Arquivos Mensais: dezembro 2011

“Deus existe!”

Hoje, domingo, fui, como faço todos os dias, beber alguma coisa em um determinado boteco no Guarujá. É um boteco do qual gosto muito, ao contrário de minha mulher, que não vê ali atração alguma (acho que as mulheres não costumam ver nada de bom nos botecos em que seus maridos bebem, e eventualmente ficam bêbados). Ler Mais »

As pedras de Charlie Chaplin

Foi Chaplin que atirou a primeira pedra. Uma montra imensa estilhaça-se em Atenas, um paralelepípedo da calçada parte a janela de um ministério e é ainda a mão de Chaplin que a lança.

Ler Mais »

Discussão sem luz

Um grande tema apaixona todas as faculdades de jornalismo e de comunicação social no Brasil – e só elas: o diploma deve ou não ser obrigatório para o exercício da profissão? Ler Mais »

Más notícias do país de Dilma (31)

A mídia golpista não tem jeito mesmo. Nem bem conseguiu, com suas denúncias, forçar a companheira Dilma Rousseff a perder os inestimáveis serviços de Carlos Lupi, o sétimo ministro a deixar o cargo em menos de oito meses, e já iniciou uma série de ataques contra outro dos dignos membros do governo popular. Ler Mais »

O foca chega à redação com o furo histórico

Olá. Em um dos últimos fins de semana, conversando com amigos em um dos botecos aqui do Guarujá (na verdade, um restaurante, mas, vá lá, um boteco), contei uma aventura que me aconteceu logo no início de minha passagem pelo Jornal da Tarde, e que até então havia permanecido quieta aqui comigo (não sei por quê). Bem, esses amigos exigiram que eu colocasse a história neste site. Ler Mais »

De volta, o primeiro disco do mestre Vanzolini

Está sendo relançado o disco Onze Sambas e uma Capoeira. Que maravilha. Nem só de tristes notícias vive este país. Ler Mais »

República sindical

Pouco importa quando e como Carlos Lupi será desapeado do Ministério do Trabalho. Muito menos quem vai sucedê-lo. Até porque está mais do que provado que a pasta, mantida no pior dos moldes desde 2003, mais prejudica do que ajuda o país. Ler Mais »

O Doutor Sócrates e a bela cara do Brasil

A cara do Brasil era mais bela quando o Doutor Sócrates jogava aquele seu futebol único, inimitável. Ler Mais »

Viagens sem volta

Há poucos dias, ao terminar a leitura de Crônicas de Papel, livro simpático, e publicação cuidadosa da Editora Mercuryo Jovem, fiquei pensando em sua autora, Januária Alves. Ler Mais »

Temo que Robert Redford não se aguente

Confesso: enganei-me. Há três anos, em conversa musculada e gritada com um amigo meu que é economista, jurei que a crise larvar de 2008 era o sonho húmido de um pessimista. Profético, berrei: “Vai passar! Vêm aí tempos de leite e mel.” O meu amigo, teimoso como burro, insistiu. E eu atirei um prato ao chão só para não lhe dar com ele na cabeça. Ler Mais »

O jogo do gato e o rato

O PT continua brincando de gato e rato no velho tema do controle social da mídia. A brincadeira muda de nome conforme a estação. Ler Mais »

Uma cidadezinha do interior

Outro dia me senti vivendo numa pequena, minúscula cidade do interior. Ler Mais »

Más notícias do país de Dilma (30)

A presidente Dilma Rousseff foi obrigada a demitir cinco ministros envolvidos em casos de corrupção – e aí se cansou. Ficou muito macha. Ler Mais »