Arquivos Mensais: Fevereiro 2010

O dia em que Lana Turner se apaixonou por um piloto brasileiro

Durante a Segunda Guerra, os grandes astros de Hollywood dos anos 30 e 40 costumavam visitar as bases americanas espalhadas pelo mundo. Chegavam discretamente em vôos especiais das Forças Armadas americanas, faziam o que tinham que fazer e, discretamente, iam embora. Segundo a crença geral, o moral dos soldados crescia com a simples aparição dos artistas. Ler Mais »

O corpo do preso político ainda estava quente, e eles tietavam o ditador assassino

Não sou muito fã das pessoas que são fãs fanáticas, tietes, groupies. Acho isso um tanto bobo, um tanto adolescente, um tanto histérico. Ler Mais »

Arruda ajuda

O espetáculo de corrupção explícita protagonizado pelo governador do Distrito Federal José Roberto Arruda e seus comparsas conseguiu fazer um milagre que santo algum imaginaria possível: obrigar o Executivo, o Legislativo e o Judiciário a se coçarem para dar resposta aos brasileiros, fartos de tanta ladroagem e malversação do dinheiro público. Ler Mais »

“Democratização da informação”

Em nações onde impera a liberdade de imprensa o poder é sempre vigiado e cobrado, independentemente de sua coloração ideológica. No Brasil dos nossos dias, a oposição mais lúcida e conseqüente que está sendo feita ao governo Luiz Inácio Lula da Silva – superior em larga medida à dos partidos políticos – está nas páginas de jornais e revistas do País. Ler Mais »

As águas rolaram

Num concurso para ver quem bebia mais cachaça e não caísse, o meu querido amigo era um David diante de um Golias. Um gringo pra lá de forte, musculoso, largo e alto era seu adversário. Uma potência em deglutir destilados. Ler Mais »

Historinha das Minas Gerais

Dona Mariquinha

era uma donzela.

Sempre arrumadinha,

sempre na janela. Ler Mais »

Buena Vista Social Club

O capitalismo, que exclui 4 bilhões de seres humanos

de seus benefícios básicos, não é mesmo capaz de suportar

o fato de 11 milhões de habitantes de um país

pobre viverem com dignidade e se sentirem espelhados

no saudável e alegre Buena Vista Social Club”

(Frei Betto, Correio Braziliense, 4/12/09,”A blogueira Yoani e suas contradições”) Ler Mais »

Kits: da tesoura à camisinha

Esta semana lembrei do Código de Trânsito Brasileiro, sancionado pelo Fernando Henrique Cardoso em fins da década de 1990. O presidente vetou inúmeros penduricalhos e exigências plantados por lobbies. Mas ficou um, inesquecível: o kit de primeiros socorros. Ler Mais »

Que as crianças possam brincar na Plaza Orlando Zapata

Que, no futuro, as crianças cubanas possam brincar na Plaza Orlando Zapata.

Quem sabe até a futura Calle Yoani Sánchez desemboque na Plaza Orlando Zapata. Ler Mais »

Os dois irmãos

De vez em quando, aqui e ali, perguntam a um escritor quando e como ele costuma escrever.

Cedinho, mal rompe a manhã? De madrugada, o mundo inteiro dormindo? Ler Mais »

O Segredo dos Seus Olhos

Não vamos falar aqui de futebol, até porque, de futebol, só entendo quando a bola bate na rede, e é gol. Gol sem ponto de exclamação que nem isso sei fazer: exclamar um gol. Ler Mais »

Só Lula para brecar os desatinos do PT

Criticada por diplomatas, parlamentares e até mesmo por petistas históricos como o senador Eduardo Suplicy (SP), a proposta de criação de um Conselho Nacional de Política Externa está longe de ser o único desatino do documento A política internacional do PT. Ler Mais »

Bill Duncan, o exterminador de conflitos

No começo, o Jornal da Tarde foi formado pela fusão de várias tribos. A maior delas era a dos mineiros. A diáspora mineira foi produzida por Murilo Felisberto, o secretário de Redação, que recrutou dezenas de talentos que militavam nas redações dos jornais de Minas. Ler Mais »

Um cinéfilo na selva

O que se fala, aqui na Ilha de Cotijuba, é que com a próxima lua se instala, de vez, a estação das chuvas, o inverno amazônico. Sinais disso há, e estão ali mesmo, nas nuvens escuras que cobrem a Baía de Marajó. Ler Mais »

O Corvo de Edgar Allan Poe

Meia-noite era a hora; eu me lembro como agora.

Eu lia livros de outrora, de ciências ancestrais,

Quando, quase adormecido, ouvi um leve estalido,

Alguém fazendo um ruído bem junto de meus portais. Ler Mais »