89 milhões não votaram em Bolsonaro

É absolutamente impossível saber quantos dos 57,7 milhões de votos em Jair Bolsonaro foram só para rejeitar o PT, nem quantos dos 47 milhões de votos em Fernando Haddad foram basicamente por medo do ex-capitão admirador da ditadura. Sabe-se apenas que foram muitos. Centenas de milhares. Milhões.

Pesquisa Datafolha divulgada no sábado, véspera da votação do segundo turno, mostrou que 45% dos eleitores rejeitam Bolsonaro. E 52% por cento rejeitam Haddad.

Os números exatos de quem votou num por rejeitar o outro jamais serão conhecidos, é claro. Mas eu quis reunir aqui os números objetivos, os que dá para contar, e foram apurados pelo TSE.

Não, não vou fazer considerações a respeito desses números. Só quis registrar.

Total de eleitores 147.306.294 (*)
Brancos 2.486.593 2,14%
Nulos 8.608.105 7,43%
Abstenções 31.371.704 21,30%
Total de não votos 42.466.402  
Votos válidos 104.838.753 90,43%
Votaram em Bolsonaro 57.797.647 55,13%
Não votaram em Bolsonaro 89.508.647  
Votaram em Haddad 47.040.906 44,87%
Não votaram em Haddad 100.265.388  

 

(*) Percentuais do total de votos válidos, apenas.

31/10/2018

Um comentário para “89 milhões não votaram em Bolsonaro”

  1. No pós 2º turno Eleições 2018, parece que após a experiência Eleições 2014, Impeachment da 1ª presidenta do Brasil, nas buscas de dados simples sobre parte do eleitorado brasileiro que votou ou não, GOSTEI DO SEU TEXTO, uma manchete que chama a atenção, mas com subtítulo que mostra seu olhar dos dois lados. FICA UMA OBSERVAÇÃO: Os autores ficam virtualmente mascarados mais do que nas redes sociais. Quem é o autor? Um link que direciona para outros textos deste link!

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.