Peixe podre

A inflação está alta porque morreram somente 670 mil pessoas de Covid. Se morressem mais brasileiros e brasileiras não teríamos nem inflação nem a economia estagnada. Chocante? Quem me permite fazer essa conclusão tem ao redor de 30% das preferências do eleitorado para a eleição presidencial de outubro – e este volume de crentes é ainda mais chocante.

Agora arvorado a juiz, o candidato proferiu a sentença para os seus admiradores esta semana, no cirquinho que montou desde o primeiro dia de governo na portaria do Palácio da Alvorada. Disse, estufando o peito e com empáfia, como doutor na matéria, que “a inflação é consequência do ‘ficar em casa, a economia a gente vê depois’”.

Estava dando a velha resposta esfarrapada e sem nenhum fundamento ao seu maior rival – a 1 ponto percentual e uns quebrados de vencê-lo no primeiro turno, no agregado das pesquisas presenciais –, que na véspera havia responsabilizado seu governo pela alta descontrolada da inflação.

A inflação subiu no mundo todo por causa da pandemia, mas aqui bateu recordes. No ano passado, foi a terceira maior do G20, o grupo das 20 maiores economias do mundo. Só Argentina e Turquia tiveram inflação maior que a brasileira. Também foi a terceira na América Latina, atrás somente de Venezuela (que não é do G20) e Argentina, dois países na mais aguda crise econômica há décadas.

O rival não disse nada de mais. Está em todas as estatísticas internacionais. Pior: o Brasil é um país que tem somente 3% da população do mundo e 11% de todas as mortes por Covid. E essa relação pode ser ainda pior, pois a subnotificação de casos é estimada em pelo menos 25% aqui. A letalidade no Brasil é enorme e deveria estar chamando mais a atenção do que a própria inflação. Não se pode “normalizar” a mortandade, como quer o inquilino do Alvorada, que tem o desplante de dizer que fez tudo certo, que seu governo vacinou toda a população e acabou com a Covid!

O cinismo tem limite. A crendice, no entanto, é ilimitada. Lamento que o STF não possa judicar nessa matéria, impondo limites apenas à liberdade de expressão. Autoridades não podem dizer o que lhes dá na telha. Infelizmente, o STF tem sido o único Poder a pôr freios nos absurdos. Não se vê no Congresso Nacional, salvo raras exceções, ninguém se alterar com a mentira, a enganação, a hipocrisia oficial. Virou carne de vaca. E com o preço da carne nas alturas.

Ficar em casa durante as piores fases da pandemia salvou vidas. Não causou nenhuma inflação. É uma idiotice. A inflação ocorre em todo o mundo porque a pandemia desorganizou as cadeias produtivas, faltaram e ainda faltam componentes por toda parte, a indústria parou por causa disso e os preços dos produtos industrializados dispararam. Os do agronegócio tiveram um choque de demanda e também dispararam. Não foi porque as pessoas ficaram em casa, mas porque o vírus atacou as pessoas e elas adoeceram ou morreram.

Em números, 516,6 milhões se infectaram e 6,28 milhões morreram, segundo a última atualização de Our World in Data.

Tem gente que tapa o sol com a peneira para vender seu peixe podre, e muita gente compra.

 

Nelson Merlin é jornalista aposentado, mas não tonto.

 

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.