O que a Globo ganha falando mal de Bolsonaro?

Por acaso quem faz esta pergunta também indagava o mesmo quando a Globo falava mal de Lula e do PT toda noite no Jornal Nacional?

Gritava Globolixo quando ela mostrava denúncias sobre o sítio de Atibaia, o triplex e os inúmeros vídeos de delações premiadas sobre o Petrolão e o Mensalão? Quando tornou famoso o japonês da Federal?

Reclamou contra a divulgação dos inúmeros vazamentos da Lava-Jato?

Condenou a apresentação do famoso vídeo do “Bessias”, responsável por impedir Lula de adquirir imunidade tomando posse como ministro?

E quando o JN fez centenas de reportagens abordando denúncias e prisões de figurões do PT e aliados? Ou quando ironizava as famosas “consultorias” milionárias de José Dirceu?

Perguntava o que a emissora ganhava divulgando as impactantes imagens de malas cheias de dinheiro?

E as denúncias sobre as falcatruas e as prisões de quase todos os governadores do Rio?

Esbravejou contra o Bonner durante a ampla cobertura dada às manifestações pelo impeachment de Dilma? Ou quando colocou Sérgio Moro e os procuradores entre as figuras mais famosas do Brasil na época?

Fazia coro com os petistas, chamando a emissora de PIG, após as reportagens sobre a devolução de milhões de dólares depositados em contas no exterior?

A Vênus Platinada deveria, patrioticamente, ter engavetado o vídeo com a comprometedora conversa entre Temer e Joesley Batista, da JBS, na garagem do Palácio do Jaburu?

E também as frequentes denúncias que fazia sobre as atividades suspeitas de Lulinha e outros filhos Lula?

Ou será que alguns olhos e ouvidos têm filtro e só conseguem enxergar e ouvir denúncias da Globo quando dizem respeito a Bolsonaro, seus filhos, esposa, ex-esposas, laranjas, mansões e dezenas de imóveis comprados com dinheiro vivo?

A Globo deveria cumprimentar Bolsonaro pelos os ataques ao regime democrático e os elogios a ditaduras e torturadores? Aplaudir os inúmeros obstáculos criados para boicotar a compra de vacinas e o incrível combate às medidas sanitárias adotadas no mundo inteiro?

Por fim, uma curiosidade minha: na opinião dos bolsonaristas, para comprar os 37 imóveis investigados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, além da mansão em Brasília, todos com parte do pagamento em dinheiro vivo, conforme consta das escrituras em cartório, Flavinho Bolsonaro levava as cédulas em malas com rodinhas, ou sem rodinhas?

Nota do administrador: O site Quora, de perguntas e respostas, publicou este texto de Luiz Carlos Toledo Pereira em outubro de 2021. 

A foto do alto é de uma manifestação do PT – uma prova clara de que, por fazer bom jornalismo, a Rede Globo é atacada tanto pela esquerda extremada quanto pela extrema direita.  

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.