Arquivos da Categoria: Sérgio Vaz

Hollywood jamais agradou aos conservadores

Simpatizantes de Donald Trump – os que admitem abertamente, e também os mais envergonhados – vão seguramente dizer, como já começaram a dizer tão logo foi encerrada a 89ª festa de entrega dos Oscars, na madrugada desta segunda-feira, que Hollywood resolveu fazer discursos, comícios, em vez de show, e por isso deu aquele vexame histórico, nunca visto antes. Ler Mais »

As décadas passam, Joan Baez fica

Quando Joan Baez encontrou Bob Dylan, a terra tremeu, e talvez até seja possível dizer que a Terra nunca mais foi a mesma. Ler Mais »

Está melhorando (4)

Nesta semana houve uma má notícia para todos os que não torcem para que tudo dê errado no Brasil: a saída de José Serra do Ministério das Relações Exteriores, por motivos de saúde. Fará falta. Um dos homens públicos mais preparados deste país, fez belo trabalho à frente do Itamaraty nestes nove e meses e pouco de governo Temer, devolvendo a política externa à nação, depois de 13 anos e tanto em que ela foi usurpada pelo partido que ocupava a Presidência da República. Ler Mais »

Para não esquecer jamais quem arruinou o país

O Brasil é proverbialmente um país de memória curta. E sobram razões para isso. É um país jovem, em que boa parte da população é jovem, e é comum entre os mais novos aquela crença de que o mundo começou no dia em que cada um deles nasceu. Ler Mais »

Serra devolveu o Itamaraty ao Brasil

Outro dia mesmo eu disse no Facebook que, podendo errar, o Temer erra.

Acertou plenamente na montagem da equipe econômica, assim como acertou ao escolher José Serra para o Itamaraty. No mais, na coisa da política propriamente dita, vem cometendo erro após erro.  Ler Mais »

Se os petistas são contra o diretor da PF…

A Associação Nacional de Delegados da PF encaminhou ao presidente Temer pedido de que seja substituído o diretor-geral do órgão, Leandro Daiello. Ler Mais »

Está melhorando (3)

De vez em quando aparece no Facebook um post dizendo algo do tipo: “Mas de que adiantou tirar a presidente?”

É uma tentativa desesperada dos lulo-petistas de exercitar aquilo que eles sabem fazer bem: mentir, confundir, mistificar, esconder a verdade, mascarar a ficção como fato. Ler Mais »

Buddy Holly still goes on

Os Beatles gravaram Buddy Holly, copiando tudo, cada nota, cada toque da guitarra, cada som de cada palavra, em “Words of Love”. Os Everly Brothers começaram na mesma época de Buddy Holly, mas creio que nunca chegaram a gravar uma canção do garoto de Lubbock, Texas. Ler Mais »

Marina e a Fortuna

Aos 3 anos e 10 meses, Marina demonstra com absoluta clareza como gosta de ver show de música. Não dança, não canta junto. Presta absoluta atenção, séria; concentra-se totalmente no que está diante dela. Fica mesmerizada. Ler Mais »

Uma canção de amor e o Fla-Flu americano

Se aqui estamos nesta de Fla x Flu faz tempo, lá no Império do Norte também há a guerra do nós x eles. Agora no domingo, dia 5, tem o Super Bowl, o que para eles é como a final do Brasileirão. Vão se enfrentar Atlanta Falcons e New England Patriots, no espetáculo de maior ibope da TV mundial. Ler Mais »

Já está melhorando (2)

O desemprego está altíssimo. No último trimestre de 2016, 12% da força de trabalho estava sem emprego – o equivalente a 12,3 brasileiros. A taxa média de desemprego no ano ficou em 11,5%, contra os 8,5% registrados em 2015. Só nos últimos dois anos, a recessão deixou 5 milhões de brasileiros desempregados. Ler Mais »

Synésio

Nos anos 60, um grupo de ingênuos e inconsequentes amigos iniciou um empreendimento artístico com o nome de SYTA Produções, somando as duas primeiras sílabas dos dois principais fundadores, Synésio e Tadeu. Junto com amigos da mesma Rua Gabriel dos Santos e com colegas de escola, o Synésio liderou a turma na realização do 1º Festival de Música dos Bancários, vários festivais de música de escolas estaduais, Gincana Kibon, e outros eventos que ocuparam os principais teatros da cidade, como o Paulo Eiró, o João Caetano, o Arthur de Azevedo. Ler Mais »

Já está melhorando

Ao longo de 2016, o risco-país do Brasil caiu 47%. Foi a segunda maior queda entre 42 países emergentes. Isso significa que os investidores estrangeiros melhoraram – imensamente – sua avaliação sobre a segurança de fazer negócios, de colocar dinheiro no país. Ler Mais »

Imprescindível Padura

Que figura absolutamente fantástica, fascinante, esse Mario Conde. Da geração que aprendeu a ler já na Cuba livre da ditadura nojenta de Fulgencio Batista (dá para imaginar que ele seja de 1955), teve veleidades literárias no final da adolescência, umbral da idade adulta: na época do pré-universitário, escreveu contos, e chegou a publicar um deles em uma revista literária fundada por um grupo de amigos. Ler Mais »

Diante da adversidade, uma lady

Acho que posso dizer sem medo de errar que sou uma das pessoas que mais conhecem Marina. Sendo assim, sei muito bem que é uma criaturinha doce demais. Mas ela conseguiu me surpreender bastante nesta quarta-feira de janeiro, de férias, de verãozão. Ler Mais »