Os donos da crise

Um dia depois de o líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vacarezza (PT-SP), afirmar que o Congresso “corre risco quando o governo perde”, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarcou em Brasília aludindo à possibilidade de “crise institucional de consequências imprevisíveis”. Continue lendo “Os donos da crise”

Más notícias do país de Dilma (7)

O ex-presidente veio a público, com o estardalhaço que lhe é peculiar, com aquela sua sutileza paquidérmica – embora não possamos dizer que Brasília, ou a política nacional, sejam uma loja de cristais –, comprovar à nação que Dilma Rousseff é incompetente.

É o espetáculo do encolhimento. Continue lendo “Más notícias do país de Dilma (7)”

Com qual presidente eu vou?

Com qual presidente eu vou?

Depois de um descanso de cinco meses, o presidente Lula reassumiu seu cargo na quarta-feira passada, foi almoçar com algumas eminências pardas na casa do sábio conselheiro Sarney, colocou ordem na casa da Mãe Joana em que se tornou o governo, deu um pito em alguns ministros, puxou as orelhas de Palocci e de Dilma Rousseff por estarem maltrando a base aliada e foi embora para casa. Continue lendo “Com qual presidente eu vou?”

Más notícias do país de Dilma (6)

“Esse assunto sobre a evolução do patrimônio de Palocci está encerrado com as explicações dele”, decretou Henrique Eduardo Alves, líder do PMDB na Câmara, na quarta-feira, 19 de maio.

Como disse o Garrincha para o Feola, faltava só combinar com os russos. Continue lendo “Más notícias do país de Dilma (6)”

Ente que mente

Avalista da estabilidade econômica nos primeiros anos do governo de Luiz Inácio Lula da Silva, Antonio Palocci sempre foi mais bem quisto pelo capital do que por boa parte de seus companheiros de legenda. Chegou a ser acusado de neoliberal, o que até 2002 era pecado imperdoável dentro das hostes petistas, pelo menos da boca para fora. Continue lendo “Ente que mente”

Atalhos e trilhas

Uma vez, em uma escola, uma garota – treze, quatorze anos –, saia curta, cabelos compridos, olhos atentos, jeito de quem sabia das coisas, quis saber se eu me considerava diferente dos outros mortais.

— Outros mortais? Continue lendo “Atalhos e trilhas”

Os cem anos de meu pai

Ele queria estar aqui hoje. Cercado pelos que amou. Chegou mesmo a nos pedir que o ajudássemos a chegar vivo ao dia 16 de maio de 2011. A única contribuição que poderíamos lhe dar era nossa demonstração constante de afeto e companheirismo. Era um desejo puro repleto de alegria de viver. Continue lendo “Os cem anos de meu pai”