No 195º aniversário do Brasil independente

Escrevo hoje, aniversário do Brasil, um texto que será publicado amanhã, dia 8. Não é com o coração à larga, feliz, alegre, que penso no aniversariante. Pena.

Meu lindo país merecia que todos nós festejássemos, com entusiasmo, o Independência ou Morte! que o belo Imperador gritou às margens do Ipiranga. Merecer, merecia. Mas nem todos os brasileiros sentem o mesmo. Há até aqueles, como o ministro Gilmar Mendes, que parecem estar sempre ‘de mal’ com o Brasil…

Penso no 4 de julho americano que entra ano, sai ano, com todos os problemas que aquele país enfrenta, é sempre comemorado con gusto pelo seu povo. Lembro do 14 juillet nas praças francesas, embandeiradas, iluminadas por fogos de artifício, os casais dançando a Java, ao som do acordeón tão francês…

Hoje tivemos um anêmico 7 de setembro na Esplanada dos ministérios em Brasília. Fraquinho, chocho, tristinho. Cópia fiel de como está nosso coração. Ainda bem que havia crianças no palanque… São elas as que mais apreciam as paradas militares, elas e os cachorrinhos.

As notícias andam acachapantes. As delações, aflitivas. As confissões, assustadoras. O tal do Futuro a Deus Pertence nunca foi tão ameaçador.

Mas não é que é verdade o que dizem? pensou num absurdo, na Bahia tem!

Tivemos um belo presente ontem. Aliás, dois belos presentes. Ambos de origem baiana. O depoimento do ex-ministro Antonio Palocci, quando ele revelou o Pacto de Sangue entre Lula e Emílio Odebrecht, e a foto do Tesouro de Geddel Viera Lima na Rua Barão de Loreto, no bairro da Graça, em Salvador. Palocci esclareceu muitas coisas. E o Tesouro do Geddel, voltando às origens,  há de ajudar o Brasil, assim espero.

De uma coisa podemos ter certeza: Geddel Vieira Lima tem enorme bom gosto para escolher os imóveis onde pretende morar, ou guardar seu tesouro. Neste país onde dinheiro é mato, já vimos muitas fotos com notas e notas de reais, mas igual à foto com o tesouro do Geddel. isso nunca tinha sido visto!

O tesouro é fantástico, realmente fantástico: R$ 51.030.866,40! Oito malas e seis caixas com cédulas de reais e dólares, um tesouro que a PF, com a ajuda de máquinas, levou 14 horas para contabilizar!

Geddel, ministro da Integração Nacional do governo Lula, ex-ministro da Secretaria de Governo de Michel Temer, vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal no Governo Dilma Rousseff, condenado por corrupção, está em prisão domiciliar numa situação muito cômoda: não perdeu seus bens e não está controlado, pois não há tornozeleira eletrônica para atendê-lo.

Será que a PF não permite que se use um pouco do dinheiro do Geddel para encomendar tornozeleiras eletrônicas? É um artigo de primeira necessidade! Para corruptos e para alucinados que transitam de ônibus pela Avenida Paulista!

Quem souber onde se fabricam as melhores tornozeleiras, favor escrever para a PF. O Brasil agradece.

Este artigo foi originalmente publicado no Blog do Noblat, em 8/9/2017. 

Postar um Comentário

O seu email nunca é publicado ou compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

*
*