Hackeando!

Acusados de estupro por um hacker, o ministro de Justiça Sérgio Moro e o procurador da República Deltan Dallagnol, agora vão ter de se explicar à Justiça. Continue lendo “Hackeando!”

Educassão!

Aos domingos costumo pegar minha mãe para o almoço e aqui ela fica até o fim da tarde de segunda, quando sua “babá” volta da folga. Continue lendo “Educassão!”

Bomba-Relógio!

Quem viveu os 21 anos de ditadura militar aqui no Brasil – e sobreviveu a eles – estava com muito medo de ter de passar por tudo isso de novo com a eleição de Jair Bolsonaro. Continue lendo “Bomba-Relógio!”

Acim não dá!

A cria do astrólogo Olavo de Carvalho, adotada de braços abertos pelo presidente Jair Bolsonaro para ocupar o Ministério da Educação, Abraham Weintraub, já chegou chegando! Continue lendo “Acim não dá!”

Curtas!

Semana mais do que Santa nos acontecimentos por aqui.
 Deputados e Senadores, por conta dos privilégios dados a parlamentares, aproveitam a semana que para eles já é santa desde quarta-feira, só voltam a trabalhar semana que vem. (Isso se seus intestinos não ficarem afetados pelo consumo excessivo de ovos de Páscoa). Continue lendo “Curtas!”

Boquirrotices!

Não houve ditadura militar no Brasil”! (Jair Bolsonaro).
“O nazismo foi um movimento de esquerda”! (Ernesto Araújo).
“Quero que eles se explodam”! (Flávio Bolsonaro).
“Mulheres têm tara por policiais”! (Wilson Damázio).

Continue lendo “Boquirrotices!”

Gafes!

“Quero agradecer à Antárctica pelas Brahmas que mandou de graça pelo nosso aniversário.” (Vicente Matheus) Continue lendo “Gafes!”

Buembas da semana!

Semaninha cheia de bombas recheadas com creme feito à base de “política da nova era”, mas com o sabor igual ao da velha receita. Os mesmos ingredientes, o mesmo modo de fazer… Só mudaram os chefs. Vamos conferir! Continue lendo “Buembas da semana!”

Folia!

Não me sinto confortável para contar aqui como passei o carnaval, porque pode parecer exibicionismo da minha parte. Mas vou contar assim mesmo! Continue lendo “Folia!”

Ouvirudu!

Um dos passatempos favoritos quando a moçada se juntava era brincar de adivinhar a música a partir de uma palavra. Exemplo: a palavra é… DOCE. Então alguém se lembrava do estrondoso sucesso das irmãs Galvão (xiiii, me entreguei): “que beijinho DOCE que ele teeeem… “ Continue lendo “Ouvirudu!”