Turismo na Estação Espacial

Em busca de assunto ameno, assim que iniciamos os trabalhos à frente de uma bebidinha e uns tira-gostos, começo a falar do turismo na Estação Espacial Internacional, que a Nasa programa para 2020.

Busco amenidade, para evitar falar nele (sabem quem, né?) e na mancada do dia, que agita a política, o País, e nos tira o humor. Então, digo para Dena:

– Eu não viajaria para essa estação espacial, nem que me pagassem os 35 mil dólares da passagem. E você?

Respondeu que também não, e emendou:

– Vamos mandar o Bolsonaro e o Trump.

Taí. Ótima ideia. Já imaginou o Bolsonaro e o Trump indo pro o espaço?

Com isso a conversa desceu à Terra. Já que falamos em Bolsonaro… Imagine o susto que deu no Paulo Guedes ao falar, na viagem à Argentina, na criação da moeda única do Mercosul , assim, como se fosse para amanhã. O ministro deve ter caído da cadeira. Como sabemos, tem o projeto, para quando os países do bloco ajustarem sua economia – talvez nunca.

A moeda se chamaria Peso-Real. O correspondente da Globo News  em Buenos Aires, Ariel Palácios, pensou em um nome melhor. Como a Argentina está no Sul do Continente, a parte portenha da moeda poderia se chamar Sur. O que daria em Sur-real.

Se for lançada algum dia, nada mais justo que a efigie da cédula de maior valor tenha impresso o rosto de um brasileiro que se destacou nos nossos tempos: Olavo de Carvalho.

Junho de 2019

 

 

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.