Que fantástico talento para mentir tem o PT

Se o PT fosse tão competente para governar, administrar, quanto é para agitar e propagandear, mentir, falsear, escamotear a verdade, juro que eu seria um eleitor fiel e abnegado do partido. Ler Mais »

Brasil, um país ridículo

Dá tristeza, dá muita tristeza acompanhar os debates televisivos dos candidatos a presidente da República. Nem por isso pretendo deixar de assisti-los. Doendo ou não, precisamos saber quem são essas figuras que tudo prometem e para as quais tudo parece ter soluções miraculosas. Ler Mais »

Alguém tem uma bússola? Tô meio perdidão…

Tropas fardadas de camisetas vermelhas, portando inumeráveis bandeiras do MST, desfilam na Capital Federal sua intolerância e desrespeito às leis e a seus concidadãos. Ler Mais »

Há 50 anos os tanques esmagaram a primavera

O dominicano Giordano Bruno confessou sua ingenuidade de pedir para “quem tem o poder mudar o poder” às vésperas de ser queimado na fogueira da Santa Inquisição. Ler Mais »

Marina está grande

Marina está grande mesmo. Tem dado provas disso a cada dia, e deu várias nesta viagem de Dia dos Pais, a terceira consecutiva, essa coisa que  já virou uma tradição, graças à mãe dela. Ler Mais »

Troca de idéias

Assim a Band descreveu o que pretendia com seu debate de quinta à noite. Debate complicado, com muitos candidatos, perguntas e respostas controladas pelo relógio, alguns candidatos escolhidos para receber as perguntas de seus concorrentes acabam com maior visibilidade, outros acabam aparecendo muito pouco. Quase sempre, cá pra nós, merecem… Ler Mais »

Para não esquecer a materialidade dos crimes do PT

“O PT aposta que os brasileiros ou são todos néscios ou não têm memória. Segundo seu discurso palanqueiro, a grave crise que o País hoje enfrenta é resultado do que os petistas chamam de “golpe”, isto é, o impeachment da presidente Dilma Rousseff – embora qualquer pessoa minimamente bem informada saiba que a crise foi obra da tenebrosa gestão daquela senhora.” Ler Mais »

Ordens da prisão

 Como todo caudilho que se preza, Lula foi implacável com quem ousou contestar seu monopólio no campo da esquerda. Ler Mais »

Idéia de Jerico, a Saga

Idéia de Jerico, a Saga – Parte 2. No último texto, contei sobre o prato de bateria que transformei em um cinzeiro de meio metro de diâmetro. Confesso, no entanto, que não acabou aí. Ler Mais »

O sexo e o empurrão

Estão no Nimas e são filmes franceses. Os organizadores chamaram ao ciclo «Os Grandes Mestres» e balizaram-no com datas, a do Big Bang e a do Apocalipse, perdão, 1930, simbólica explosão do sonoro, e 1960, já a nouvelle vague fragmentava os hábitos narrativos e excluía do cinema o que a nova França ia excluindo da vida, a saber: a ingenuidade do quartier popular, a graça nonchalant do vígaro, os sonhos de ascensão social da costureira ou da criada, a sincera admiração da pequeno-burguesinha pelo descapotável novinho em folha com que um sedutor a tenta, o apetite inter-classista por uma sexualidade consentida, mas um bocadinho empurrada, como se, tal qual se engraxam sapatos, todos andassem, de escova e lubricidade, a puxar erótico brilho ao quotidiano. Ler Mais »

Aborto e morte

As audiências públicas sobre a interrupção da gravidez promovidas pelo STF e a condenação da pena de morte, considerada inadmissível pelo Papa Francisco, jogam luzes sobre polêmicas que cedo ou tarde todas as sociedades, gostem ou não, têm de enfrentar. Ler Mais »

De grão em grão… fiz um artigo

Na minha idade a TV é uma companhia e tanto. Sobretudo quando se está acamada como eu estive na ultima semana. Eis o que mais me ocupou: Ler Mais »

A esquerda mostra suas garras

Liberdade de imprensa e independência dos poderes são pilares fundamentais de qualquer país democrático do planeta. Não por acaso, toda ditadura quando se instala trata logo de suprimi-los. Ler Mais »

O PT insiste em estapear a economia

Entre os eixos básicos de seu programa de governo, apresentados por Fernando Haddad na semana passada, o PT incluiu uma tributação progressiva do spread bancário – a diferença entre os juros que o banco cobra ao emprestar e a taxa que ele mesmo paga ao captar dinheiro, Ler Mais »

A melhor das idéias de jerico

Idéia de jerico. A expressão corria solta quando tive a melhor das minhas, aí por 1980. Tratei de fazer uma mesa de centro para a sala da nossa nova casa. A sala, tirada ao rústico, tinha piso coberto por nata de cimento, e paredes sem acabamento fino. Ler Mais »