Os parceiros

O grande cartunista argentino Quino já nos contava da luta de sua heroína Mafalda para salvar o mundo. Ela bem que se esforçou mas, coitadinha de nossa amiguinha, o mundo estava pra lá de Marrakech quando ela iniciou sua batalha. Continue lendo “Os parceiros”

No circo

No picadeiro armado no portão do Alvorada surge um palhaço animadíssimo, de terno escuro e faixa presidencial, que salta de um carro oficial carregando uma penca de bananas que aguarda o momento de serem atiradas nos apaixonados pelo mito e nos jornalistas que não tinham se dado conta, ainda, que aquele cercadinho era na verdade um picadeiro. Continue lendo “No circo”

Maus modos?

Pensar antes de falar é um trabalho insano tanto para o presidente quanto para seus ministros. A idéia lhes vem à cabeça e eles a expelem sem o menor cuidado. Cinco minutos depois ou se desmentem ou tentam explicar o inexplicável. E fica tudo como dantes. Continue lendo “Maus modos?”

Um secretário de Educação absolutamente inadequado

Rondônia foi premiado com um secretário de Educação que é uma figura extraordinária! Você, leitor, leu a lista de livros que ele queria que fossem recolhidos das escolas estaduais? Ainda bem que algum funcionário mais atilado percebeu que aquela lista era uma bofetada no país! Continue lendo “Um secretário de Educação absolutamente inadequado”

O enigma

Para mim é um verdadeiro enigma a trajetória de Bolsonaro pela vida. Ele já declarou, mais de uma vez, que não nasceu para ser presidente. Que nasceu para ser militar, que ama a farda. Como compreender, portanto, que ele tenha cursado uma academia militar que permitiu que realizasse um sonho para de lá sair varrido depois de muitas quizumbas e implicâncias com seus chefes? Continue lendo “O enigma”

Obrigada, Netflix

Dirigido por Fernando Meireles, Dois Papas, narra um momento decisivo para a Igreja Católica. O drama traz a amizade surpreendente entre o Papa Bento XVI com o então futuro papa Francisco. Representados por Anthony Hopkins e Jonathan Pryce, os religiosos conversam sobre várias questões, desde música até opiniões opostas sobre religiões. Continue lendo “Obrigada, Netflix”

Pirralha 10 x Fedelhos 0

O século 21, do qual tanto esperávamos, que nos trouxesse um futuro brilhante, do tipo com o qual Stefan Zweig sonhava para o Brasil, tem sido uma decepção. No Brasil a decepção tem sido assombrosa, mas no mundo inteiro ela ocorre de modo intenso. Continue lendo “Pirralha 10 x Fedelhos 0”

A ilha do dr. Carvalho

Caro Leitor: você leu A Ilha do dr. Moreau, do grande escritor inglês H. G. Wells? O livro é muito interessante e absorve o leitor desde o primeiro parágrafo. Conta a historia do sobrevivente de um naufrágio que é resgatado por um navio que tem como missão levar para uma ilhota no Pacífico animais selvagens. O náufrago, cujo nome é Pendrick, é obrigado a desembarcar junto com as bestas. Continue lendo “A ilha do dr. Carvalho”

Balas a esmo

Inventamos uma tremenda de uma mentira, a ‘bala perdida’. Quase todas as mortes no Rio são atribuídas a balas perdidas, o que é uma falácia. Não existem balas perdidas. Temos, sim, balas a esmo nesta cidade que já foi o orgulho do Brasil mas hoje é nossa maior vergonha. Continue lendo “Balas a esmo”

Que dia!

Nos céus de Brasília, o susto: no momento em que Bolsonaro, todo pimpão, elogiava as medidas econômicas de seu governo, São Pedro comentou as palavras do capitão com um baita raio! Não foi um barulhinho, não. Foi um raio daqueles, assustador e eloquente! Continue lendo “Que dia!”

Notícias do Sanatório

A desordem e o retrocesso tomam conta do Sanatório. Como disse Chesterton, há quase sempre método na loucura. Ou deveria haver. Mas em nosso Sanatório, a loucura tomou conta e jogou pelas janelas o método e a ordem e adotou como parâmetro o retrocesso. Continue lendo “Notícias do Sanatório”