Arquivos da Categoria: Sérgio Vaz

A economia melhorou. E muito

Os últimos dias de 2017 foram pródigos em boas notícias da economia – novos dados que apontam que está ficando para trás a maior recessão da História do país, resultado dos 13 anos, 4 meses e 12 dias de governo lulo-petista. Ler Mais »

Não foi nenhuma Brastemp, mas…

Para os pessimistas de plantão 2017 foi um ano para se esquecer e nada há para comemorar. Já os otimistas farão sua leitura cor de rosa, caracterizando-o como o ano em que o Brasil deu a volta por cima e saiu da recessão. Um e outro têm razão, ao menos parcialmente. Ler Mais »

No tempo das redações com bom humor

Flash: O JORNALISMO VEIO A FALECER.

(não segue ampliação)

Ler Mais »

Se há uma coisa que Marina não é…

Nestes dias às vésperas da quinta festa de Natal na vida de Marina, me ocorreu que minha neta, que merece um número tão grande de bons adjetivos – fofa, doce, suave, gostosa, amável, carinhosa, atenciosa –, não faz jus a “surpreendente”. Ler Mais »

Está melhorando (23)

Só mesmo benzendo – como fez, nesta terça-feira, 19/12, um sujeito que se identificou como pai de santo, o Pai Uzeda. Pai Uzêda subiu ao palco do local em que se realizava a convenção do PMDB e benzeu Michel Temer. Depois explicou que “fizeram um trabalho de vodu contra o presidente”. E deu o nome aos bois: “O PT fez macumba contra ele”. Ler Mais »

Para não esquecer quem arruinou estatais

O PT é a favor do Estado Gigante, todo poderoso, mastodôntico. É visceralmente contra privatizações, e defende com unhas e dentes as estatais. Paradoxalmente, no entanto, quando está no poder, destrói, arruína as estatais. Ler Mais »

Historinha de redação (18): Pio conhece Mary em saia justa

Primeira campanha presidencial pós ditadura, 1989. Mary Zaidan, repórter da Sucursal de Brasília da Agência Estado/Estadão, acompanhava o candidato Mario Covas onde ele fosse – e ele iria a Curitiba.  Ler Mais »

Votar contra a reforma da Previdência é criminoso

É muito simples: os nobres deputados que não votarem a favor da reforma da Previdência são picaretas, malandros, demagogos. Mas não apenas isso. São criminosos. Ler Mais »

Marina gatinha

Era uma gatinha, e a Cau era a dona do petshop em que ela estava, e Mary e eu íamos lá para comprá-la. Ler Mais »

Na prática a teoria é outra

“De tal maneira que, depois de feito, desencontrado eu mesmo me contesto. Se trago as mãos distantes do meu peito é que há distância entre intenção e gesto.” O verso do poeta Chico Buarque no seu “Fado Tropical” serve para ilustrar o desencontro tucano no tocante à reforma previdenciária. Ler Mais »

“Retratos da Inês”, com a letra da minha mãe

Minha mãe foi normalista, tinha uma letra perfeita, imaculada como a Virgem que adorava. Ler Mais »

Quase acabando. Mas as miudezas…

Oba! Tá quase acabando! Os livros e a papelada das pastas suspensas já estão no lugar. Agora só falta arrumar as miudezas. Ler Mais »

Está melhorando (22)

Dezoito meses depois de Dilma Rousseff ser apeada da Presidência, deixando o país afundado na mais grave recessão da História, o Produto Interno Bruto (PIB) cresce, a indústria demonstra alta disseminada por diversos setores, o desemprego diminui mais um pouco. Ler Mais »

Sítio arqueológico de difícil acesso

Oi, Filha! Hoje, na última etapa da escavação dos sítios arqueológicos do apartamento, chegamos ao Buraco 2, região de acesso dificílimo, quase impossível. Ler Mais »

Marina dançadeira

O teatro estava absolutamente lotado para a apresentação das 20 crianças entre 4 e 5 anos que fazem dança na escola. Verdade que é um teatro pequeno, o Centro da Terra, na Rua Piracuama, em Perdizes, mas o fato é que a primeira apresentação de Marina num palco de verdade foi diante de casa cheia. Ler Mais »