Quer saber o que são fake news? Procure a imprensa estrangeira ou o PT

Ora vejam só, de repente descubro que confiar na imprensa estrangeira para informações sobre política – econômica ou não – dos países do Hemisfério Norte não é garantia de estar retransmitindo informações de confiança. Sou daquelas que dizia, enfática: deu no New York Times; li no The Guardian; está no The Times; como publicado no The Economist… Hoje, vejo que confiar cegamente nesses jornais e revistas é o caminho mais certo para o descrédito.

Em que me baseio para esse descrédito? Em certas manchetes como The Times, Inglaterra: “Bolsonaro promete alto cargo a juiz que aprisionou seu rival”; The New York Times, EUA: “Juiz brasileiro que condenou Lula aceita cargo no gabinete de Bolsonaro”; El País: “O juiz que encarcerou Lula aceita ser ministro da Justiça de Bolsonaro”. Se eu vivesse em Londres ou New York ou Barcelona, claro que acreditaria no que essas manchetes insinuam, ou seja, que Lula, o preso político, foi prejudicado pelo juiz Sérgio Moro.

Mas acontece que vivo aqui, que sou muito interessada em política, que leio tudo que me cai às mãos e que sempre li os melhores jornais e revistas estrangeiros em busca de notícias sobre os EUA ou sobre a Europa. O que me deixou muito preocupada… Onde mais posso me informar sobre o que se passa na Inglaterra, nos EUA, na França? Como acreditar nesses jornais se o que eles dizem sobre o Brasil é tão inverídico?

Lula foi investigado, julgado, condenado pelo juiz federal Sergio Moro. Seus advogados entraram com recurso contra essa condenação no Tribunal Regional Federal-4, onde os três desembargadores da 8ª turma, além de rejeitar o recurso, ainda aumentaram a pena de Lula. Foi preso. Recorreu ao STF com um pedido de habeas corpus, que lhe foi negado. Um preso político com direito a tantos recursos? Onde? Aqui neste Brasil onde não há presos políticos e sim presos ficha suja?

Mas não é só a imprensa estrangeira que inventa adoidado. A presidente do PT, partido que se alimenta de fake news, disse ontem: “Moro será ministro de Bolsonaro depois de ser decisivo pra sua eleição, ao impedir Lula de concorrer. Denunciamos sua politização qdo grampeou a presidenta da República e vazou pra imprensa; qdo vazou a delação de Palocci antes das eleições. Ajudou a eleger, vai ajudar a governar“.

Moro impediu Lula de concorrer? Ou foi o próprio Lula e sua desmedida ganância que o levaram a parar numa cela em Curitiba.

Como cidadã brasileira, louvo o juiz Sergio Moro que vai sacrificar uma carreira de 22 anos na magistratura para ocupar um Ministério que vai ajudá-lo a defender e salvar a Lava-Jato que, desde que Lula foi preso, andava correndo o perigo de ser dizimada. O Brasil agradece!

Este artigo foi originalmente publicado no Blog do Noblat, na Veja, em 2/11/2018. 

Um comentário para “Quer saber o que são fake news? Procure a imprensa estrangeira ou o PT”

  1. Eu estou muito longe do Brasil e não tenho grandes conhecimentos da vossa política.
    “Juiz brasileiro que condenou Lula aceita cargo no gabinete de Bolsonaro” ou “O juiz que encarcerou Lula aceita ser ministro da Justiça de Bolsonaro” parecem observações correctas.
    Sérgio Moro não fica muito bem na fotografia.

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.