Extraléxico

Rapinar, furtar, afanar, depenar, escorchar, saquear, pilhar, surrupiar, bifar, gualdripar, suquir. A língua portuguesa é farta em definições para o verbo roubar. Há palavras para todo tipo de ladroagem. Roubar gado é abigear; furto de coisa pequena é sisar, carchear é rapar o adversário morto em batalha. Roubo pode ser estruncho, ranfo, gaziva. Continue lendo “Extraléxico”

O menino e o cavalo

Viver é perigoso, como disse Guimarães Rosa, mas é muito perigoso mesmo. Às vezes nos damos conta de que já vivemos um monte de dias, e queremos sempre mais, e nos lembramos de trapalhadas e estripulias em que nos metemos, saindo ilesos, ou quase, de todas. Continue lendo “O menino e o cavalo”

A Grande Sombra

Chega desse negócio: faxina não é programa de governo e o Brasil não é a Roma antiga. ”Se combate o malfeito, não se faz disso meta do governo. Faxina no meu governo é faxina contra a pobreza, o resto são ossos do ofício da Presidência.” Continue lendo “A Grande Sombra”

Más notícias do país de Dilma (19)

De acordo com estudo da Federação da Indústria do Estado de São Paulo (Fiesp), divulgado nos últimos dias, a corrupção custa ao país pelo menos R$ 50,8 bilhões por ano, dinheiro suficiente para construir 78 aeroportos ou 57 mil escolas ou rede de esgoto para 15 milhões de domicílios. Continue lendo “Más notícias do país de Dilma (19)”

Más notícias do país de Dilma (18)

Em oito meses, quatro ministros demitidos – três deles em meio a escândalos de corrupção. Com o otimismo de Poliana, ou a pureza de Cândido, pode-se entender que o governo Dilma está tentando limpar a sujeira herdada pelo ex. Com algum realismo, e tendo também em vista os luminares que estão sendo colocados nos lugares vagos, vê-se que este é um governo incompetente. Continue lendo “Más notícias do país de Dilma (18)”

O terceiro homem mais rico do mundo cala a boca do Tea Party

Raríssimas vezes li um texto sobre economia tão absolutamente claro, límpido, cristalino, quanto o artigo de Warren Buffett, o mega-investidor, o terceiro homem mais rico do planeta, segundo a revista Forbes, publicado pelo New York Times na segunda-feira, 15 de agosto, e republicado na íntegra, no dia seguinte, no Globo. Continue lendo “O terceiro homem mais rico do mundo cala a boca do Tea Party”