Arquivos do Rótulo: Política

Aos infiéis, os milhões

Começou na quinta-feira e vai até 7 de abril o leilão eleitoral que deve arrematar mais de 50 dos 513 deputados federais e uma centena dos 1.024 estaduais do país. Ainda que amparado por lei, aprovada pelos próprios beneficiários no ano passado, o troca-troca é um dos absurdos do sistema brasileiro. Um desrespeito desmedido ao eleitor. Ler Mais »

As brotoejas da esquerda

Segurança é um daqueles temas capazes de provocar crises alérgicas em parte da esquerda brasileira, dada a sua dificuldade histórica em abordá-lo. No poder, ou fora dele, deixou-se enredar por uma cultura permissiva focada mais na “explicação” das “causas sociais” e na preocupação com a “violência policial” do que no combate ao crime organizado propriamente dito. Ler Mais »

Sempre eles

Corre-se atrás do novo, busca-se um outsider, fingem-se mudanças. Mas, 24 anos depois da primeira vitória de Fernando Henrique Cardoso sobre Luiz Inácio Lula da Silva, o ativismo dos dois ex-presidentes é um dos poucos tônicos que animam a política. Para o bem ou para mal. Ler Mais »

C.q.d. E agora o compilador descansa

C.q.d. Melhorou – e agora descanso. Ler Mais »

Melhorou mesmo. Acabou a recessão

Agora é oficial: acabou a recessão.

O Produto Interno Bruto do Brasil cresceu 1% em 2017, segundo o IBGE divulgou na quinta-feira, 1º/3. Ler Mais »

A cegueira ideológica contra a intervenção

No meio de tantas demonstrações de insensatez, insanidade, ignorância ou má-fé a respeito da intervenção federal na segurança do Estado do Rio, dois textos publicados nestes últimos dias confortam com análises lúcidas, calmas, claras. Ler Mais »

A contemporaneidade de FHC

Odiado pelos extremos regressistas – e nem sempre compreendido por seus companheiros de partido – o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso é um dos poucos políticos brasileiros capaz de enxergar além do nevoeiro que turva nossos olhos. Intelectual e político atento, é figura obrigatória a ser ouvida por quem quiser entender as intensas transformações que varrem o mundo. Ler Mais »

O novo JB chega com ginástica mental

A volta do título Jornal do Brasil às bancas é em princípio um fato positivo, que deveria ser saudado e festejado por todas as pessoas de bem, todos os cidadãos que apreciam a democracia. Ler Mais »

Avançar para trás

Regras eleitorais perfeitas são raríssimas ou simplesmente utópicas. Isso vale para todas as partes do mundo. No Brasil, elas são perversas: parecem servir apenas para perpetuar oligarquias, inibir a participação popular e a renovação. Ler Mais »

O lulo-petismo a tudo avilta

“La derecha, a todo lo envilece.”

A direita avilta tudo – mas em espanhol fica mais bonito. Envilece! Que palavra forte, poderosa. A direita a tudo avilta, a tudo desonra. A direita a tudo transforma em coisa vil. Vil. Má. Pestilenta. Ler Mais »

A voz mais lúcida

Democracia implica necessariamente em tolerância com o diferente. É preciso sempre ouvir o outro.

Ser progressista é uma visão de mundo, uma visão moderna, de quem entende as profundas mudanças pelas quais o mundo está passando. Ler Mais »

Caixa de marimbondos

A Lei da Anistia de 1979 foi uma obra de engenharia política e amplo consenso que contribuiu para a pacificação nacional. Os militares recuaram organizadamente para os quartéis, dedicando-se exclusivamente às suas funções constitucionais e profissionais, e o Brasil pode concluir sua transição democrática. Ler Mais »

O vampirão acabou com a recessão

O tom é mais ou menos assim: é um governo pavoroso, um horror, um nojo, o pior do mundo, nunca houve nem haverá outro tão horrível – mas, diabo, que droga, infelizmente é preciso admitir que ele melhorou a economia. Tirou o país da recessão em que o lulo-petismo o enfiou!  Ler Mais »

Viva a ditadura

Abaixo a ditadura. A causa que uniu as esquerdas latino-americanas na segunda metade do século passado já havia se perdido quando o encantamento por Cuba cegou os que escolheram aplaudir os desmandos de Fidel Castro. Agora, diante da tirania venezuelana, foi enterrada de vez. Pior: substituída por “vivas”. Ler Mais »

Tinha mesmo que fazer a intervenção

É correta a decisão do governo Temer de promover a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro. Ler Mais »