A Espécie Humana. Capítulo 59

entramos.

quer subir pra dormir?

quero dormir ali, onde estava o vovô.

deito-o e o cubro. um beijo na testa.

já é outro ano, filho.

témanhã, pai.

está tudo bem?

sim. pelo menos eu conheci o vovô. mas parece que alguma coisa dói dentro de mim.

outro beijo.

venha pro meu colo, digo, sentando-me. ele se aconchega e eu canto, baixinho, sem violão, a canção que compus um dia para ninar toda gente:

.

dorme, dorme, mãe,

dorme no meu braço;

dorme que eu velo

pelo teu cansaço.

.

dorme, dorme, pai,

dorme em minha mão;

dorme que eu vigio

tua aflição.

.

dorme, dorme, amigo,

dorme em meu calor;

dorme que eu mitigo

um pouco tua dor.

.

dorme, companheira,

em minha constância;

dorme que eu corrijo

a nossa distância.

.

dorme, dorme, filho,

no meu coração;

dorme que eu te quero

mais que filho, irmão.

.

dorme, dorme, ausente,

em qualquer cidade;

dorme que eu te acordo

com minha saudade.

.

dorme, meu amor,

no meu abandono,

dorme e me carrega

dentro do teu sono.

.

quando sinto que ele dorme, ajeito-o sobre as almofadas, cubro-o e me levanto. acendo o lampião. o saco de viagem de meu pai está sobre a mesa. parece vazio. quando o pego, olhando distraído para o espelho, percebo que o morceguinho desceu novamente até o presépio.

a vida adorando o mito!

e as vozes maravilhosas de Monteverdi esbanjando estrelas sonoras no seu Magnificat…

enfio a mão no saco de viagem e tiro um pequeno bloco de papel.

o morceguinho começou a voar pela sala. coloco o lampião perto das almofadas, sobre uma banqueta. ajeito-me e me cubro, encostando-me aos pés do menino. o morceguinho vai e volta em seus vôos de linhas quebradas. curvo-me e, sem me levantar, abro a porta. ele ainda vem e vai mas num repente se dirige à porta e desaparece.

adeus, criaturinha da vida.

não o reverei jamais.

começo a leitura.

A Espécie Humana, romance de Jorge Teles, está sendo publicado em capítulos.

Para ler o capítulo anterior.

Para ler a partir do capítulo O.

Continua na semana que vem.

 

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.