A um mês do incêndio no Museu Nacional

Assisti anteontem, com muita atenção, ao debate dos candidatos a governador do Estado do Rio de Janeiro transmitido pela Rede Globo . Programas de governo, além do “vou fazer isso ou aquilo” sem detalhar como o fariam, não eram mais importantes do que os xingamentos face a face. Um verdadeiro espetáculo… Continue lendo “A um mês do incêndio no Museu Nacional”

Agora é o fim do inverno de nosso descontentamento

Começo pedindo desculpas ao poeta dos poetas, William Shakespeare, por usar as belas palavras com que abre o seu extraordinário Ricardo III. Sinceramente? Nem eu mereço usar um verso do grande Will, nem o que se passa aqui tem a grandiosa dramaticidade da Inglaterra do século XV. Aqui, a mediocridade impera… Continue lendo “Agora é o fim do inverno de nosso descontentamento”

Nem sempre a novidade é avanço

No meio da correspondência, entre cartas, informes, contas e anúncios que encontro toda vez que vou olhar minha caixa de correspondência aqui no prédio, veio uma tripa de papel, de mais ou menos 30 cm x 10 cm, que por pouco não rasgo e jogo na lixeira, pensando que fosse apenas um anúncio de delivery de pizzas, o mais comum entre os que encontro na caixinha. Continue lendo “Nem sempre a novidade é avanço”

Troca de idéias

Assim a Band descreveu o que pretendia com seu debate de quinta à noite. Debate complicado, com muitos candidatos, perguntas e respostas controladas pelo relógio, alguns candidatos escolhidos para receber as perguntas de seus concorrentes acabam com maior visibilidade, outros acabam aparecendo muito pouco. Quase sempre, cá pra nós, merecem… Continue lendo “Troca de idéias”

Na orbe da influência da Era de Aquarius

Alguns leitores hão de se lembrar do excelente musical americano Hair, que estreou na Broadway em abril de 1968. Com 1750 noites de apresentação, Hair lançou para o mundo várias músicas que marcaram época, especialmente a deliciosa “Aquarius”. Continue lendo “Na orbe da influência da Era de Aquarius”

“Cerrado por Fútbol”

De muitas coisas podemos nos queixar neste Brasil de hoje, menos de falta de notícias. Depois de passar pela inundação diária de informações fico imaginando como será viver nos países da Escandinávia. Com certeza o brasileiro que for passar uns dias nessas plagas vai sofrer uma tremenda de uma síndrome de abstinência de notícias. Continue lendo ““Cerrado por Fútbol””

Em Roma como os romanos, já se dizia no tempo dos Césares

Continue lendo “Em Roma como os romanos, já se dizia no tempo dos Césares”