Arquivos Mensais: julho 2011

A Espécie Humana. Capítulo 50

um abraço e um beijo.

foi tudo bem?, filho. Ler Mais »

Jornalismo e propaganda

“Com a liberdade de imprensa, os jornais só publicam aquilo que a grande indústria e os bancos querem ver impresso, porque são eles que pagam os jornais.” (Benito Mussolini) Ler Mais »

Más notícias do país de Dilma (15)

Novos casos que comprovam que o Ministério dos Transportes é um antro de roubalheira e descalabro continuaram pipocando nos jornais, nos últimos sete dias, de 22 a 28 de junho. Houve 20 demissões, mas diversas notícias mostraram que elas não eliminam os focos de corrupção. Ler Mais »

Más notícias do país de Dilma (extra)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) José Antônio Dias Toffoli não compareceu a quatro sessões da corte para ir ao casamento do advogado criminalista Roberto Podval, na ilha de Capri, sul da Itália, mostrou reportagem da Folha de S. Paulo, em 23/7/2011. Podval é advogado em processos que estão para ser julgados no STF, alguns deles relatados pelo próprio Toffoli. Ler Mais »

Minha foto na coluna de óbitos

Ontem abri o jornal e vi minha foto na coluna de óbitos. Estranho, pensei. Será que morri e ninguém me avisou? Pior, não percebi? Ler Mais »

Nenhuma canção remou tanto contra a maré

“Motherland” é uma canção maravilhosa, belíssima, apaixonante, emocionante. É uma dessas pérolas raras num mundo de fibra de vidro, para tomar emprestado de Dylan a imagem extraordinária. Ler Mais »

Historinhas de redação (13): a Olivetti do Robson

Robson Costa era um excelente copy, português perfeitíssimo; era mais um produto do bom jornalismo e das boas escolas de Minas importado pelo JT no início dos anos 70. Era também um sujeito tremendamente tímido – pessoa extraordinária, do bem, mas tímido. Ler Mais »

O joio

É tiro e queda. Basta a presidente Dilma Rousseff aparecer bem no filme para que o ex apronte das suas, na tentativa de roubar os holofotes para si. Possivelmente não o faz de propósito. É uma espécie de doença, vício, algo incontrolável. E aí não importa se auxilia ou prejudica a sua pupila, se lhe ofusca o brilho. Ler Mais »

Mudei eu

Há algum tempo, década de noventa, publiquei, durante dez anos, sei lá quantas mil crônicas em um jornal semanal. Os assuntos, sedutores, sobravam. Ler Mais »

Billy Blanco

Cresci ouvindo músicas brasileiras que entraram definitivamente em minha alma de menino e me acompanham até hoje. Canções e pessoas, naturalmente. Ler Mais »

A Espécie Humana. Capítulo 49

estive de pé, um tempo, assombrado. minha cabeça delira. Ler Mais »

O paradoxo de Dilma

A ferocidade implacável com que a presidente da República Dilma Roussef se atirou à operação limpeza no Ministério dos Transportes, demitindo ou provocando a demissão de 16 pessoas em menos de duas semanas, provocou um frisson nos meios políticos, desacostumados à prática de ações tão enfáticas partindo do centro do Executivo contra parceiros no usufruto do poder. Ler Mais »

Más notícias do país de Dilma (14)

A enxurrada de novas revelações sobre a roubalheira no Ministério dos Transportes, e os seguidos anúncios de demissões de altos funcionários naquele feudo do PR, ocuparam bom espaço nos jornais ao longo dos últimos dias. Mas, além das novas denúncias de ladroagem do dinheiro público, continuaram a pipocar diversas provas da incompetência do governo Dilma. Ler Mais »

No tempo de Dick Tracy na Sala de Imprensa

Dick Tracy entrando na chefatura de polícia? Bem, o personagem usava capa de chuva e chapéu, como o detetive das tiras dos jornais americanos da década de 1930. Mas não era um detetive, era um repórter policial. Ler Mais »

Cria cuervos

Em março de 2008, no Complexo do Alemão, no Rio, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva criava o título de mãe do PAC para a sua ministra da Casa Civil Dilma Rousseff. “É ela que cuida, cobra, vê o andamento das coisas.” Ler Mais »