O santo do dia: São Leonardo de Noblat

Uma das cidades banhadas pelo Vienne é St-Léonard-de Noblat. Eis um pouco de sua história:

Saint Léonard é desde a Idade Média o santo protetor dos prisioneiros e das mulheres grávidas. O que se sabe sobre ele está num manuscrito do século XI. Se è vero o bene trovato… o fato é que o manuscrito existe e sua data foi autenticada.

Pois bem, ali diz que Léonard era filho de oficiais da corte do rei Clovis, afilhado de batismo do rei, cujo oficiante foi o arcebispo de Reims, saint Rémi. Com esses patronos ele conseguiu o que queria: visitar e libertar quem estivesse preso injustamente. Ficou conhecido e logo lhe ofereceram os cargos que quisesse. Mas ele queria ser discípulo de Cristo e viver vida de eremita. Foi o que fez, saiu caminhando e se deteve numa localidade próxima de Limoges, onde foi viver num planalto que domina o Vienne.

Lá estava quando o rei de Aquitânia, filho de Clovis, numa viagem com outros caçadores, teve que interromper o passeio pois sua mulher entrou em trabalho de parto, com muito sofrimento para ela e para o bebê, o que assustou a todos. Saint Léonard pediu muito a Deus pela vida da mãe e do filho, a criança nasceu bem, a rainha se recuperou e o rei, muito grato, lhe ofereceu o que quisesse. E o que ele pediu? Que o rei lhe desse parte da floresta que seu jumento pudesse percorrer em 24 horas!

Ali ele ergueu uma capelinha que chamou de ‘Nossa Senhora das Árvores’, em honra da Virgem Maria e de saint Rémi. Pouco a pouco o oratório começou a receber peregrinos que lhe pediam asilo, sobretudo prisioneiros libertados graças à sua intercessão.

Foi assim que o oratório virou um mosteiro, hoje conhecido como Colegiado de St. Léonard de Noblat, e que a cidade se expandiu, sendo hoje inclusive uma localidade muito procurada.

Mas não podia sair da França sem falar num rio que banha duas cidades especialmente importantes, para mim. Uma é Limoges, a terra das porcelanas, uma das coisas mais lindas que o homem criou. Quem acompanhou a série Obra-Prima do Dia no Blog do Noblat sabe que, podendo, eu falava sempre em porcelana.

A outra é St.Leonard-de-Noblat! Francamente, vocês acham que eu podia, ao passar pelo Vienne, afluente do Loire, deixar de falar nessa pequena cidade com esse nome? E logo hoje?

Vou levar um pito em breve, bem sei, mas levo o pito com o coração em festa!

O Vienne atravessa os departamentos de Haute-Vienne e Vienne. Tem 372 km de comprimento e é um dos principais afluentes do Loire, e o mais poderoso em termos de fluxo de água. Fluindo do planalto de Millevanches à planície da Touraine, o rio passa por paisagens muito diferentes, o que o torna especial.

Ele nasce em Corrèze da junção de quatro ou cinco pequenos regatos, numa altitude de mais ou menos 895m e deságua no Loire na aldeia de Candes-Saint-Martin, uma das mais lindas de toda a França. Banha Limoges, Saint-Junien, Saint-Léonard-de-Noblat, Confolens, L’Isle-Jourdain, Lussac-les-Châteaux, Valdivienne, Chauvigny, Châtellerault e Chinon, onde fica um belíssimo castelo.

São Leonardo de Noblat (Foto: Arquivo Google)
São Leonardo de Noblat 
Este artigo foi originalmente publicado no Blog do Noblat, em 5/11/2016

Um comentário para “O santo do dia: São Leonardo de Noblat”

  1. São Leonardo de Noblac, rogai a Jesus pelos presídios do Brasil, pelos presos e suas famílias, pela Misericórdia Divina do Nosso Salvador!

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *