E se Dilma imitar Cristina?

Passou pela minha cabeça hoje uma coisa apavorante.

Muito provavelmente é loucura. Não vai acontecer. Mas pensei em registrar.

Espero que esteja registrando apenas um pensamento louco. Mas temo demais que não seja.

Passou pela minha cabeça que o governo Dilma vai se dedicar agora a maquiar os índices de inflação. Afinal, eles já fazem tanta maquiagem nas contas públicas…

Na quarta, 29 de maio, o dia em que o IBGE divulgou mais um pibinho, os ridículos 0,6% de crescimento no primeiro trimestre, Guido Mantega declarou que o governo não pretende adotar novas medidas de estímulo ao consumo e ao investimento.

É uma mudança radical. Desde que Dilma assumiu o governo, a cada mês anunciam-se novas medidas – tortas, sem sentido, ineficazes, é verdade – que pretendem estimular o consumo e o investimento.

Na mesma quarta-feira, o Copom, por unanimidade, fez o que já deveria ter feito faz tempo: aumentou os juros, para tentar frear a inflação.

De repente, depois de dois anos e tanto fazendo o que Dilma manda, o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, ficou macho, e resolveu peitar a mulher?

Hum… Difícil acreditar nisso.

Diz matéria do Globo desta sexta-feira, 31 de maio, assinada por Martha Beck, Danilo Fariello e Henrique Gomes Batista:

“De olho nas eleições presidenciais, o Palácio do Planalto quer que a equipe econômica trabalhe agora com foco em 2014. No dia seguinte à divulgação do pibinho de 0,6% no primeiro trimestre e à alta dos juros anunciada pelo Banco Central para segurar a inflação, a ideia é que a presidente Dilma Rousseff consiga mostrar no próximo ano um cenário com cada vez menos chances de se concretizar neste: crescimento elevado e inflação baixa. Isso embora as últimas previsões da Fazenda tenham sido sempre mais otimistas que a realidade, o que amplia a desconfiança com a economia.”

***

Humm…

Repito: deve ser uma loucura o que me passou pela cabeça. Tomara.

Não, o Brasil não é Argentina, não é Venezuela, não é Bolívia, não é Equador.

Não, o governo não vai ter coragem de mexer nos índices de inflação. Não vai jogar no lixo a respeitabilidade do IBGE. Não vai falsear os índices.

***

E no entanto…

Se Cristina Kirchner faz, e Dilma sorri tanto quando se encontra com a tenebrosa bruxa, por que não tentar?

Este é um governo que acha que manda. Acha que manda no Congresso. Pois a ministra da Casa Civil não disse ao presidente do Senado (e aqui não importa se o cara é um bandido; o cara é presidente do Senado) que não precisava dele, que ela resolveria tudo com a assessora parlamentar do Ministério de Minas e Energia?

Este é um governo que acha que manda em tudo. No Congresso. Na economia. Pois não é dado à contabilidade criativa? Não barafunda todas as contas públicas, achando que ninguém vai perceber?

Este é um governo que se acha poderoso. Dilma deve seguramente ter toda a certeza do mundo de que, se quiser, se lhe der na telha, manda uma MP para o Congresso revogando bobagens como a lei da gravidade, a  lei da oferta e da procura.

Dilma acha que pode domar a inflação no laço, ligando para governadores e prefeitos e mandando segurar as tarifas do transporte público.

Dilma no fundo acha que inflação é bobagem, que o importante é o país crescer, a inflação que se dane.

Mas alguma coisa parece ter mudado nesta semana.

Alguém de bom senso (seria o Palocci?) deve ter soprado para a presidente que com a inflação do jeito que está periga ela não se reeleger.

Dilma não se reeleger é um perigo gravíssimo para milhares e milhares e milhares de petistas que estão mamando nas tetas gordas da Viúva e que, se o PT por acaso perder a eleição de 2014, ficarão irremediavelmente sem as tetas gordas da Viúva e sem emprego qualquer, pois não têm qualificação alguma para fazer qualquer coisa a não ser mamar nas tetas gordas da Viúva.

Alguém deve ter soprado para ela que é bom mudar o andor que o santo é de barro.

E então agora o negócio é combater a inflação.

Mas como são todos esses caras da equipe econômica uns incompetentes, que não sabem coisa alguma, que outro jeito há, a não ser kirchnerizar os índices de inflação?

***

Espero que isso que me passou pela cabeça seja loucura total. Rezo para que seja.

Mas não sei, não…

Registro, então, aqui meus temores. Se for loucura da minha cabeça, agradecerei aos céus.

31 de maio e 1º de junho de 2013

Um comentário para “E se Dilma imitar Cristina?”

  1. DILMA E O SEU MUNDO VERMELHO ESTÃO PERDIDINHOS DA SILVA…CUIDADO! DE NOVO SILVA,NÃO.

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.