É preciso lembrar: Lula não é inocente

“Não custa lembrar: Lula foi condenado com base em provas robustas, e as sentenças foram confirmadas na segunda instância (TRF-4) e no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Emilio Odebrecht confessou a participação de sua empreiteira na reforma do sítio de Atibaia. Leo Pinheiro, da OAS, aparece em imagens visitando com Lula as obras que sua empreiteira fazia no triplex do Guarujá. Foram encontrados documentos com rasuras mostrando a troca de um imóvel de padrão comum pelo triplex. Um ex-diretor da OAS relatou tratativas para equipar as cozinhas do sítio e do apartamento, pagas pela empreiteira. Há notas fiscais do negócio. Há vários registros de fotos e vídeos da presença presidencial nos dois lugares.” Continue lendo “É preciso lembrar: Lula não é inocente”

Chega de mimimi. Impeachment já

Nesta sexta-feira, 5/3, o dia seguinte à fala do presidente Jair Bolsonaro num palanque em Goiás que deverá entrar para a História – “Chega de frescura e de mimimi. Vão ficar chorando até quando?” –, o número de mortes por covid-19 no Brasil ficou acima de 1.700 pelo quarto dia consecutivo. Foram 1.760. Continue lendo “Chega de mimimi. Impeachment já”

Bolsonaro e o tique-taque das mortes

Pela manhã, Jair Bolsonaro deixou o Palácio da Alvorada e foi até a Base Aérea de Brasília. Antes de decolar, repetiu nas redes sociais a propaganda de sua caçada pelo spray nasal israelense contra a Covid, que ainda não tem eficácia comprovada. Quando o avião presidencial deixou a pista, 600 pessoas já tinham morrido da doença no país, segundo a média dos últimos dias. Continue lendo “Bolsonaro e o tique-taque das mortes”

O país tem que escolher: ou Bolsonaro ou a vida

Na semana em que se completou um ano exato do primeiro diagnóstico de infectado pelo novo coronavírus no país, o Brasil está vivendo o pior momento da pandemia que é a mais grave crise sanitária do planeta em um século – e o presidente da República chegou ao cúmulo, ao absurdo, ao crime inominável de discursar contra a arma básica para enfrentar a doença, a máscara. Continue lendo “O país tem que escolher: ou Bolsonaro ou a vida”

Não há nada pior que o bolsolulismo

Só há uma sensação pior do que estarmos no mais infernal de todos os mundos, chafurdando no mar de lama sem fim que é o desgoverno Bolsonaro. A de que podemos estar nos encaminhando para, em 2022, nos depararmos com o mesmo cenário desesperador de 2018: a escolha entre o bolsonarismo e o lulo-petismo.

Continue lendo “Não há nada pior que o bolsolulismo”

Marina em modo Morangos Silvestres

Dias atrás, Marina exagerou. Excedeu. Abusou.

Estamos acostumados à criatividade de Marina para criar deliciosas histórias. Já escrevi muito sobre isso na Agenda do Vô interminável que um dia a Mamãe vai entregar para ela, daqui a muitos anos – e até já publiquei aqui algumas Agendas falando sobre como ela vai inventando histórias nas nossas telenetadas, nossas brincadeiras diárias diante da tela do iPad. Continue lendo “Marina em modo Morangos Silvestres”

Ah, a fascinação por desistir…

– “Nunca mais colocarei meus pés em um tribunal novamente.”

A frase é dita quando Sacco & Vanzetti, o grande filme de Giuliano Montaldo de 1971, está se aproximando do fim, e o advogado dos dois imigrantes italianos injustissimamente acusados de um crime que não cometeram estão para ser condenados. Continue lendo “Ah, a fascinação por desistir…”

“O julgamento da História não basta”

Nesta semana de 24 a 30 de janeiro, foram apresentados dois novos pedidos de abertura de processo de impeachment do presidente Jair Bolsonaro – um por um grande grupo de líderes de diversas denominações religiosas cristãs e outro por vários partidos políticos. Continue lendo ““O julgamento da História não basta””

Por que botar Bolsonaro para fora

O grande jornalista Elio Gaspari perguntou, em seu artigo na Folha de S. Paulo e em O Globo desta quarta-feira, 27/1, para que pedir “Fora Bolsonaro”. Confio em que grandes personalidades – jornalistas, políticos, juristas, cientistas sociais, gente de todos os campos – saberão responder, com clareza e racionalidade, à pergunta. Continue lendo “Por que botar Bolsonaro para fora”