Arquivos da Categoria: Maria Helena RR de Sousa

O Rio de Janeiro solou

Sabem quando fazemos, com todo carinho, um bolo para as crianças comerem na hora que chegam da escola com muita fome? E, na hora H, ao cortar o bolo, vemos que solou? Ler Mais »

Comemorar o quê?

Lula, há uma enorme diferença entre concordar com a sentença do juiz Sergio Moro e sair por aí cantando, dançando e brindando com champanhe. Não comemoro. Ler Mais »

Antes as balas se perdessem…

Não sei quem criou a expressão bala perdida, nem quero saber. Perdida por quê? Porque não atingiu o alvo desejado e foi pegar quem não devia? Queria eu que as balas atiradas durante as batalhas entre polícia e bandidos se perdessem, sim. Que fossem parar na p.q.p. Ler Mais »

Palavra fácil

Nós somos um povo de palavra fácil. Os estrangeiros que aqui vêm ficam satisfeitos com nossa acolhida, damos atenção, somos camaradas e gentis com nossos visitantes. Já morei fora e creio poder afirmar que isso é raro acontecer em outros países. Ler Mais »

Você tem um estadista no bolso do colete?

O que um bando de malfeitores petistas fez com a jornalista Miriam Leitão a bordo de um avião da Avianca no dia 3 de junho, num vôo Brasília/Rio, pode vir a ser um favor ao Brasil. Ler Mais »

Vaidade é a areia movediça da razão (George Sand)

Numa entrevista para a BBC Brasil, o cientista político francês Olivier Dabène, diretor do Observatório Político da América Latina e Caribe (Opalc), da Universidade Sciences Po de Paris, que já lecionou na Universidade de Brasília, declarou que, comparado ao Brasil, o mundo é amador em corrupção. Ler Mais »

De espanto em espanto, aos solavancos, lá vai o Brasil…

O novo Ministro da Justiça, Torquato Jardim, o terceiro em 12 meses, afirma que o Brasil é institucional, não é caudilhesco, nem personalista e que, portanto, não depende de pessoas. Que bom seria se Jardim tivesse razão… Mas o simples fato de ele ser o terceiro nome a comandar a pasta da Justiça em tão pouco tempo já o desmente. Se não dependesse da pessoa que ocupa a pasta, por que trocá-la em tão pouco tempo? Ler Mais »

Tempos esquisitos

Anteontem, manifestantes em grande número, convocados e bancados pelas centrais sindicais, se reuniram em Brasília para pedir o afastamento do presidente da República. Têm lá os seus motivos. Não são os mesmos que os meus, por exemplo, cada cabeça uma sentença. Mas em vez de expor o que sentem e pensam com a cabeça, preferem usar a força bruta, se comportar como irracionais.  Depredar prédios que pertencem a todos os brasileiros, deixar a nossa capital em estado lastimável, amedrontar quem lá trabalha, fazer da nossa bandeira uma piada de mau gosto. Ler Mais »

A encruzilhada

Estamos numa situação difícil. Que devemos ao presidente Michel Temer. Como pode um presidente da República, um jurista conhecido como grande constitucionalista, receber em sua casa, à noite, um empresário cuja conversa ele deveria ter, de imediato, mandado calar e mais, avisado ao Ministério Público? Ler Mais »

Lula e o vaso chinês

O juiz Sergio Moro abriu a sessão do depoimento do Lula afirmando que não é inimigo do depoente, que essa é uma visão distorcida dos fatos. Ler Mais »

Qualquer idade é boa para aprender

Tiro o título destas linhas de uma frase de José Saramago: “Qualquer idade é boa para aprender. Muito do que sei aprendi-o já na idade madura e hoje, com 86 anos, continuo a aprender com o mesmo apetite”. Ler Mais »

Por fora bela viola, por dentro pão bolorento

O Rio continua lindo. Mais do que lindo, deslumbrante. No outono, é quando a beleza desta cidade assume um colorido mais nítido e suave, e deixa qualquer um estonteado. Ler Mais »

Lula, o lobista da Odebrecht

Com um sorriso matreiro, Emilio, pai do Marcelo, a dupla baiana proprietária da megaempresa Odebrecht, relata, sempre com leveza, como se estivesse relatando um fait-divers banal, de que modo a direção da empresa bolou a atuação do Lula de uma maneira que favorecesse o ex-presidente e ao mesmo tempo a empresa. Ler Mais »

Cartolas e coelhos

Ninguém pode dizer que não somos criativos, não é mesmo? Infelizmente, não somos só criativos nas Artes, também o somos na Política… Ler Mais »

Cada cabeça, uma sentença

Não fiquei revoltada com a prisão domiciliar de Adriana Ancelmo. Fiquei foi muito revoltada e chocada ao constatar que eles ainda têm o imenso e luxuoso apartamento no Leblon. Deduzo que ainda tenham outros imóveis. E como não tenho notícias das jóias e da coleção de diamantes, imagino que ainda pertençam ao casal Adriana-Sérgio Cabral. Ler Mais »