Falta luz nos postes

Um ano e meio depois da façanha de eleger o prefeito de São Paulo, com 55,5% dos votos, o ex-presidente Lula assiste à queda livre de Fernando Haddad, rejeitado por 47% dos paulistanos, segundo pesquisa Datafolha. Ler Mais »

Dobrou-se para pintar as unhas dos pés

zzzzpola

É nela que deve pen­sar toda a mulher que hoje pinta as unhas dos pés. Nin­guém se dera ao tra­ba­lho de se dobrar. Pola Negri dobrou-se, pin­tou essas unhas tér­reas e lan­çou uma moda que persiste. Ler Mais »

Conta outra, vó – O figo da figueira

Nota: Esta historinha parece pertencer ao folclore nacional. Lembro de tê-la lido diversas vezes, quase sempre em versão semelhante à de minha avó. No livro Histórias de tia Nastácia, de Monteiro Lobato, é a nona história. Nessa versão, são três as filhas que, ao serem desenterradas, voltam à vida, pois eram afilhadas de Nossa Senhora. Ler Mais »

O abelhudo

Era tão abelhudo que aparecia como papagaio de pirata em selfies. Pessoa sem tato. Recentemente, começou a falar, entre um grupo de amigos, sobre a seca no reservatório da Cantareira. A eles se junta, em dado momento, um senhor muito idoso. E o sujeito ficou falando em volume morto na frente do velhinho. Ler Mais »

Viva a Globo News!

Há tempos acompanho na BBC seu excelente programa de entrevistas HARDtalk. Durante muitos anos o apresentador foi Tim Sebastian, cujo estilo de fazer perguntas, direto, um tanto agressivo apesar de sempre polido, gerou uma fantástica audiência para a emissora. Ler Mais »

É “Tois” no banco

Os guerreiros do “Tóis” aposentaram as suas lanças, os alemães destruíram sua reputação politicamente correta com uma “dança dos gaúchos” que ofendeu os argentinos, e os grandes estádios voltaram a exibir a sua imponência, vazios de público e de futebol. Ler Mais »

Más notícias do país de Dilma (149)

Na absoluta falta de realizações concretas para apresentar ao distinto público, a marquetagem lulo-petista sopra no ouvido de Dilma Rousseff que ela deve atacar. E então ela ataca – a oposição (o velho joguinho do nós x eles), a imprensa, os pessimistas, qualquer um que não rezar pela cartilha dos que estão no poder. Ler Mais »

Por uns segundos a mais

Na quarta-feira, 16, o TSE realiza audiência pública para debater as instruções sobre a propaganda eleitoral obrigatória no rádio e na TV, que começa dia 19 de agosto e se estende até 2 de outubro. Hora mais do que propícia para colocar em xeque esse instrumento que deveria esclarecer o eleitor, mas que tem prestado enorme desserviço à democracia. Ler Mais »

O ouvido fino do meu pai

zzzzladri

Sean Con­nery pai ou Har­ri­son Ford filho guiam com estilo a moto e side­car de Indi­ana Jones. Deviam ver-te, pai, a ras­ga­res, na tua BSA, ao sol e à brisa dessa Angola que era e não era nossa. Levavas-me ao Liceu, ao Morro da Lua, à pesca ao Cacu­aco. E agora? Não sei por onde andas, pai. Ler Mais »

Conta outra, vó – O sapatinho

Nota: Há dois aspectos curiosos neste conto de minha avó. O primeiro é sobre suas variantes mais antigas; conheço duas, uma derivada da outra. A história do homem que faz uma aposta sobre a virtude de sua mulher aparece primeiro no Decameron de Boccaccio (1313-1375), na nona novela da segunda jornada. E serve de modelo para um dos episódios de uma tragédia romanceada de Shakespeare (1564/1616), Cimbelino. Ler Mais »

Sábias palavras

Em 30 de outubro de 2007, dia em que a Fifa anunciou oficialmente que o Brasil sediaria a Copa do Mundo de 2014, na presença do presidente da República do Brasil e 13 de nossos governadores, Lula, como sempre palavra fácil, disse o que hoje pesa como chumbo: Ler Mais »

Os vivos e os mortos

Aprendi a amar o futebol quando tinha 9 anos e minha família morava em La Paz, na Bolívia.

Morávamos num hotel onde se hospedavam toureiros, vedetes de teatro e delegações de times de futebol estrangeiros. Ler Mais »

Más notícias do país de Dilma (148)

Política é política, futebol é futebol. Eleição é eleição, Copa é Copa. São coisas distintas, diferentes, dessemelhantes, diversas.

Ou pelo menos deveriam ser.
Ler Mais »

Bolsa-ingresso

A cada dia fica mais enrolada a farra de ingressos da Copa flagrada pela operação Jules Rimet da Polícia Federal. Gente graúda da Fifa envolvida em um esquema milionário que traficou centenas de entradas Vips e outras menos glamorosas. Ler Mais »

Regras para tornar civilizado o esporte bretão

Ah, se eu tivesse um cargo de mando nas decisões do futebol. Acabaria com a grosseria e a deslealdade criminosas que se vê nos campos, e está aí o Neymar como prova do que há. Ler Mais »