A Blitzkrieg dos ideológicos

Os tanques da ala ideológica do governo Bolsonaro avançam em todas as áreas a uma velocidade que faria inveja às divisões panzer do general Heinz Guderian. O movimento de pinça é comandado diretamente pelo presidente ou por seus filhos interpostos. Continue lendo “A Blitzkrieg dos ideológicos”

Onde ele está com a cabeça?

Concluí recentemente que comprar em feiras-livres é arriscado. Isso de compre um jiló e leve três. E, de quebra, um abacaxi. E se for mercadoria ruim? Em política pode ser ainda pior. Compre um Bolsonaro e leve quatro. E ganhe um Olavo de Carvalho. Continue lendo “Onde ele está com a cabeça?”

Para não ser a Argentina amanhã

No momento em que o céu anuviou na economia, convém ao governo olhar atentamente para a Argentina. Para não cometer os mesmos erros de Maurício Macri. No início de seu mandato o presidente argentino adotou uma estratégia de reformas a conta-gotas. Com isso, não debelou a inflação e interveio no câmbio por meio de uma maxidesvalorização.  Teve de pedir socorro ao FMI, inclusive para fazer frente a despesas correntes. Continue lendo “Para não ser a Argentina amanhã”

O maior problema do Brasil tem nome

Está tudo muito ruim no país, mas nesta terça-feira houve impressionantes, fortíssimos fatos. O Judiciário atuou, e atuou bonito: por unanimidade, o STJ, Superior Tribunal de Justiça, manteve a condenação do ex-presidente Lula pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá. Continue lendo “O maior problema do Brasil tem nome”

Abusos em série

Todo abuso gera consequências desastrosas, terríveis, por vezes fatais. Do político que rouba ao policial que mata “por engano”, da criação do inimigo invisível ao crime de ódio, do acusador sem provas ao juiz que paira acima da lei. É nessa espiral de exorbitâncias que o país está metido. Uma tragédia de erros que ameaça a ordem institucional, prenunciando um futuro sombrio se não vier um rápido freio de arrumação. Continue lendo “Abusos em série”

“A imprensa é essencial para a chama da democracia”. Quem disse isso?

Pois foi ele mesmo, o capitão que até pouco tempo vivia a criticar a Imprensa, especialmente quando as notícias não lhe eram favoráveis. E como nestes 100 primeiros dias de governo notícia favorável ao governo Bolsonaro era uma raridade, ele estava sempre incomodado. Ou o capitão, ou seus garotos, estavam sempre a fazer comentários desabonadores contra a Imprensa que registrava as tolices, as parvoíces e os preconceitos que fazem parte da alma do presidente e seus descendentes. Continue lendo ““A imprensa é essencial para a chama da democracia”. Quem disse isso?”

Curtas!

Semana mais do que Santa nos acontecimentos por aqui.
 Deputados e Senadores, por conta dos privilégios dados a parlamentares, aproveitam a semana que para eles já é santa desde quarta-feira, só voltam a trabalhar semana que vem. (Isso se seus intestinos não ficarem afetados pelo consumo excessivo de ovos de Páscoa). Continue lendo “Curtas!”

Bolsonaro precisa de várias assessorias de imprensa

Bolsonaro tem que entender que só está no comando do navio, não é o dono dele. (Me veio um arrepio, lembrei do Titanic.) E precisa urgentemente melhorar sua comunicação com a Imprensa, o que significa com a população. Não é só falar com a turma pelas redes sociais. Continue lendo “Bolsonaro precisa de várias assessorias de imprensa”