A atração fatal entre o PT e dinheiro vivo

Um milhão, cento e trinta e quatro mil reais. Esse foi o total de dinheiro vivo apreendido pela Justiça Eleitoral em Parauapebas, no Pará, na semana anterior à eleição municipal. Segundo a Polícia Federal, o dinheiro seria usado na campanha do PT à Prefeitura.

O site do Globo deu a foto da bufunfa. Postei a foto no Facebook. Aí o meu amigo Carlos Alberto Pavam saiu-se com o seguinte:

“Essa foto é resultado de afrontas ao povo brasileiro, à democracia, e vc sabe muito bem. Um delegado da PF, ilegalmente, tirou essa foto e chamou os jornalistas para entregá-la, com claro intuito de influenciar a eleição Lula/Alckmin. Um escárnio. O JN deixou de dar a queda do avião da Gol para não atrapalhar a denúncia. Vcs tucanos aceitam todo tipo de ilegalidade para tentar conter o PT, se aliam com o que há de mais reacionário no nosso país – dos milicos pró-ditadura aos Malafaias da vida. Temo que se alguém aparecer dizendo que vai dar um golpe de Estado para segurar o PT vcs apoiem.”

A foto é de agora. Desta semana. Feita pela Polícia Civil do Pará, em Parauapebas! Não tem nada a ver com fotos antigas de muito dinheiro vivo.

Meu amigo Pavam se confundiu. Confundiu até quem faz aliança com quem. Parece ter se esquecido de que Maluf, Sarney, Collor, Jader, Newtão, Renan são aliados do PT!

É que é muita foto de muita bufunfa em dinheiro vivo, e aí eles se confundem.

Eleição sim, e a outra também, aparece foto de muita bufunfa em dinheiro vivo, sempre ligados (o dinheiro vivo e a bufunfa) ao PT.

O PT tem uma atração fatal por dinheiro vivo.

5 de outubro de 2012

Este textinho pequetito, micróbio, curtinho, micrinho, vai para uma nova tag do 50 Anos de Textos, que estou experimentando hoje. Só para textos curtos.

Tô curtindo esse negócio de texto curto. Miltinho, cê sabe que cê me deu uma boa idéia? 

3 Comentários

  1. LUIZ CARLOS - BSB/DF
    Postado em 06/10/2012 às 12:08 am | Permalink

    Você tem razão, Sérgio. São tantas fotos de dinheiro vivo às vésperas de eleições que eles acabam se confundindo. Imagine o carnaval que o PT e sua militância fariam se aparecesse uma foto dessas incriminando um partido adversário.
    Quanto aos atuais aliados do PT, gostaria de acrescentar Delfim Neto, ministro da ditadura que assinou o AI 5 e fraudou o índice de inflação, além de Édson Lobão, um renitente defensor dos militares no poder. Em resumo, essa gente “que está no poder há 500 anos”, de quem eles tanto falam, encontrou um confortável ninho no autoritarismo petista.
    PS: estou postando só de pirraça, para concorrer com esse tal de Milton.

  2. Sérgio Vaz
    Postado em 06/10/2012 às 12:58 am | Permalink

    Verdade, caro Luiz Carlos. Eu esqueci de citar o Delfim, o Édson “apagãozinho” Lobão.
    Mas eu gostaria de dizer que há uma imensa diferença entre o Milton e o Pavam. O Milton é um ex-petista. Deixou de ser petista quando o partido dele assumiu a presidência e manteve as diretrizes básicas do governo FHC. O Pavam, ao contrário, continua achando que o PT é uma maravilha, o sonho de consumo de todo idealista. Para mim, é o seguinte: ou o petista ou ex-petista arranjou um bom emprego no governo, ou então falta-lhe um pouco de racicínio. Se o meu amigo Pavan estiver num cargo petralha, beleza, está defendendo o dele. Se, no entanto, ele não estiver ganhando dinheirinha petralha, e continuar defedendo o PT, então, creia Deus, meu amigo Pavam não passa bem.

  3. miltinho
    Postado em 09/10/2012 às 4:56 pm | Permalink

    Que felicidade. “50anosdetextos” enfim no caminho certo. Sem querer ser prepotente, mas sendo, dei uma grande contribuição. O “blog” é do editor (não chamo mais de compilador) que democraticamente abre espaço para todos de norte a sul. O pau no lulo-petismo é legítimo!
    Seja bem vindo Luis Carlos,você não concorre, é meu aliado no sentido de fazer deste blog uma tribuna dos indignados, dos sonhadores, dos poetas, dos cinéfilos, dos escritores, dos amantes da música. Da minha parte, emérito sonhador, creio que a política se faz
    com estes e suas obras e não com aquelas extensas compilações (aqui, me perdoem, cabe o termo). Breves palavras em minha defesa, sou ex-petista”, ao contrário do Pavan, nunca tive, não terei qualquer cargo em governo petista, prefiro os tucanos que não fazem cagada.Pelo menos assim pensam os tucanos. Fundei o PT, o maior partido do país, vendendo estrelinhas em favor do traídor -mor. Minhas homenagens ao Carlinhos(póstumas) e ao Olavo, roubaram nosso partido, mas não nossa convicção e idéias.
    Em tempo: gostaria de esclarecer que os citados Carlinho e Olavo são ex-militantes que como eu nunca receberam um tostão do partido.

Postar um Comentário

O seu email nunca é publicado ou compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

*
*