lula, sob a coordenação de Dilma, levou eletricidade a milhões de brasileiros com o programa Luz Para Todos. O Luz para Todos, como diversos outros do governo Lula, teve origem em programa criado no governo FHC, o Luz no Campo. No governo anterior, o índice de casas com luz passou de 70% para 90%.
Maio de 2010, discurso na Câmara dos Vereadores de São Paulo. “Lembro muito bem o que era o governo de transição. (…) Este país estava com inflação descontrolada, de certa forma de joelhos, diante de sua dívida externa, de seu compromisso com o FMI.” Lula assumiu o governo em 2003 com inflação controlada, sistema bancário saneado, dívida externa equacionada, Lei de Responsabilidade Fiscal instituída, situação fiscal em ordem.
Abril de 2010 Foto de Norma Benguell em passeata contra a ditadura aparece entre duas fotos de Dilma no site da sua campanha. A intenção óbvia é dizer que Dilma esteve na passeata.  Flagrada na mentira óbvia, a campanha retirou a foto do site. 
31/3/2010, discurso de despedida da chefia da Casa Civil Empregos formais criados chegariam a “quase 12 milhões de postos” no final de 2010.Uma mentira de 1,6 milhão de empregos. Dados apresentados pela própria ministra e por Lula durante o lançamento do PAC-2 estimam fechar 2010 com 10,31 milhões de empregos formais.
29/3/2010, lançamento do PAC-2 Recursos da poupança saltaram de R$ 5,7 bilhões, em 2002, para R$ 44 bilhões em 2009.Uma mentira de R$ 10 bilhões. Segundo a Associação Brasileira de Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança, o montante de poupança em 2009 foi de R$ 34 bilhões.
Julho de 2009 Currículo de Dilma no site oficial da Casa Civil diz que ela fez mestrado e doutorado em Ciências Econômicas na Unicamp. Flagrada na mentira, Dilma admite, em 7/7/2009, que não concluiu nenhum dos dois cursos.

Dilma e sua campanha tropeçam

 

A data do tropeço O tropeço Pois é
9/8/2010, em entrevista ao Jornal Nacional Dilma põe a Baixada Santista no Rio de Janeiro Tadinha, isso acontece. Mas também, com os jornalistas fazendo pergunta… É natural um errinho, né?
21/7/2010 Fogo amigo: Marcelo Branco, um dos coordenadores setoriais da campanha, cobra ida de Dilma a debate marcado por quatro portais da internet para 26/7. Adversário bombeiro: em vez de aproveitar a oportunidade, a bola quicada, Serra também desiste de ir ao debate, que acaba cancelado, Marina criticando os outros dois.
7/2010, em entrevista à TV Brasil “E Guantânamo respeita os direitos humanos?” É a velha saída lulo-petista: se outros cometem crimes, por que nós e nossos amigos não podemos cometer também? 
16/7/2010, em comício na Cinelândia, no Rio, com a presença de Lula, Sérgio Cabral, e apenas 1.000 pessoas “Aqui nesta praça, no dia 10 de abril de 1984, houve a grande manifestação das diretas-já…” O comício pelas diretas-já no Rio foi junto da Candelária, e não na Cinelândia, no dia 18 de abril, não no dia 10.
8/7/2010 Dilma condena a oposição por tentar mudar o cálculo do reajuste do salário mínimo O relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias, responsável pela tentativa de mudança, é o senador petista Tião Viana.
20/5/2010 Comando da campanha de Dilma exige que Confederação Nacional de Municípios não exiba vídeo sobre prefeito de pires na mão em busca de verbas federais A censura prévia foi relatada em detalhes pela imprensa.
17/5/2010, em entrevista à CBN. “O Michel Temer é, sem sombra de dúvida, uma pessoa qualificada. É presidente do Senado e tem toda uma trajetória.” Ah, Senado, Câmara, não é tudo a mesma coisa?
12/5/2010, em entrevista à RBS. “O Irã não é uma civilização como a iraquiana. É um país com mais de 70 milhões de habitantes. Controla armas nucleares e tem posicionamento internacional expressivo na região.” Belo ato falho: “O Irã controla armas nucleares”. Seria bom contar isso para o chefe dela.
Início de maio de 2010, em entrevista em seu próprio site. “Em Vidas Secas está retratado todo o problema da miséria, da pobreza da saída das pessoas do Nordeste para o Brasil.” Enfim, o Nordeste independente. Pena que será preciso ter passaporte para visitar aquela terra maravilhosa.
Início de maio de 2010, em entrevista em seu próprio site. “É muito rica a experiência das lans houses” A novilíngua.
7/4/2010, em entrevista à Rádio Itatiaia de Belo Horizonte. “Como houve o ‘Lulécio’, (é possível que haja) a ‘Dilmasia’.” Ao defender assim uma aliança informal com o candidato do PSDB ao governo mineiro, Antonio Anastasia, Dilma deixou irritadíssimo o aliado PMDB, que quer a candidatura de Hélio Costa Em resposta, Hélio Costa, que espera ser o candidato da base aliada, PMDB-PT,sugeriu que os mineiros poderiam optar pelo voto ‘Serrélio” – em Serra e em Hélio Costa. 
6/4/2010, na mesma visita a Minas. Dilma visita o túmulo de Tancredo Neves, deposita flores; em artigo divulgado no dia 21/4, aniversário da morte de Tancredo, Dilma insistiu e publicou artigo elogioso a ele, na tentativa de atrair votos em Minas. Como todo mundo sabe, o PT não votou em Tancredo na eleição indireta, e expulsou os três deputados que votaram nele. O PT foi contra a transição democrática representada por Tancredo e não assinou a Constituição de 1988.

Dilma foge

A data O evento O que houve
14/7/2010 União Geral dos Trabalhadores (UGC), terceira maior central sindical do país, entrega aos candidatos sua relação de propostas Marina e Serra foram; Dilma não foi.
4/7/2010 Página de O Globo com espaço para os candidatos responderem à pergunta “Por que quero ser presidente” As respostas de Serra e Marina foram publicadas; o espaço reservado a Dilma ficou em branco; segundo o jornal, a candidata, procurada desde 10/6, não respondeu
Junho e julho de 2010 Série de entrevistas feitas por Miriam Leitão na Globonews com os candidatos à presidência Serra e Marina foram; Dilma não foi.
1º/7/2010 Sabatina promovida pela Confederação Nacional da Agricultura (CNA) Serra foi; Dilma e Marina não foram.
Junho de 2010 Sabatinas promovidas pela Folha de S. Paulo com os candidatos à presidência Serra e Marina foram; Dilma não foi.

Dilma não sabe o que prometer

O fato No programa E logo depois
Em 5/7/2010, a campanha de Dilma registrou no TSE as diretrizes de seu programa de governo. Defesa da tributação de grandes fortunas, da jornada semanal de 40 horas, do “controle social” dos meios de comunicação, da descriminalização de invasões de terras pelo MST O texto – rubricado por Dilma –  foi retirado e substituído por outro, em que não constam alguns dos temas apresentados horas antes. Dilma alegou que rubricou seu programa de governo sem ler. E, num atentado contra a lógica e a língua, disse que rubricar não é assinar.

Dilma promete o que o governo de seu criador não fez

A data A promessa A realidade
28/6/2010, no Roda Viva da TV Cultura de SP Dilma se comprometeu a zerar impostos sobre investimentos Ao longo dos sete anos e meio de governo Lula, a carga tributária sobre o setor produtivo só aumentou

Esta terceira edição postada em 10/8, com alterações em 11/8/2010.

Segunda edição postada em 5/7, com alterações em 8/7/2010 

1ª edição postada em 16/5/2010.    

26 Comentários para “Dilma mente, a campanha de Dilma mente”

  1. Muito bom esse quadro, Sérgio.Mas ele não vai ter fim.Só pra começar: falta a mentira do Luz Para Todos,que o governo FHC começou e que Lula seguiu.

  2. Que maravilha de texto, Sérgio! E ainda tem quadro comparativo com “pega na mentira”!
    Maravilha. Parabéns, tio.
    André Vaz, da sucursal de Curitiba

  3. Conselho sábio: “Ao imbecil, não se lhe tolha o ânimo…” (João Líbano).
    Um dia, a casa cai…

  4. Complementando: o texto é ótimo, o quadro, nem se fala – e concordo com o Sandro Vaia: não vai ter fim.

  5. Já que somos jornalistas aprendemos a colocar os fatos de ambos os lados. Você vai fazer um quadro assim do Serra também?

  6. Outro dia eu estava numa roda de amigos e uma colega me questionou: “mas você tem dados concretos contra o governo Lula?” Disse-lhe imediatamente: “não preciso deles, pois para isso basta acompanhar a mídia. Outra coisa, ainda que eu os tivesse,o problema maior que desqualifica seu governo e sua candidata está na questão moral,(o mensalão que o diga) e nessa aí não tem dados que os redimam.” Vou aproveitar e enviar esse quadro esclarecedor para ela e demais ingênuos(aqui é um eufemismo).

  7. Sérgio,

    muito bom te ler, sempre. Pena que o tema seja cada vez mais deprimente.
    Beijo
    Vivina.

  8. Caro Sérgio,
    gostaria de justificar meu último depoimento. É muito triste quando a gente deposita todas as esperanças num candidato e vê tudo cair por água. Eu votei em Lula e acreditei que ele corresponderia às minhas expectativas. A questão moral como falei acima foi determinante para o meu descontentamento. Como eu gostaria que fosse diferente! Mas não é. Vivina colocou muito bem quando disse que é deprimente ler essas coisas. Mas a culpa não é sua. É dele, daquele em quem repito, depositei minhas esperanças. Porém, acho que precisamos mostrar as falhas para que o erro não seja repetido. Vamos errar de novo? Pode ser que sim, mas ao menos tentamos não. Aqui vale uma citação de Mick Jagger tão criticado nessa copa, mas que só acertou mesmo sendo azarão: “I can´t get no satisfaction, but I try”

  9. Olá, Glória!
    Obrigado pelo esclarecimento. Compreendo agora sua posição. Você é umas centenas, milhares de pessoas que acreditavam no PT, até que o PT chegou ao poder e virou isso que está aí, o aliado dos Sarney, dos Jader, dos Collor.
    Bem, você tem a opção do PSOL, não é?
    Um abraço.
    Sérgio

  10. Meu caro Sérgio Vaz, estou aqui morrendo de pena de você. Você vai ter um trabalhão, como disse o Sandro! Vai trabalhar muito, hein, amigo? Por mais que você corra, Dona Dilma sempre vai estar à sua frente. Ela tem um desempenho espetacular – uma lambança por dia, no mínimo.

  11. Cacilda, Marchi, você tem toda razão: vou ter uma trabalheira doida, insana. A gente inventa sarna para se coçar, né?
    Grande abraço!

  12. Será que alguém já fez um quadro sobre as mentiras do Lula também? Esse deve ser quilométrico!!!

  13. o fato que foi narrado no blog eu acompanhei, pessoalmente, e fiz quase todos os comentários com as pessoas que estavam na sala de nossa casa, o mais absurdo é que na maioria das vezes as pessoas sem nenhuma informação assimilam a mentira como se fosse uma verdade, nascerá deste modo o novo Presidente do Brasil, boa sorte, para quem não é político….

  14. fala sério, classe alta ipócrita! vcs acham q o plano real foi um sucesso? só na vida de vcs!!! pode até estar funcionando agora más, com o FHC foi uma porcaria, ou vcs acham que pedir empréstimos de bilhões ao FMI semanalmente é estabilidade financeira? vão arrumar outro argumento para culpar o PT. dou uma dica… “traidor da pátria vende o brasil ao FMI” FHC

  15. Olá, caro amigo. Estava acompanhando seu quadro e com certeza é cada vez mais deprimente. O problema maior é que a maioria da população foi comprada com as bolsas gás… e não enxergam o que acontece ao seu redor.
    Hoje mesmo no horário político Dilma falou que a educação de São Paulo está por um fio. Acho que ela deveria pesquisar, pois moro neste Estado há alguns anos e fico muito feliz com a educação que minha filha está recebendo em colégio público. Se ela fala que está em risco deveria falar o porquê também pra ver se acorda esse povo, pois minha filha com 5 anos já lê e escreve.
    Sem contar o restante das mentiras revoltantes as quais descaradamente vem apresentando. Fico revoltada com tudo que escuto, inclusive com a mentira que fará mais de 6.000 creches. Meu DEUS, será que as pessoas não vêem que jamais se constrói mais de uma creche por dia? E muito mais mentiras deslavadas. Se for postar todas ficaria horas e horas.
    Abraços
    Ivonete

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.