É fogo!

É fogo 1!

Nesta semana, em meio a muito fogo, o presidente lança um fumacê sobre as ONGs da Amazônia, e uma enorme nuvem preta paira sobre os céus do Brasil, com repercussão internacional. Continue lendo “É fogo!”

Escatologia!

Depois de passar a semana ouvindo essa palavra por parte de críticos do presidente da República, fui pesquisar sua origem no Google só pra me certificar. Descobri dois significados diferentes para “escatologia” no dicionário Priberam. (Me lembrei agora do Aurélio. Que fim deu ele?) Continue lendo “Escatologia!”

Conto de Fodas!

Era uma vez (só pra esclarecer, esse era uma vez aconteceu nestes últimos dias) um rei, digamos, um tanto ou quanto excêntrico, pra não dizer mandão, machista, ditador, e mais alguns outros apelidos pouco recomendados para o horário, lá da longínqua Tailândia, fez uma cerimônia para oficializar sua amante como consorte real. Continue lendo “Conto de Fodas!”

Não falta assunto no botequim

Nos tempos de Fernando Henrique Cardoso a conversa nos bares depois do trabalho era uma chatice. O presidente não atacava ninguém, não anunciava que ia intervir em questões banais, não via garras comunistas em órgãos técnicos, não saía a pé do Palácio… Não ia, dia sim dia não, a um evento oficial ou de outra natureza, e ficava de boca fechada. Continue lendo “Não falta assunto no botequim”

Strike!

Noite de quinta-feira de um dia cheio de afazeres, sem tempo para pesquisar, sem tempo para escrever e sem vontade de comentar as idiotices expelidas durante a semana pelas nossas “otoridades”, mas preocupada em produzir um texto pra não deixar meu editor na mão. Continue lendo “Strike!”

Não tem texto!

Essa semana não tem texto!

Resolvi tirar uma folga da cozinha, das coisas que me cansam e vim com as meninas pra praia. Pretendo passar o fim de semana comendo hambúrguer em vários lugares diferentes e assim, quem sabe, conhecer de perto todos os possíveis futuros embaixadores do Brasil. Continue lendo “Não tem texto!”

Tem alguém vivo aí?

César, meu neto, treze anos recém completados, segurava uma arma poderosa, na sala de seu apartamento. A arma, na verdade, estava na tela da tevê. O que César tinha nas mãos era um controle; nos ouvidos, fones. Mas era como se segurasse a arma, pois ela executava todos os movimentos, e disparava rajadas, num cenário de batalha. Continue lendo “Tem alguém vivo aí?”

Impeachment, não. Interdição

Acho um absurdo quando alguém fala em impeachment de Bolsonaro. Este é o remédio para governantes preparados, com grande capacidade de ação, mas que a utilizam para o mal. O presidente, para começar, é imaturo. Diante de problemas prementes, inadiáveis, preocupa-se com minudências como pontos na carteira de motorista. Continue lendo “Impeachment, não. Interdição”

Bolas fora!

ASTRONAUTA

Não tem uma semana em que a turma lá de cima não chute a bola pra fora do gol. O nosso presidente gosta mesmo de aparecer na mídia, e não se importa se parece ridículo aos olhos dos que não babam pelo bolsonarismo. Continue lendo “Bolas fora!”

E se o Borba Gato ganhasse vida?

Cuidado. Contém besteirol.

Começou com um WhatsApp que mandei para Yara, minha irmã, manicure e pedicure no Guarujá. O retorno veio em segundos: “Estou acabando um pé e já respondo”. Ora, replico, Michelangelo também pode ter dito isso a quem o interrompeu enquanto esculpia o David. Continue lendo “E se o Borba Gato ganhasse vida?”