“Uma imaterialidade com vida própria”

“Os uruguaios tentamos nos rodear de singularidades para não desaparecer e nos aferramos às mostras de nossa identidade. Vivemos rodeados de colossos, densamente povoados e geograficamente asfixiantes. Somos esse país com forma de coração que se nega a palpitar em outro tom que não seja o que nos inventamos para nos dizer irmãos.” Continue lendo ““Uma imaterialidade com vida própria””

De cara nova

Dez anos e meio depois de seu lançamento, em julho de 2010, o meu site 50 Anos de Filmes está de cara nova. E também seu irmão mais novo, este 50 Anos de Textos aqui, que divido com alguns amigos queridos. Continue lendo “De cara nova”

Montevidéu, pequena pérola

Conseguimos encontrar um defeito em Montevidéu: não é muito fácil atravessar as pistas das ramblas para chegar ao calçadão junto da praia. São três faixas em cada direção, com um canteiro central bem pequeno, e os carros ali andam velozmente, perto do limite de 60 km/h. Há poucos faróis ao longo das ramblas – às vezes a distância entre um e outro é maior que 1 quilômetro. Continue lendo “Montevidéu, pequena pérola”

O que passou pela cabeça do Boff?

O que passou pela cabeça de Leonardo Boff quando colocou no Tweeter aquele post exortando seus seguidores a lerem “o artigo de Nelson Motta em O Globo de 9/11”? E dando em seguida duas frases do início do texto – “O juiz Sergio Moro estudou em Harvard como fachada, mas, na verdade, foi treinado pela CIA para criar a Lava-Jato e enfraquecer a Petrobras… Era o início de um plano diabólico gerado por mentes doentias no Departamento de Estado.” Continue lendo “O que passou pela cabeça do Boff?”

A diplomacia do rinoceronte na loja de cristais

Durante 13 anos, 4 meses e 12 dias, o lulo-petismo desgraçou a política externa do Brasil. Em vez de continuar usando a diplomacia para defender os interesses do país, e, diante dos conflitos entre nações, manter  a postura de independência, neutralidade e procura por entendimento, os governos lulo-petista ideologizaram a política externa. Puseram a diplomacia a serviço dos interesses do partido, e não dos interesses da nação. Continue lendo “A diplomacia do rinoceronte na loja de cristais”

Quer saber o que são fake news? Procure a imprensa estrangeira ou o PT

Ora vejam só, de repente descubro que confiar na imprensa estrangeira para informações sobre política – econômica ou não – dos países do Hemisfério Norte não é garantia de estar retransmitindo informações de confiança. Sou daquelas que dizia, enfática: deu no New York Times; li no The Guardian; está no The Times; como publicado no The Economist… Hoje, vejo que confiar cegamente nesses jornais e revistas é o caminho mais certo para o descrédito. Continue lendo “Quer saber o que são fake news? Procure a imprensa estrangeira ou o PT”

89 milhões não votaram em Bolsonaro

É absolutamente impossível saber quantos dos 57,7 milhões de votos em Jair Bolsonaro foram só para rejeitar o PT, nem quantos dos 47 milhões de votos em Fernando Haddad foram basicamente por medo do ex-capitão admirador da ditadura. Sabe-se apenas que foram muitos. Centenas de milhares. Milhões. Continue lendo “89 milhões não votaram em Bolsonaro”

A saudação nazista do Dr. Strangelove

Nestas primeiras horas como presidente eleito, Jair Bolsonaro deu várias demonstrações de sensatez, de boa vontade. O problema é quando algo escapa ao controle da pessoa e demonstra a sua verdadeira natureza –  uma natureza bem diferente daquele modelo de sensatez, de boa vontade, que está sendo apresentado ao público. Continue lendo “A saudação nazista do Dr. Strangelove”