Arquivos da Categoria: Sérgio Vaz

A França nos tranquiliza – e nos apavora

Já que todo mundo (ou, a rigor, quase absolutamente todo mundo) está fazendo exegeses sobre a política francesa e seus reflexos sobre o futuro do mundo, também vou me arriscar a dizer duas ou três coisas que sei sobre o primeiro turno da eleição presidencial deste domingo, 23 de abril. Ler Mais »

Está melhorando (6)

A tempestade política provocada pela enxurrada de gravações das delações de 78 ex-executivos e altos funcionários da Odebrecht parece ter mandado para terceiro ou quarto plano a notícia de que a atividade econômica avançou pelo segundo mês consecutivo em fevereiro, segundo anunciou o Banco Central na segunda-feira, 17/4. Ler Mais »

Marina e “Blackbird”

No dia em que fez 4 anos e 1 mês, o sábado de Aleluia, Marina ouviu três vezes em seguida Paul McCartney cantar “Blackbird”. Concentrada, focada. Acho que não seria exagero se eu usasse o adjetivo mesmerizada. Ler Mais »

Lula, mais de 30 anos de serviços prestados à Odebrecht

Por mais cansados que estejamos todos com a enxurrada de informações sobre a corrupção sistêmica que tomou conta do Brasil e foi institucionalizada nos 13 anos, 5 meses e 12 dias de governo do PT, ainda assim é impressionante a leitura da reportagem “Uma relação especial”, do Globo desta Sexta-feira Santa. Ler Mais »

O PT não entende nada de pobres

O PT sempre falou em nome dos pobres. Sempre agiu como se tivesse procuração dos pobres, assinada por O Povo, reconhecida em cartório. Como se só ele soubesse o que os pobres querem, desejam, anseiam. Ler Mais »

Lula e a lei

O ex Luiz Inácio Lula da Silva se diz ansioso para depor ao juiz Sérgio Moro. Sua pupila e sucessora, a presidente cassada Dilma Rousseff, se “preocupa muito que mudem as regras” e prendam o seu padrinho. Combinados, eles fazem o jogo do contrário: o claro é escuro, o dia é noite. Ler Mais »

Marina e as cartinhas

Marina queria brincar de cartinha, quando fomos vê-la na terça, 28.  Ler Mais »

Nem mesmo nos wildest dreams

Este site se chama 50 Anos de Textos. Existe para publicar textos. Mas, perdão – este post aqui não tem texto, não.  Ler Mais »

“Pior é não tentar acertar”

As manifestações deste 26/3 – acho que dá para dizer isso com total segurança – foram um absoluto, um total, um rotundo fracasso. É o que dirão, certamente, todos os analistas, nos jornais de amanhã (começo este texto ainda no domingo, 26). Com razão. Ler Mais »

Eu e a jumenta

Minha terra natal (Pão de Açúcar, em Alagoas) tem o privilégio ímpar de ser banhada pelo Rio São Francisco. Naquela parte final do “Velho Chico”, chamada de baixo São Francisco, a água é geralmente cristalina, límpida e de um azul impossível, antes de se precipitar e se perder no mar. Ler Mais »

Marina e as coincidências

Uma dia destes, Marina desceu com uma das amiguinhas bonecas para ver a mãe fazendo ginástica com a Débora, a simpática personal da Mary e há algumas poucas semanas também da Fê. Ler Mais »

Está melhorando (5)

Nos últimos dez dias, os jornais detalharam os dados que mostram que a economia brasileira chegou ao fundo do fundo do fundo do poço, após 13 anos, 4 meses e 12 dias de governo lulo-petista. E publicaram também os números que mostram que o pior já passou e a recuperação está em movimento. Ler Mais »

Quem enfiou o Brasil no buraco

A jararaca está viva, vivíssima – e não pára de fazer comício. Fez comício junto ao caixão da mulher morta. Na quarta, 15/3, fez comício na Avenida Paulista. Um dia antes, na terça, chegou ao cúmulo de fazer comício diante do juiz da 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília, onde foi chamado para prestar depoimento em ação penal movida contra ele sob a acusação de atuar para comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobrás Nestor Cerveró, trabalhando, assim, para obstruir as investigações da Operação Lava-Jato. Ler Mais »

Que maravilha Marina existir

Enquanto montava, na noite de sábado, o álbum número 3 de Marina no cadeirão, com Mary aqui ao lado, música, uísque e cerveja rolando, dei uma viajadinha até a lua e quase não voltei. Visitei histórias antigas e acho que cheguei perto da sétima morada da felicidade. Ler Mais »

Aquilo aconteceu mesmo?

“As oportunidades são únicas”, conta Amir Klink, referindo-se a um evento por si presenciado nos primeiros dias quando chegou naquela imensidão glacial, quase desértica, da Antártida, para onde viajou sozinho em um veleiro:

Ler Mais »