Chegou a Brigada de Combate a Incêndios

Já que o porta-voz porta muito pouco a voz de Bolsonaro, e ele continua a falar pelos cotovelos (ou pelo intestino), alguém no Palácio teve uma boa ideia. Por que o presidente não lê as suas falas, escritas por um competente ghost writer? 

Tiveram que explicar bem para ele o que é isso, e dada a boa acolhida da idéia entre os generais palacianos, ficou de pensar. Mais tarde, reunido com a família, tocou no assunto. Não acabou de falar.

– ‘Xá comigo!  – disparou Carlos Pittbul, o filho mais novo.

A notícia de que o presidente já tinha um ghost writer – e quem era -, chegada logo cedo ao palácio, alarmou o generalato. Em pouco tempo, o general Mourão, o vice, conseguiu uma abordagem junto ao titular.

– Estão dizendo que…

– É isso mesmo.

– Mas…

– É um menino de ouro.

O general pensou que, se estivesse na ativa, colocaria aquele capitãozinho atrevido em seu lugar, pela desatenção. Mas seguiu conversando e conseguiu ajeitar um pouco a situação.  Como o menino poderia se enganar com alguma palavra, ou dado histórico, Mourão leria o texto de Carlos antes, e faria essas pequenas correções.  Bolsonaro lançou um olhar de desconfiança para o vice (com o que, mais uma vez, notou os cabelos tingidos dele), mas acabou concordando.

Não passaram duas horas, chegou o primeiro texto. No segundo parágrafo: “Esses deputados que dão entrevistas a essa imprensa desonesta, para tentar nos desestabilizar e impedir que façamos a reforma da Previdência, não passam de uma corja de PUFT – fez a carimbada que Mourão deu no papel.  Mais adiante carimbou um “vermes”, e continuou a leitura. PUFT… PUFT… PUFT PUFT.

O incidente pôs fim ao uso de ghost writer, mas sem melindres. O presidente não tinha mesmo gostado da idéia, relevou as carimbadas do vice.

– Não vou ler discurso nenhum. Quero falar tudo o que me vem à cabeça.

No dia seguinte formou-se a BCI, um grupo informal, integrado pelos generais em cargo de comando no governo. A Brigada de Combate a Incêndios entraria em estado de alerta quando o presidente começasse a falar. Assim que terminasse, sairia apagando as chamas. Nada muito diferente do que tem acontecido, mas buscando impedir que continue a se alastrar  pelo País e correr mundo.

Março de 2019

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.