A Espécie Humana. Capítulo 9

alguém me tocou no ombroacordei cheio de suor 

você está tendo um pesadelo?  não pára de roncar e de chiar!, falou meu pai.   

sentei-me na cama 

acho que sonheio barulho era muito feio?

pô!, eu fiquei até com medo!  falou o menino 

de repente os três soltamos fortes gargalhadas 

será que falta muito pro dia?, perguntei 

você ontem não cantou pra eu dormir, falou o menino 

não reparou que eu pus um disco?

qual?

o carnaval, de Schumann 

ah…  e falou a seguir:

será que falta muito pro dia?

há um morcego voando no cômodo lá em baixoo velho 

uau!  vou ficar com a cabeça coberta 

não tenha medo, filhoé um morceguinho que mora atrás do espelho 

ele vive aqui dentro?

sim!  amanhã eu te mostro 

deitados, tentamos dormir de novomas apenas nos mexíamos dentro da mesma insônia 

será que falta muito pro dia?, perguntou o velho 

o silêncio e o calor das cobertas foram aquietando nossos corpostentava fixar a atenção em algo, mas, tal houvesse uma figura dentro da minha cabeça, e não um pensamento, a forma dançava lenta ante meus olhos e se desmanchava num tipo de vácuofiz um tremendo esforço e pedi:

filho, fale mais dos homens 

e ele:

A Espécie Humana, romance de Jorge Teles, está sendo publicado em capítulos.

Leia o capítulo anterior.

Leia o capítulo O.

Continua na semana que vem.

2 Comentários para “A Espécie Humana. Capítulo 9”

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.