Más notícias do país de Dilma (84)

Nos últimos sete dias, o Brasil ficou sabendo, por exemplo, que,  mesmo com as incríveis, fantásticas manobras contábeis, as contas públicas tiveram o segundo pior resultado da história em 2012; as empresas estatais federais encerraram o ano investindo R$ 7,7 bilhões a menos do que poderiam; a Previdência fechou 2012 com déficit de mais de R$ 42 bilhões, 9% a mais que em 2011. Continue lendo “Más notícias do país de Dilma (84)”

garças e abutres chegados da terra do urubu-rei. capítulo 13

13. Joaninhas, brincadeiras, diversões, raios de luz nunca apagados

zzzzjorge13

 

Dalton Trevisan, no conto O Espião, escreve que aquelas meninas nunca sorriam. Mentira! Acho que é mentira! A alma da criança não é uma corda eternamente esticada. Há de haver, aqui e ali, longe da palmatória e logo depois da comida, momentos fugazes em que a canção suba, o sorriso brote, o brinquedo distraia. Continue lendo “garças e abutres chegados da terra do urubu-rei. capítulo 13”

Supremo forte

Os Poderes são três, mas só um tem a força das armas e o controle efetivo da execução orçamentária. Será esta a origem da surpresa pública ao um deles se pronunciar de forma independente nos dias de hoje? Continue lendo “Supremo forte”

Candidatos demais, idéias de menos

A 21 meses da eleição presidencial, a disputa de 2014 já turva o debate político. Chega antes da hora e, de novo, com viés atravessado. Seja qual partido for, fala-se de candidatos e candidaturas, mas não há uma citação sobre ideias, ou, minimamente, sobre o que pensam para o País, se é que pensam. Continue lendo “Candidatos demais, idéias de menos”

O primeiro mês

Em janeiro, a cidade não parece a mesma dos outros meses. Tempo de férias para alguns, é hora de ir para as praias, esticar as pernas na areia, sem lenço, horário ou documento. Os mineiros assumem o controle do litoral brasileiro, com sua graça, sua descontração, sua fome de aproveitar tudo o que merecem. Continue lendo “O primeiro mês”

Más notícias do país de Dilma (83)

Dona Dilma foi para o palanque. Verdade que sem uma milionésima parte da categoria palanqueira de seu criador – mas foi. Até posou para fotos com um gibão de couro no interior do Piauí, na sexta-feira, 18 de janeiro – enquanto, por coincidência, o pobre Estado vivia um apagão de energia que durou uma hora. Continue lendo “Más notícias do país de Dilma (83)”

garças e abutres chegados da terra do urubu-rei. capítulo 12

12. Dois inspetores e um padre
zzzjorge11

É preciso dar entrada em cena a algumas figuras importantes nesta tapeçaria quase uma renda. Parece que os fios ficam soltos, sem eles. Ou é como se, a partir de agora, eu enfiasse agulhas em pontos abertos, alinhavando brechas, remendando buracos. Continue lendo “garças e abutres chegados da terra do urubu-rei. capítulo 12”

Inimigos da Pátria

Incapaz de olhar além do próprio umbigo, reconhecer erros e buscar correção de rumos, o PT tenta fazer com a economia o que fez com os seus malfeitos na política: gerar versões fantasiosas sobre a realidade e culpar o mensageiro pelo conteúdo desagradável da missiva. Continue lendo “Inimigos da Pátria”

Stanislaw Ponte Preta

Enquanto degusto a maçã verde que separei para o fim da tarde desse calmo janeiro, penso no cronista Sérgio Porto, o Stanislaw Ponte Preta, que faria 90 anos na última sexta-feira. Não foi muito lembrada essa data, ao contrário dos justos festejos dedicados ao centenário de Rubem Braga. Cada um teve sua importância e seus escritos estão aí para comprovar. Continue lendo “Stanislaw Ponte Preta”