Veste a saia

zzzzsyd - 720

Hoje, canto o improvável. Ler Mais »

O botão liga-desliga

Como é a vida. O País em chamas, e acordo de um cochilo com um pensamento. Tenho saudades do botão liga-desliga. Não aquele que você aperta, mas o que é uma pequena alavanca. Para frente liga, para trás desliga. E alguns ainda faziam cléc. Ler Mais »

Acima de qualquer suspeita

Colocado na berlinda por políticos desavergonhados, o Supremo Tribunal Federal cada vez frustra mais os que imaginavam a Corte maior como salvaguarda para os seus crimes. Ao contrário. Goste-se ou não deles, os ministros do STF têm mantido posição acima de qualquer suspeita. Ler Mais »

Pela saúde do Brasil

A primeira coisa que me veio à mente ao ouvir os trechos das conversas entre Sergio Machado e alguns senadores foi: “será possível?”.  Homens experientes, sabichões da política que alimenta Brasília, falar assim livremente ao telefone? Ler Mais »

Contrato de risco

Michel Temer fez um contrato de risco na composição de seu governo. Sabia que estava sujeito a trovoadas e tempestades ao ceder espaços a políticos e parlamentares arrolados – e enrolados – nas investigações da Lava-Jato. Ler Mais »

Coincidências de cidade pequena

Acontecem tantas coincidências, tantos encontros nada planejados com conhecidos, que brinco que a gente vive numa cidadezinha pequena.  Ler Mais »

Era um homem

zzzzmitchum

Não conheço nenhum americano que beba Pernod. Só ele, já velho, para desenjoar do mar de whisky e tequila em que passara anos a boiar. Apresento-vos Robert Mitchum, um rio tranquilo. Talvez, por isso, podia beber sem limites. O realizador Sydney Pollack diz que Bob bebia o dia todo sem que o nível de consciência e comportamento se alterasse. Ler Mais »

A 133 das eleições

Daqui a exatos 133 dias os brasileiros vão às urnas escolher prefeitos e vereadores das 5.570 cidades do país. Mas, ainda que seja o pleito de maior proximidade entre o eleitor e o eleito, a disputa municipal está bem longe de despertar emoções. Perde feio para a crise econômica, política e moral, para o desemprego e a corrupção. E seu calendário mistura-se ao de votação, pelo Senado, do destino da presidente afastada Dilma Rousseff. Ler Mais »

O PT se arrepende por não ter feito como Chávez

O Diretório Nacional do PT fez um mea culpa, uma autocrítica. Não, não admitiu claramente que seus dirigentes enfiaram-se até o último fio de cabelo na mais escandalosa rede de corrupção já registrada na História. Isso não. Ler Mais »

Marina em modo espectadora

2016-05 - Marina dia 19 - Foto Fê - Corte - 720

Marina hoje estava ainda mais doce do que o normal, se é que isso é possível, e especialmente – como dizer? – espectadora, admiradora da arte que fazem para nós, os filmes, a música, a dança, os shows.  Ler Mais »

Ser comandada por um Secretário diminuirá nossa Cultura?

Será que estamos viciados em reclamar? Tenho a impressão que sim. O que realmente importa é deixado de lado. Já os penduricalhos, esses são levados a sério. Ler Mais »

O PT quer sangue

Que ninguém jamais subestime a capacidade do PT de lutar contra o país, a favor de seus próprios interesses. Ler Mais »

O fim da dicotomia

Durante 13 anos, Marco Aurélio Garcia, assessor dos presidentes Lula e Dilma Rousseff, foi o todo poderoso da política externa brasileira. Seu reinado chega ao fim e com ele a dicotomia estabelecida pelo lulo-petismo. Ler Mais »

Tocando em frente, devagar, com maestria

2016-05 - Sampa dia 15 - Foto Mary - 720

A parceria de Renato Teixeira e Almir Sater anda devagar, nunca teve pressa. Ler Mais »

Há cultura sem ministério

Não havia Ministério da Cultura quando a cultura brasileira produziu a Semana de Arte Moderna de 1922, a bossa nova, o cinema novo, o concretismo, o tropicalismo. Ler Mais »