Uma no Cravo, outra na Ferradura!

Foi o que fez o nosso ilustre presidente nesta semana.

Depois de ter dado uma martelada errada na ferradura, interpretando maldosamente a declaração do Tedros Adhanom, o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), apareceu pouco depois, em cadeia (não, não aquela) nacional com um pronunciamento que beirou o equilíbrio emocional e, quase, a lucidez. Continue lendo “Uma no Cravo, outra na Ferradura!”

O amor nos tempos do coronavírus

Uma janela de décimo andar é um bom lugar para um sujeito aborrecido se apoiar nos cotovelos e apreciar a paisagem. O duro é que nada muda na paisagem. Fazia já duas semanas que se isolara para fugir do vírus. Nem mesmo na vizinhança havia novidade. Em um prédio, um pouco distante, via uma mulher à janela. Sempre a mesma, na mesmíssima janela. Continue lendo “O amor nos tempos do coronavírus”

Anotações de um confinado

Se minha situação fosse de preso na penitenciária, teria uma pequena vantagem. A leitura de livros abate tempo de pena. Livros, tenho. Mas o tempo de reclusão está nas mãos de nossas autoridades da área de saúde. Bem, espicho o olho para os mirrados salvados da mudança de minha casa para um apartamento. Continue lendo “Anotações de um confinado”

Manicômio!

Procurando ainda as palavras para definir a situação em que se encontra o mundo e, especialmente, a situação em que o presidente Jair Bolsonaro colocou o Brasil depois do seu pronunciamento da última terça-feira, mas não encontro. Continue lendo “Manicômio!”

Virulência!

Eita semaninha infectada essa!

O Coronavírus, que não passava de uma fantasia até a terça-feira passada na cabeça do nosso presidente, está se transformando numa poderosa arma destruidora de vidas e, ao que tudo indica, de neurônios também, pelo tanto de besteira que se tem ouvido e visto por aí. Continue lendo “Virulência!”

Anotações de um confinado

Aqui, dentro do meu quarto, estou protegido. O vírus me espreita lá fora, na rua. É um quarto pequeno, para solteiro. Nele estão um  armário de roupas, a cama. Ao lado do armário, um bureau, que ganhei do meu pai quando tinha quatorze anos. Abre a parte de cima, para a gente poder escrever (na debaixo estão meus livros prediletos). Continue lendo “Anotações de um confinado”

Pandemônio!

Contrariando os experts do mundo todo que defendem que o tal Corona é só mais um virusinho sem importância, causador de uma gripezinha comum, ou de uma tossezinha à toa, os números atuais de doentes e de mortos acometidos pelo bichinho já estão apavorando. Continue lendo “Pandemônio!”

Que Deus (ou Darwin) nos Acuda!

O que explica melhor a vida neste planeta? Criacionismo ou Darwinismo?
O Criacionismo defende que tudo que está aqui teve o dedo de uma força divina maior. De acordo com essa teoria a tartaruga, por exemplo, é só mais um ser criado por Deus, que também criou todos os outros seres que habitam a Terra, que aliás já era redonda e segue sendo redonda, certo olavos e olavetes? Continue lendo “Que Deus (ou Darwin) nos Acuda!”

O furo da telefonista do jornal

Duas horas da madrugada. Os jornalistas que cobrem a guerra da Nicarágua vêem a porta de um salão se abrir, no Hotel Intercontinental, em Manágua, e já imaginam o que está para acontecer. Políticos que terminavam uma reunião anunciam que um deles é o novo presidente da República. O que interessava: Anastasio Somoza havia deixado o poder, depois de 42 anos de ditadura. Continue lendo “O furo da telefonista do jornal”

Pra Tudo se Acabar na Quarta-feira!

E quem disse que acabou?

Os foliões deixaram os salões e avenidas, mas o nosso Rei Momo — magro de físico e de ideias — resolveu botar seu bloco pra sambar nessa terça-feira gorda, com um vídeo convocando os foliões remanescentes para ir às ruas, numa espécie de micareta ou algo parecido. Continue lendo “Pra Tudo se Acabar na Quarta-feira!”

Saúde é o que interessa!

Nunca fui muito chegada em exercícios físicos, embora saiba dos benefícios à saúde que eles nos oferecem. Pelo menos é o que dizem. É só ir ao médico que ele te manda caminhar (verdade que também te manda parar de fumar, mesmo que você não fume). Continue lendo “Saúde é o que interessa!”

Só vai quem ainda não morreu

Morávamos quase na esquina de uma agradável avenida de Guarulhos, que corre ao lado do  bosque municipal. Trânsito moderado, uma grande paz. Caminhava-se pela calçada, ao lado do bosque, ouvindo o trinar dos pássaros. A idade nos tirou de lá (casa tem escada), e colocou em um apartamento. Ainda bem! Continue lendo “Só vai quem ainda não morreu”

Curtas e Grossas!

Como costumo usar esse espaço para comentar os assuntos que deram mais tititi nas redes sociais, pensei até em deixar de escrever essa semana pra não passar mal diante dos temas nojentos que circularam pela telinha. Continue lendo “Curtas e Grossas!”

O cara não passeia – viaja a trabalho!

Soube de fonte fidedigna (Mary Zaidan, a mulher dele) que Sérgio Vaz anda sem vontade de viajar.  Estranhei… quem não gosta de sair um pouco de casa e desfrutar as delícias de novos ares em plagas (perdão) distantes? Em dado momento percebi tudo. O que acontece com Sérgio Vaz é que ele não é um turista, um viajante, um itinerante – ele é um enviado especial. Vai a trabalho. Continue lendo “O cara não passeia – viaja a trabalho!”