“Não é da sua conta”

A mim me dá a maior tristeza lembrar que Collor já foi presidente da República do Brasil. Acho uma humilhação termos tido essa figura no posto mais alto da Nação. Saber que depois de tudo ele ainda voltou para o Senado Federal é de amargar. Ler Mais »

A culpa é da bola

Num acesso de modéstia e autocrítica, a presidente Dilma confessou a três jornais que seu grande erro foi ter “demorado muito para entender a gravidade da crise”. Ler Mais »

Nunca houve governo tão incompetente (19)

Então a presidente da República “confessou” – se é que o verbo se adequa ao caso – que não sabia da situação da economia. “Eu não imaginava. Fui surpreendida.” Ler Mais »

Caiu na real?

Até ontem se vendiam ilusões. De forma exaustiva, a presidente Dilma Rousseff repetia: a crise é passageira e a retomada do crescimento se dará logo, logo. No máximo, admitia 2015 como o ano da “travessia”. Tudo, no entendimento do governo, era uma questão de vontade política, como se a economia fosse movida pela fé. Ler Mais »

Carta a Marlon Brando

O escri­tor Jack Kerouac tinha uma cara sufi­ci­en­te­mente boa para cinema. Bem podia ter sido o que Mont­go­mery Clift sofri­da­mente foi em From Here to Eter­nity. E, não tivesse já mor­rido, até podia ser a cara de um dos recru­tas de Stan­ley Kubrick em Full Metal Jac­ket. Tinha uma bela cara de homem, maçãs do rosto cora­das a audá­cia e dúvidas. Ler Mais »

Nunca houve governo tão incompetente (18)

O governo de Dilma, perdão, o desgoverno de Dilma, como diz o principal editorial do Estadão deste domingo, 23 de agosto, é tão absolutamente incompetente que consegue a proeza de cometer o gesto político suicida de pagar a primeira parcela do 13º salário à própria presidente e a seus ministros – e anunciar ao país que não tem como pagar a primeira parcela do mesmo 13º para os aposentados e pensionistas. Ler Mais »

Janot e o diabo

Entre comemorações e temores diante da denúncia contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a já esfacelada base governista será colocada novamente à prova. E falhará. Ler Mais »

Esconde-esconde

Marina está adorando esse negócio de esconde-esconde. A-do-ran-do. Ler Mais »

Sobre tesouras e thesaurus em Brasília

O ministro Edinho Silva (não, não sou amiga dele, esse é seu nome, Edinho) no dia seguinte à manifestação estrondosa de domingo 16, aquela que se destacou por ter um único foco, o “Fora PT, Lula e Dilma”, deu a seguinte declaração: Ler Mais »

O protesto e a jabuticaba

Um protesto a favor do governo já é em si uma jabuticaba.

Um protesto a favor do governo com palavras de ordem contra a política econômica desse mesmo governo deve ser um cupuaçu. Ou uma mangaba. Ler Mais »

Uns acreditam. Outros levam algum

zzafoto definitiva

Definitivamente, não são os números que importam mais.

Logo depois das manifestações de Fora Dilma, Fora PT, Lula na cadeia do domingo, e nos jornais do dia seguinte, falou-se muito de números. Ah, teve mais gente do que no dia 12/4 mas muito menos gente do que em  15/3! Ler Mais »

#ForaPelegos

Nos últimos 12 anos, centrais sindicais e movimentos sociais foram, paulatinamente, cooptados pelo Estado. Até as mais combativas passaram a ser tuteladas, mantidas por tributos compulsórios, aparelhadas e instrumentalizadas por interesses partidários e governamentais. Ler Mais »

Não são só os números que importam

P1170738

Depois de passada a emoção do momento, faço novas considerações sobre as manifestações de Fora Dilma, Fora PT, no domingo, 16 de agosto. Ler Mais »

F?

zzzzfranz

Kafka, nome impos­sí­vel de duas con­so­an­tes e uma vogal; Kafka, len­ga­lenga infan­til a que só um insi­di­oso F evita a ridí­cula caco­fo­nia, pro­ta­go­ni­zou uma ini­ma­gi­ná­vel pai­xão. O autor de A Meta­mor­fose amou à maneira dos fil­mes a que tanto ia, como mos­tra Hanns Zis­ch­ler no docu­men­tá­rio Kafka goes to the movies. Ler Mais »

Em resumo, fora PT

zzpaulista01

Uma pergunta, duas constatações e uma curiosidade sobre as manifestações deste domingo, 16 de agosto. Ler Mais »