Primavera!

A primavera chegou nesta terça-feira, dia 22, no Hemisfério Sul. Não houve explosão de flores, pássaros cantando, borboletas esvoaçantes, a natureza em festa, porque isso só acontece em desenho animado.

Mas sempre é a Estação das Flores, bem-vinda depois dos mau-humores do inverno. Para algumas pessoas, como este que voz escreve, há sempre razão para melhora de ânimo e esperanças.

Os meteorologistas trabalham com um horário para o início (como para o fim) da estação, mas sem rigor científico. Quem cuida desta parte são os astrônomos, que se entendem com fenômenos como o equinócio, e estabelecem horários rigorosos.

Equinócio, que vem do latim, significa que o dia e a noite têm a mesma duração. Tal como acontece em nosso País, no primeiro dia da primavera. Só por curiosidade, no inverno ocorre um outro fenômeno, o solstício de inverno, quando temos a noite mais longa do ano. Enquanto no solstício de verão surge a mais curta do ano.

A primavera pode começar também no dia 23.  Mas este ano tinha que chegar na terça-feira, dia 22, às dez horas e trinta minutos. Que fatos nos esperavam, por essas horas, para ingressarmos na bela estação? O que nos oferecia a televisão? O discurso de Bolsonaro na ONU! É muito azar.

Setembro de 2020

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.