Guerras sem trégua

No dia em que foram oficialmente inaugurados os Anéis Olímpicos aqui no Rio, morreu um médico assaltado a facadas nas margens da Lagoa Rodrigues de Freitas.

Revoltado com o crime na Lagoa, nosso secretário de Segurança Pública, José Maria Beltrame, declarou que  “é inadmissível o que aconteceu ontem, na Lagoa, lugar querido pelos cariocas, frequentado pela população do Rio e pelos turistas. Cenas como essas não podem se repetir. A Lagoa é um cartão-postal” (sic).

A Lagoa, é verdade, tem sido grande vítima dessas cenas de horror: em outubro de 2014  um estudante teve o pulmão perfurado ao tentar fugir de um assalto. Em abril deste ano um menino de 14 anos foi ferido a faca por quatro jovens que queriam levar sua bicicleta. No mesmo dia, um homem também foi esfaqueado quando corria nas margens da Lagoa.

Outros pontos turísticos do Rio também são verdadeiras armadilhas para o turista desavisado ou para o carioca que insiste em andar de bicicleta, namorar, ir ao cinema, tirar dinheiro no banco, visitar museus ou simplesmente ir e vir pelas ruas de sua cidade.

Em São Conrado, uma mulher de 31 anos é ferida a faca por bandidos armados ao atravessar a passagem subterrânea que leva de um lado a outro da Estrada da Gávea.

Pertinho da Praça Quinze, local do desembarque da Família Imperial, onde ficam o Paço Imperial, a Antiga Sé onde nossos Imperadores foram coroados e a maravilhosa Igreja da Ordem Terceira do Carmo, uma turista vietnamita foi esfaqueada no braço esquerdo e nas costas. Ela estava em frente à Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) e teve sorte: está hospitalizada, mas não morreu.

Fora dos cartões-postais, na Avenida Brasil, o cadeirante Eduardo Câmara, agredido a facadas, teve, além do automóvel e de uma bicicleta, a cadeira de rodas roubada. Em quatro meses, o Rio teve 167 feridos a faca. Os dados são da Secretaria de Saúde do município.

A cidade, acuada pelo medo, sofre de norte a sul, de leste a oeste.

Foi lendo esse noticiário tenebroso que soube de um detalhe maquiavélico: portar arma branca não é crime, é apenas uma contravenção! Quem foi o legislador que bolou tal pérola e quais seus pares que a legitimaram? O que será que eles tinham na cabeça? É, pois é. Só pode ser…

Zuenir Ventura cunhou uma expressão que nos define muito bem: a cidade partida. Agora, em guerra. E numa guerra sem trégua.

– – –

Outros mundos, outras guerras

Na Síria, o Estado Islâmico toma a cidade de Palmira. Temo por essa herança de mais de dois mil anos, pois esses amantes do horror que odeiam a Paz e o Belo, esses inomináveis terroristas, já destruíram outras cidades milenares, joias da Humanidade.

Este Blog (o Blog do Noblat) tinha uma seção intitulada Obra-Prima do Dia.

Hoje, recordo aqui a do dia 1º de maio de 2012: Arquitetura: Arco de Palmira (meados do século III).

Assim, leitor, quando quiser rever essa maravilha, mas não quiser ler sobre o Estado Islâmico que tanto mal faz à nossa alma, é só buscar aqui no Blog do Noblat.

Este artigo foi originalmente publicado no Blog do Noblat, em 22/5/2015.

12 Comentários

  1. NOSSO MEDO
    Postado em 22/05/2015 às 8:44 pm | Permalink

    …publicado aqui. Retrospecto das más notícias que saem no NOBLAT, JN, ESTADAO,etc…Más notícias diariamente.
    Portar arma branca nao é crime. Gás de pimenta, bala de borracha nao é letal, cassetete, pitbull, contra professores nao tiveram o destaque que as facadas no pobre médico ciclista.
    Bom se pudessemos ver no noticiário o ARCO DE PALMIRA ou mesmo os ARCOS DA LAPA!

  2. maria helena rr de s
    Postado em 23/05/2015 às 1:41 am | Permalink

    Pessoalmente, tenho pavor de facas, canivetes. etc.
    E tem um detalhe: para o bandido, a arma branca pode ser comprada em qualquer lugar, com nota fiscal e tudo. Não precisa de munição. Não tem necessidade de manutenção. Mas para o legislador, não é crime andar com facas, é simples contravenção!
    MH

  3. NOSSO MEDO
    Postado em 23/05/2015 às 11:29 am | Permalink

    Revolver também é fabricado,gera emprego e renda como diz o LULA. Também armas de fogo sào vendidas e podem se compradas com nota fiscal. PORTAR uma é crime, portar outra mera contravençao.
    Sonegar é crime, está na letra da lei. Por sonegaçao Al Capone foi condenado pela justiça americana por fuga aos impostos. A SONEGAÇAO no BRASIL pode ser considerada uma das causas da violencia com armas brancas ou AK47.

  4. MILTINHO
    Postado em 23/05/2015 às 11:38 am | Permalink

    Sonegação dos ricos rouba 200 bi em cinco meses

    Valor supera todos os escândalos de corrupção mais conhecidos e ultrapassa até o que seria necessário para o ajuste fiscal em discussão no Congresso.

    http://www.quantocustaobrasil.com.br/artigos/o-sonegometro-a-lavanderia-brasil-e-a-esquizofrenia-fiscal

  5. maria helena rr de s
    Postado em 24/05/2015 às 8:33 pm | Permalink

    Nosso Medo, em 23/05/2015 às 11:29 – para comprar armas de fogo o sujeito tem que se identificar e apresentar licença de porte de armas. Armas brancas qualquer um compra, com ou sem carteira de identidade ou CPF e sai por aí tranquilamente. MH

  6. NOSSO MEDO
    Postado em 24/05/2015 às 11:50 pm | Permalink

    Criminalizar o porte de armas brancas nao seria o mesmo que criminalizar o porte de panelas?

  7. maria helena rr de s
    Postado em 25/05/2015 às 9:20 pm | Permalink

    Nosso Medo em 24/05/2015 às 11:50.

    Sua pergunta merece resposta? Diga, sinceramente, merece?

    Paro por aqui em respeito aos meus cabelos brancos e ao blog do Sergio Vaz. MH

  8. NOSSO MEDO
    Postado em 26/05/2015 às 1:21 pm | Permalink

    Nao mereço resposta.

  9. NOSSO MEDO
    Postado em 26/05/2015 às 1:47 pm | Permalink

    A grande mídia empresarial, em sua pauta diária, focaliza seletivamente a criminalidade tendo a violência e o medo como formas de dominação política.
    Ganha a audiência da classe média, ainda que não só dela, que passa a acreditar que a origem da violência no Brasil decorre do fato de “os bandidos” se aproveitarem de jovens com menos de 18 anos para seus crimes porque são protegidos pela lei. E de fato se aproveitam.
    E o que farão os que produzem as leis e os seus guardiões? Sancionarão nova lei de diminuição da idade penal? Não seria esta lógica sintoma de um grau extremo de cinismo e de degradação ética do tecido social brasileiro?

    Redução da maioridade: a criminalização do excluído.

    Aí a mídia manifesta
    A sua opinião regressa
    De implantar pena de morte
    Ou reduzir a idade penal (…)

    Daí agora querem botar a molecada na cadeia mesmo, misturada com os mais velhos. Acham que eles vão sair uns anjos de lá? Vão sair três vezes pior, COM UM GARFO na mão espetando até o cão.

  10. Sérgio Vaz
    Postado em 26/05/2015 às 11:18 pm | Permalink

    Miltinho, talvez a resposta seja o silêncio que atravessa a madrugada, como na canção que a Marília Medalha cantava. Mas, se for a a Roberta Sá que canta a mesma canção, tenho um pressentimento de que talvez o silêncio atravesse também a manhã. Talvez até também a tarde. Mas, se a Fafá abrir o peito pra cantar como ela sabe, talvez o Fusca se ilumine mais que o fim da madrugada quando o samba acabou após o olê olá. Em suma… Sei lá, mil coisas.
    Sérgio

  11. NOSSO MEDO
    Postado em 27/05/2015 às 1:57 pm | Permalink

    SÉRGIO em respeito aos meus cabelos brancos, prefiro a voz da divina ELIZETH.

    Vem, que o sol raiou
    Os jardins estão florindo
    Tudo faz pressentimento
    Que este é o tempo ansiado
    De se ter felicidade.

  12. Willyam
    Postado em 21/09/2016 às 1:27 pm | Permalink

    Maria Helena, eu não quero ser detido porque ganhei de minha mãe uma faca para carnes, e a transportei na mochila da Barra da Tijuca até o Catete.

    O NOSSO MEDO merece resposta. Não se criminalize nem as facas, nem a tábua de carne, nem as panelas…

Postar um Comentário

O seu email nunca é publicado ou compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

*
*