A ética da malandragem

Em meados da década de 70, o slogan publicitário “gosto de levar vantagem em tudo” liquidou com a reputação de Gérson, brilhante canhotinha de ouro e meia-armador da seleção brasileira. O erro fatal do anúncio dos cigarros Vila Rica era o de vangloriar a malandragem. Continue lendo “A ética da malandragem”

Sabedoria precoce

O pai torce pelo galo, o avô pelo coelho e ela sabe do time do Brasil. Ela diz que é do galo. Escolheu ter uma camisa cor de rosa muito antes que o clube adotasse, para um de seus uniformes, essa cor. Continue lendo “Sabedoria precoce”

O Estado é Lula?

A história de vida de um nordestino que saiu da miséria para a Presidência da República parece um conto de fadas e poderia ser um bom roteiro de filme. Quem não gosta de histórias heróicas de superação de alguém que sai do nada para chegar à glória? Continue lendo “O Estado é Lula?”

Historinhas de redação (3): A matéria que o editor matou

Era Sexta-Feira da Paixão, feriado. Este que vos escreve perfilava-se entre os repórteres de plantão na redação do Jornal da Tarde. O Zé Maria, no comando da redação, nessa manhã, me vem com uma pauta. Continue lendo “Historinhas de redação (3): A matéria que o editor matou”

Liberdade

Um belo rosto de mulher, com um cartaz nas mãos. Juliette Binoche chora, lágrimas rolam por sua face de atriz. Mas ela não está representando nenhum papel cinematográfico. Seu choro é real, vivo e de protesto pela prisão, nos porões do governo do Irã, do cineasta Jafar Panahi. Continue lendo “Liberdade”

Agora é oficial: a TV Lula é TV Lula mesmo

Que não paire mais dúvida alguma: a TV Brasil – essa invenção do governo Lula, onde abriram-se algumas dezenas de boquinhas para os acólitos do poder petista proclamar a verdade petista para traço de audiência – é de fato a TV Lula. Lula a chama de “minha TV”. Continue lendo “Agora é oficial: a TV Lula é TV Lula mesmo”

Glória suprema

Foi só receber a segunda parcela do 13.° salário, minha amiga entrou numa agência de viagens.

— Não acredito! Tudo isso? Nem que o Nordeste fosse no fim do mundo! Continue lendo “Glória suprema”

Me deixem em paz

Gosto de ficar em casa. Trabalho, leio, escrevo. E descanso, recebo amigos. Tenho minhas ocupações externas, principalmente fora de minha cidade. Mas o meu lugar é a minha casa, que construí aos poucos, longe da confusão do centro e da zona sul. Continue lendo “Me deixem em paz”

Amor e licantropia

Quando ocorrem órbitas coincidentes, garantem os astrônomos, a lua cheia fica mais bonita, mais clara, mais, naturalmente, plena. Isso aconteceu recentemente e, segundo meus arquivos da chamada cultura inútil, é resultado do periélio, que é quando o Sol se aproxima da Terra. Continue lendo “Amor e licantropia”