Arquivos da Categoria: Maria Helena RR de Sousa

Você é daqueles que torcem pela jararaca?

“A vida permaneceu igual para 64,6% dos brasileiros, diz o Instituto Paraná; as intenções de voto espontâneo em Lula subiram de 11,4% para 16,6%, diz o MDA” (apud artigo “Brasileiros acham que a vida piorou depois que Temer assumiu o governo”, Blog do Noblat, 16/2/2017). Ler Mais »

Constrangimento? O que é isso?

Já devia estar acostumada a ler ou ouvir sem surpresa nossos políticos. Afinal, aos 79 anos e com título de eleitor emitido em 1956, não dá para ser surpreendida com mais nada… Ler Mais »

No país das regalias

Foro por prerrogativa de função ou mais comumente foro privilegiado é uma regalia gozada por quem ocupa altos cargos nos governos, tais como presidente da República, vice-presidente, procurador-geral da República e membros do Congresso Nacional. Ler Mais »

“What a nasty man!”

Donald J. Trump, o homem sem argumentos, sem vocabulário, tosco, rústico, que não sabia contestar ou argumentar com sua concorrente do partido democrata, a senadora Hillary Clinton, a não ser usando o bordão que mais o descreve do que a ela, “What a nasty woman!”, vai ocupar a presidência dos EUA por quatro anos sem ter a menor idéia da importância de seu país e da democracia que representa. Ler Mais »

Meia dúzia de coisas que incomodam, para dizer o mínimo

O ano de 2017 entrou violento, como a querer dizer que fomos precipitados em comemorar a saída de 2016.  O Brasil está numa fase que, Deus nos perdoe, torna quase impossível ter esperança por dias melhores. Ler Mais »

Como me queixar de 2016?

2016 não foi, de modo algum, um ano simpático. Foi daqueles que torcemos para que acabe logo. Nem vou elencar aqui tudo que ele nos trouxe de ruim, as más notícias quase que diárias, as perdas irreparáveis. Seria como oferecer a vocês os jornais de ontem, anteontem e trasanteontem… Ler Mais »

Feliz Natal? Como, se o mundo piorou?

Mafalda, a simpática, espevitada e contestadora menininha argentina que desde seu nascimento, em 1964, se preocupa com o estado de saúde do Mundo, com certeza deve andar desconsolada. Ela, que nunca se conformou em aceitar, tal como são, as coisas quando lhe parecem erradas, que passou noites em vigília ao lado do globo terrestre que ardia em febre, que recusava a sopa insípida do dia a dia por saber que há pratos muito mais saborosos, com certeza não pensava que, mais de 50 anos depois, o Mundo ainda estaria doente. Ler Mais »

O filho do colono de Forquilhinha

zzdompaulo

Gabriel Arns e Helena Steiner, imigrantes de origem alemã, formaram uma família de 13 filhos: sete moças e seis rapazes. Religiosos e devotos dos ensinamentos de São Francisco de Assis, tiveram a alegria de ver três filhas freiras e dois filhos frades. Ler Mais »

A “taxa de oxigênio”

Logo que li sobre os desmandos de Adriana Ancelmo e Sergio Cabral pensei num dos personagens mais bem desenhados da literatura francesa, o père Grandet, que o autor descreve como um homem com uma monomania: colecionar moedas e peças em ouro, amealhar, empilhar, tê-las sempre ao alcance da mão e dos olhos. Ele as guardava num gabinete ao lado de seu quarto, cuja chave só ele e sua filha tinham. Ler Mais »

Deus se lembrou que é brasileiro

Depois de uma tragédia estúpida e cruel como a de anteontem, quando perdemos 71 pessoas por falta de combustível, por descuido e imprudência! Depois de tanto chorar ao ler sobre os meninos da Chape e de acompanhar com o coração apertado as lindas homenagens ao querido time de Santa Catarina, Deus favoreceu o Brasil nos enviando esta quinta que, se não apaga nossa tristeza, ao menos alivia nossa dor. Ler Mais »

Minha alma chora…

Tom Jobim, o carioca essencial, começa seu delicioso Samba do Avião com um verso que sempre me emocionou: Minha alma canta/ vejo o Rio de Janeiro…  A chegada ao Rio no Aeroporto do Galeão, que inspirou o Tom, é um dos espetáculos mais deslumbrantes entre os que o Rio oferece, só empata com a beleza estonteante vista do alto do Corcovado. Ler Mais »

Trump instilou o medo no coração do país mais forte do mundo

Nos Estados Unidos da América a madrugada de 8 para 9 de novembro foi impressionante. A maioria das grandes cidades, e muitas das pequenas, rebelou-se, ficou em polvorosa com a vitória do candidato republicano. Ler Mais »

O santo do dia: São Leonardo de Noblat

Uma das cidades banhadas pelo Vienne é St-Léonard-de Noblat. Eis um pouco de sua história:

Saint Léonard é desde a Idade Média o santo protetor dos prisioneiros e das mulheres grávidas. O que se sabe sobre ele está num manuscrito do século XI. Se è vero o bene trovato… o fato é que o manuscrito existe e sua data foi autenticada. Ler Mais »

Sobre o Voto Não

Leio em O Globo artigo do renomado jurista, mestre e diretor da Faculdade de Direito da Fundação Getúlio Vargas, Joaquim Falcão, que ao votar nulo estou me resignando, aceitando o provável resultado, votando no vencedor. Ler Mais »

Viva o Mensageiro!

Ao ler ou ouvir o farto noticiário sobre a corrupção no Brasil, onde milhão, bilhão, trilhão é lugar comum, ouço claramente a voz do professor Raimundo, criação do genial e saudoso Chico Anísio, a invectivar o espectador com seu delicioso bordão “E o salário mínimo… ó?”. Ler Mais »