Fora do contexto uma ova. Ciro disse o que disse

Aí, diante da repercussão negativa das absolutas – e criminosas –  idiotices que falou em entrevista à TV Difusora do Maranhão, Ciro Gomes vem com o papo de que não era bem assim.

Ah, suas palavras foram tiradas do contexto. Não era hem isso o que ele queria dizer.

A culpa, em suma, é da imprensa, essa filha da mãe, que distorce o que é dito.

Diacho: está gravado. Ele falou as palavras, as frases, uma depois da outra. A imprensa não divulgou uma única frase, destacada do contexto. Não. A imprensa reproduziu um longo parágrafo.

O Lula tem alguma chance de sair da cadeia? Nenhuma. Só tem chance de sair da cadeia se a gente assumir o poder e organizar a carga. Botar juiz para voltar para a caixinha dele, botar o Ministério Público para voltar para a caixinha dele e restaurar a autoridade do poder político.”

Não tem essa de que as palavras foram retiradas do contexto. Ele disse isso. Ele disse que Lula só tem chance de sair da cadeia se ele, Ciro, assumir o poder. Ele disse que é preciso ele assumir o poder e organizar a carga. Botar juiz para voltar para a caixinha dele, botar o Ministério Público para voltar para a caixinha dele e restaurar a autoridade do poder político.

É isso: temos um candidato à Presidência da República que incita os eleitores a votar em alguém que promete botar juiz para voltar para a caixinha dele, botar o Ministério Público para voltar para a caixinha dele. Em suma: um candidato que incita à desobediência aos princípios básicos constitucionais da independência de poderes.

Temos um candidato à Presidência que comete esse crime no ar, diante de uma câmara = mas, quando parte da imprensa, analistas, juristas, o pegam no crime, ele diz que não disse o que disse.

Temos um candidato à Presidência que não tem a mínima idéia a respeito do que representam as palavras. Do que representam as afirmações.

Um sujeito que simplesmente não sabe o que diz.

***

E não me venham com esse papo de que está tudo certo o que ele falou – como escreveu no Facebook um advogado, segundo conta meu amigo Wladimir Ganzelevich: “Bem, se é um poder do Presidente (e é o caso, nos termos do art. 84, XII, da Constituição), perdoar um condenado não importa desrespeito ao Judiciário.”

Ciro não disse que dará indulto a Lula. Ciro disse que, se eleito, vai “organizar a carga. Botar juiz para voltar para a caixinha dele, botar o Ministério Público para voltar para a caixinha dele e restaurar a autoridade do poder político”.

Ciro disse, com todas as letras, todinhas, todinhas, que, se eleito, ele vai enquadrar o Judiciário.

É muito diferente de prometer um indulto.

Isso é incitar os eleitores a votarem no sujeito que promete jogar a Constituição no lixo.

26/7/2018

2 Comentários

  1. Lucia Zaidan
    Postado em 26/07/2018 às 4:55 pm | Permalink

    Esse Ciro é uma pústula, um horror!

  2. VALDIR SANCHES
    Postado em 26/07/2018 às 4:59 pm | Permalink

    Estou muito contente com tudo o que Ciro diz. Cada vez que abre a boca, aumenta o fosso entre ele e os eleitores. Continue boquirrotando, Ciro.

Postar um Comentário

O seu email nunca é publicado ou compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

*
*