#IncivilidadeNão

Com um programa de governo genérico, que não teve importância alguma para a sua eleição, Jair Bolsonaro ultrapassou a primeira semana do pós-vitória tateando. Agradou e desagradou as torcidas que ainda continuam armadas, e criou apreensão em quem, para além delas, se aflige com o país. Ler Mais »

Quer saber o que são fake news? Procure a imprensa estrangeira ou o PT

Ora vejam só, de repente descubro que confiar na imprensa estrangeira para informações sobre política – econômica ou não – dos países do Hemisfério Norte não é garantia de estar retransmitindo informações de confiança. Sou daquelas que dizia, enfática: deu no New York Times; li no The Guardian; está no The Times; como publicado no The Economist… Hoje, vejo que confiar cegamente nesses jornais e revistas é o caminho mais certo para o descrédito. Ler Mais »

Tem podcasts no Spotify

Recebo um release com uma novidade: “Tem podcasts no Spotify”. Veio-me à cabeça: “Tem bobobó no bububu”. Nome de uma peça do teatro rebolado, da década de 1950.   Ler Mais »

Marina em modo Vampirina

Marina é uma criaturinha alegre, luminosa – solar, como Paulo dizia de Maria Alice em Todas as Mulheres do Mundo.  Mas a atual paixão cinematográfica dela é Vampirina, uma vampirinha azul que se mudou com seus pais da Transilvânia para a Pensilvânia. Ler Mais »

Por uma nova oposição

Mais do que nunca o Brasil vai precisar de uma oposição capaz de cumprir a missão delegada pelas urnas de fiscalizar o governo e cobrar a execução do seu programa e promessas eleitorais. Essa responsabilidade aumenta diante das incógnitas sobre como se comportará o presidente eleito, que emite sinais em direções diferentes. Ler Mais »

89 milhões não votaram em Bolsonaro

É absolutamente impossível saber quantos dos 57,7 milhões de votos em Jair Bolsonaro foram só para rejeitar o PT, nem quantos dos 47 milhões de votos em Fernando Haddad foram basicamente por medo do ex-capitão admirador da ditadura. Sabe-se apenas que foram muitos. Centenas de milhares. Milhões. Ler Mais »

A saudação nazista do Dr. Strangelove

Nestas primeiras horas como presidente eleito, Jair Bolsonaro deu várias demonstrações de sensatez, de boa vontade. O problema é quando algo escapa ao controle da pessoa e demonstra a sua verdadeira natureza –  uma natureza bem diferente daquele modelo de sensatez, de boa vontade, que está sendo apresentado ao público. Ler Mais »

O PT volta a ser o PT de sempre

Em pronunciamento na noite deste domingo Fernando Haddad escancarou a falácia da pregação em prol da democracia que fez no segundo turno. Como muitos já sabiam e outros tantos desconfiavam, era tudo mesmo da boca para fora.  Ler Mais »

Diz-me agora que não tens medo

A paixão que é o medo! O amor, o amor, pois claro, a cálida perna nua que se roça pela nossa correspondente nudez, a diligência investigacional com que indicador e polegar tacteiam um mamilo, como se fossem crianças de seis anos a brincar às escondidas… o amor, pois claro, mas nada se compara à paixão pelo medo. Ler Mais »

O Brasil é maior que eles

O domingo derradeiro das eleições 2018 chega com um travo, um amargor, com um gosto azedado por uma campanha que criou mais dúvidas do que certezas, que fez mais mal do que bem. Nada que se pareça com a grande festa da democracia. Ler Mais »

Crônica da eleição do horror (16)

Dia nº 19 – Sexta-feira,  25 de outubro

Não voto no PT nunca, jamais, em circunstância alguma

Pela primeira vez em uma eleição presidencial, creio que pela primeira vez em qualquer eleição, vou votar branco. Nunca tinha anulado, votado branco, justificado. Esta é a primeira vez. Ler Mais »

O país vai ter saudade do governo Temer (2)

A coluna de Míriam Leitão em O Globo de hoje é daqueles textos que dá vontade de a gente enquadrar e pendurar na parede. Ou, como é o meu caso, de republicar no site, e propagandear, pedir para que as pessoas leiam, copiem, guardem, não se esqueçam. Ler Mais »

“Patriazinha”

A poucos dias da eleição que definirá quem vai presidir o Brasil a partir de janeiro de 2019, acordo mais do que nunca apaixonada pelo meu país e morta de pena dele. Há quanto tempo esperamos que o Brasil se transforme no país do futuro… Ler Mais »

Crônica da eleição do horror (15)

Dia nº 18 – Quinta-feira,  25 de outubro

A suástica foi auto-inflingida, mostra o laudo. E aí?

O Brasil nunca soube quem matou Dana de Teffé – e lá se vão 57 anos. Muito provavelmente jamais saberá quem matou Marielle Franco, meio ano atrás. Nem exatamente por que  Adélio Bispo de Oliveira enfiou uma faca na barriga de Jair Bolsonaro, outro dia mesmo: se foi um crime de um sujeito solitário, louco, ou se – como várias coisas indicam – teve apoio, e de quem. Ler Mais »

O país vai ter saudade do governo Temer

A economia do país que Michel Temer vai entregar para o próximo presidente está – sem sombra de dúvida – muito, mas muitíssimo melhor do que a que ele recebeu em maio de 2016, após 12 anos, 4 meses e alguns dias de governos lulo-petistas. Ler Mais »